Q

Previsão do tempo

11° C
  • Tuesday 13° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 13° C
11° C
  • Tuesday 13° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 13° C
11° C
  • Tuesday 13° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 13° C

2022 – Desafios na Política Local

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Novo ano, nova vivência, novos desafios!!!

Novo ano, nova vivência, novos desafios!!!

Politicamente, o novo ano, traz novos desafios e dificuldades às forças políticas locais.

PS e PSD, mas também as outras forças partidárias, como a CDU e CDS, e BE, iniciam o ano com o propósito de fixar, recuperar, ou sobreviver, às eleições legislativas.

Mas colocando um pouco à margem as legislativas, e centrando a análise na dinâmica local, encontramos algumas particularidades e desafios aos nossos políticos locais. No PS Caldas temos no primeiro trimestre eleições para a sua estrutura, com um combate a dois, entre Pedro Seixas, e Isabel Alves Pinto. Pedro Seixas representa uma linha de continuidade com as anteriores direções, na lógica do projeto político do PS que foi a votos em setembro. Isabel Alves Pinto, mais à esquerda, representa uma rutura, um corte com o passado, ainda que presentemente ainda não conheçamos as suas linhas programáticas.  Mas qualquer que seja o caminho da liderança, o PS terá que perceber qual o papel que pretende desempenhar no mandato autárquico. A coligação informal PS – VM (Vamos Mudar), traz a vantagem ao PS de estar próximo do “poder” e assim influenciar as decisões, mas também o perigo, e a desvantagem de eventualmente não se diferenciar do VM, perdendo visibilidade aos olhos dos eleitores.

Estar próximo do poder e simultaneamente não se confundir com este, aos olhos dos eleitores, será o desafio do PS.

Quanto ao PSD, o desafio é enorme. O PSD tem de assumir em pleno um novo fato, o fato de oposição, para o qual não esta preparado, após muitos anos de poder. PSD terá de rapidamente aprender a ser oposição, e oposição credível, assertiva, combativa em especial na Assembleia Municipal. Mas terá de resistir a uma lógica de “oposição bota-abaixo”, sob pena de perder credibilidade, devendo procurar acerrimamente defender a suas praças eleitorais nas freguesias rurais. E numa estratégia de futuro deve procurar se abrir à sociedade caldense, na procura de novos valores e apoios.

Quanto ao VM, os desafios ainda são maiores. É certo que em 2022 ainda existirá um certo clima de “lua de mel” com os caldenses decorrentes do início de mandato. Mas os seus eleitores serão certamente exigentes, exigindo mudança. O presidente Vitor Marques será posto à prova, nas questões da saúde: novo Hospital; reforço ou decadência dos cuidados de saúde primários?; na questão termal: termalismo público de baixa intensidade, ou parceira com privados?; Associações municipais: extinção, manutenção ou reestruturação?; ligação às freguesias; manutenção e gestão urbana. Ao VM, fruto de ser uma força recente, todos estarão atentos à coerência e solidariedade das posições dos seus membros, bem como possíveis conflitos ou afastamentos internos. Muitos desafios!!

Cá estaremos para ver, comentar e avaliar todo o que se passar.

Mas mais importante de tudo, um ano de 2022 com o fim da Covid-19!!!

Um bom ano para todos com saúde!!!

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Faculdade de Medicina

Em 2009, durante a campanha das autárquicas, lancei a proposta de instalação de uma Faculdade de Medicina nos pavilhões do Parque D. Carlos I, em Caldas da Rainha. Para isso, seria oportuno firmar um protocolo com uma Universidade já existente (nomeadamente, Coimbra, Lisboa ou Porto) para que - sem excelsas burocracias, discussões político-partidárias insalubres, ou achaques insossos por parte da Ordem dos Médicos - fosse, no local indicado, instalada uma extensão daquele organismo.

Perigos ignorados em miradouro

O miradouro na Nau dos Corvos, no Cabo Carvoeiro, em Peniche, está encerrado mas as pessoas contornam os obstáculos e acedem na mesma ao local, ignorando o perigo de derrocada que motivou o fecho.

ora toma2

Moradores queixam-se de ervas nos passeios

Os moradores na Cidade Nova, nas Caldas da Rainha, queixam-se da falta de manutenção junto na zona das escadas junto ao viaduto, apontando que os passeios estão repletos de ervas e a rua cheia de lixo.

ora toma1