Q

Previsão do tempo

18° C
  • Sunday 21° C
  • Monday 22° C
  • Tuesday 20° C
18° C
  • Sunday 22° C
  • Monday 22° C
  • Tuesday 21° C
19° C
  • Sunday 24° C
  • Monday 24° C
  • Tuesday 22° C
Crónica – Entrada Livre

A páscoa e a tradição festiva

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A páscoa, época festiva em Portugal e muito vivida também no sector noturno de norte a sul, teve várias celebrações, com diversos estilos musicais.

Crónica – Entrada Livre

A páscoa, época festiva em Portugal e muito vivida também no sector noturno de norte a sul, teve várias celebrações, com diversos estilos musicais.

É uma data escolhida pelo público internacional para viajar e conhecer Portugal e sua noite. Uma semana e tanto, com eventos com os melhores dj’s preenchem as discotecas de norte a sul, casas e zonas míticas continuam o seu legado, como a noite algarvia, que é o território mais procurado nesta altura.

É também altura das famosas “viagens dos finalistas” um pouco por toda a Europa.

A páscoa e sua tradição, história e festividades, que nunca mude, que nunca deixe de nos preencher esta data tão especial e que tanto nos faz divertir e, claro, aproveitar os doces e prendinhas achocolatadas.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

­A juventude Z vai formosa e não segura

Bela e airosa, mas cheia de dúvidas e receios — referindo-nos àquela juventude mais privilegiada, nascida entre 1990 e 2000 (chamada geração Z, sucedeu à geração Y ou millenial, que sucedeu à geração X, que sucedeu à dos chamados baby  boomers…), filha da burguesia delirante, não à outra, a menos ou nada privilegiada, que abandona o secundário e se faz à vida logo que a CPCJ deixa de andar em cima. Mas hoje a ansiedade e a insegurança dessa juventude Z, que negoceia e finta as projecções dos pais-helicóptero, são do tamanho do mundo ao alcance de um voo low cost. Ter perdido a espontaneidade de brincar na rua e ser levada de carro pelos progenitores, da creche à faculdade, também não ajuda à autonomia e à autoconfiança.

francisco martins da silva

Oeste e agora?

Estamos em 2024 e temos um novo governo. Um novo partido guia as opções futuras do país. Naturalmente, serão de esperar mudanças em várias áreas sensíveis, nomeadamente na saúde. Neste contexto cremos que uma decisão deve ser revista por quem agora dirige, no que à...