Q

Previsão do tempo

19° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 28° C
  • Sunday 28° C
20° C
  • Friday 28° C
  • Saturday 29° C
  • Sunday 29° C
20° C
  • Friday 32° C
  • Saturday 32° C
  • Sunday 32° C

Seleção nacional de futebol estagiou em Óbidos

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A seleção portuguesa de futebol esteve durante a semana passada em Óbidos, na segunda fase de preparação para o Mundial do Brasil 2014, depois do mini-estágio de três dias em Cascais. Cristiano Ronaldo, Pepe e Fábio Coentrão só se juntaram ao grupo na quinta-feira, por causa do jogo da final da Liga dos Campeões, e por isso nos primeiros dias apareceu meia-dúzia de adeptos, sobretudo turistas estrangeiros alojados no hotel, uma situação um pouco diferente da habitual, a que se deveu também às regras mais rígidas impostas pela Federação Portuguesa de Futebol, que evitou ao máximo o contato dos fãs com os jogadores.
Treino na Praia d’El Rey

Concentração máxima era o que se pedia, daí a segurança apertada e a dificuldade para os adeptos conseguirem, pelo menos, um autógrafo ou uma fotografia. Uma barreira junto ao átrio, sob o olhar atento da GNR, limitou até onde os fãs da seleção podiam ir nos primeiros dias, que já não era até à entrada do hotel. Assim, ficavam dependentes da boa vontade dos jogadores quando chegassem de autocarro dos treinos. E no campo de futebol da unidade hoteleira só os jornalistas e repórteres de imagem credenciados podiam assistir a quinze minutos diários do apronto orientado pelo selecionador.

Mas com a chegada de Ronaldo, foi permitido aos adeptos chegarem até à entrada do hotel. Mas de CR7 só conseguiriam ter fotos e autógrafos na quinta-feira, quando o capitão chegou, e na saída, dado que, devido a lesão, CR7 não saiu da unidade hoteleira para treinar.

A autarquia de Óbidos bem que tentou capitalizar a vinda da seleção, mas desta vez não conseguiu que houvesse uma sessão no estádio municipal à vista de todos. “Fruto da maior exigência da prova, os níveis de concentração que se exigem são maiores, o que leva a que a seleção esteja muito concentrada no seu local de estágio e não lhe permita dispersão”, afirmou Humberto Marques, presidente da Câmara de Óbidos.

Os empresários e comerciantes na vila de Óbidos lamentaram: “Se ficam confinados ao local do estágio e não há adeptos a virem vê-los, não vamos beneficiar”. Contudo, o nome de Óbidos associado ?à seleção foi visto como uma mais-valia com repercussões para o turismo.

Paulo Bento: “Ter o melhor do mundo não obriga sermos campeões”

Paulo Bento afastou a pressão que recai sobre Ronaldo na fase final do Mundial: “O facto de termos o melhor jogador do mundo não nos obriga a sermos campões. Portugal teve durante muitos anos um dos melhores do mundo [Eusébio] e só chegou uma vez ao Mundial. Teve depois outro dos jogadores que foi considerado o melhor do mundo – Figo – e não fomos campeões. Ronaldo não tem essa responsabilidade”.

O selecionador adiantou que “a pressão que colocamos a nós próprios é a de que temos um primeiro objetivo para alcançar, que é passar aos oitavos de final”.

Instado a explicar a presença no estágio do fisioterapeuta do Real Madrid Javier Santamaría, Paulo Bento revelou que o espanhol “não vai dar o seu contributo a um jogador em particular mas a toda a seleção”.

A possibilidade de Ronaldo não disputar o primeiro jogo da fase de grupos, frente à Alemanha, uma hipótese remota, não é, no entanto descartável: “Na minha cabeça devem estar todos os cenários. Não posso é colocar qualquer tipo de pressão para um jogador competir sem estar em condições”.

Gestão emocional

Paulo Bento garantiu que não quer ver ninguém melindrado por não jogador, como aconteceu no passado com Ricardo Carvalho, por exemplo. “Vou respeitar cada um pelo número de jogos que tem e aquilo que competiu durante o ano e tentar chegar a cada um da melhor maneira possível. Mas quando chegam as decisões não sou de ter muitas dúvidas”, indicou.

A época menos conseguida de Nani foi desvalorizada pelo selecionador, que lembrou que o avançado do Manchester United “fez um Europeu [2012] muito bom e está em excelentes condições no estágio”. “Foi um jogador que causou alguma conversa pelo facto de agora vir e há quatro anos estaríamos todos a chorar se não viesse. O futebol muda em pouco tempo”, frisou.

Questionado por uma televisão alemã sobre a possibilidade da seleção da Alemanha também não poder contar com alguns jogadores lesionados, Paulo Bento respondeu que “prepararemos esse jogo mais perto e tendo em conta a realidade nesse momento, mas será sempre uma equipa extremamente forte e competitiva e que nos criará muitas dificuldades”.

Não houve um único treino em Óbidos em que o plantel dos 23 convocados estivesse todo à disposição de Paulo Bento, que reconheceu que, por essas razões, teve de alterar as sessões programadas.

Rúben Amorim: “O assédio a Ronaldo liberta-nos da pressão”

A exposição mediática que se gera em torno de CR7 é vantajosa para os restantes jogadores, assim entende o médio Rúben Amorim. “É benéfico para a seleção, porque o Ronaldo já está habituado a essa atenção e liberta os outros da imprensa e da muita pressão à volta”, disse o atleta do Benfica.

A condição física do capitão não desassossega o jogador. “Tanto Ronaldo como o Pepe estou certo que vão estar aptos”, manifestou. “Eu não estou lesionado. Terminei o último jogo da Taça com um problemazinho e é isso que estou a tentar recuperar, mas não é nada de grave”, assegurou.

Luís Neto: “É normal que Ronaldo queira que a seleção se destaque”

“O Cristiano partilha da ambição que reina no seio do grupo, que tem potencial para fazer uma grande campanha. É normal que o melhor jogador do mundo queira que a seleção tenha um papel de destaque no mundial”, comentou o central Neto, a propósito das declarações de CR7 no final da Champions, onde se mostrou “confiante que Portugal vai fazer uma surpresa”.

“Somos ambiciosos e sabemos o peso que tem a seleção, mesmo que as pessoas não nos coloquem como favoritos, o que pode jogar a nosso favor”, disse o defesa do Zénit no primeiro dia do estágio da equipa das quinas em Óbidos, para preparar a presença no Mundial no Brasil.

O internacional, que completou 26 anos durante o estágio em Óbidos, admitiu que há jogadores mais experientes na seleção na posição de central, mas garantiu que vai “fazer tudo para ter a minha oportunidade”.

O jogador desvalorizou o alegado interesse do Benfica na sua contratação, frisando que “tenho estabilidade no meu contrato de três anos com o Zénit e só na pré-época na Rússia irei pensar no futuro”.

Rui Patrício: “Aconteça o que acontecer não podemos é desistir”

O guardião Rui Patrício rejeitou a ideia de ter a titularidade assegurada ao mesmo tempo que não se mostrou intimidado com forma ascendente de Beto, decisivo na final da Liga Europa frente ao Benfica. “Trabalhamos os três [guarda-redes] para o mesmo e o que interessa é que quem for chamado esteja a cem por cento para o dar máximo”, declarou.

Confrontado com uma análise estatística que dá à seleção nacional um por cento de possibilidades de conquistar o Mundial, o jogador do Sporting desvalorizou: “Eu nem percebo muito de matemática”. “O mais importante é passarmos a fase de grupos”, adiantou, apontando que o primeiro jogo com a Alemanha “pode dar um bom fôlego para o resto” do campeonato, mas ressalvou que “aconteça o que acontecer não podemos é desistir”.

Rafa: “Não sou substituto de ninguém”

“Não me sinto substituto de Quaresma nem de ninguém. Fui escolhido para estar aqui”, afirmou Rafa, o jogador da seleção mais novo – 21 anos – e com menos internacionalizações – uma (frente aos Camarões, em março).

“Trabalhei todo o ano para ajudar o meu clube e fui recompensado desta forma”, apontou o avançado do Sporting de Braga, admitindo “não ser um jogador que toda a gente estava à espera”, por ter menos experiência, pelo que a sua convocatória não deixou de ser “uma surpresa”.

Assegurando estar pronto para jogar em qualquer posição, “seja a extremo, a meio-campo ou a defesa”, Rafa comentou que “é importante haver renovação na seleção”. “Se acontecer eu ser a revelação [do Mundial] será muito bom”, disse.

“Que Óbidos sirva de inspiração”

O Município de Óbidos divulgou uma mensagem que endereçou à seleção nacional, onde manifesta o desejo de que “Óbidos sirva de inspiração” para a equipa portuguesa.

A autarquia mostrou “satisfação” pela escolha do concelho para a preparação para o Mundial e assume “o sentimento generalizado da população que o Campeonato do Mundo de Futebol decorra da melhor forma”.

Controlo antidoping

Representantes da FIFA fizeram análises sanguíneas e à urina a todos os vinte atletas que integram o estágio da seleção nacional, informou a Federação Portuguesa de Futebol.

Foi o segundo controlo antidoping realizado à equipa das quinas desde que iniciou a preparação para o Campeonato do Mundo, tendo a primeira vez acontecido quando o grupo estava concentrado em Cascais.

Federação apresenta mascotes e hino

Sem jogadores nem o selecionador, mas na presença do presidente da FPF, Fernando Gomes, foram apresentadas em Óbidos as novas mascotes das seleções nacionais de futebol – João do Mar e Beatriz do Castelo, esta última com o objetivo de cativar o público feminino. Criadas pelos designers Nuno Martins e Pedro Teixeira, vestem o fato de super-heróis e fazem alusão aos descobrimentos marítimos e às conquistas lusitanas. Foi também apresentado o hino oficial da seleção, com o título “Vai Portugal” e voz de Kika, uma cantora portuguesa de 17 anos.

Adepto de 78 anos

Américo Barros, fervoroso adepto da seleção, de 78 anos, vestiu-se a rigor – misturando elementos identificativos da seleção com o clube da sua terra, Caldas da Rainha – e apareceu no campo de treinos da praia d’El Rey. A esperança de ter um autógrafo de CR7 saiu frustrada, mas o idoso fartou-se de ser fotografado e de dar entrevistas devido à sua caricata figura.

Ronaldo “modelo” para chineses

“Ronaldo é muito popular e os chineses gostam dele, por isso estamos aqui”, explicou Ma Jiejun, jornalista de uma agência de notícias da China que acompanhou a chegada do capitão da seleção ao estágio em Óbidos.

O repórter de imagem Zhang Yadong apontou que CR7 “é uma superestrela no coração dos chineses, que o consideram uma pessoa confiante e um modelo a seguir”. Pretendia “tirar muitas fotografias dele”, mas esbarrou na ausência do capitão nos treinos.

Aviões atraem

Dois aviões F16 foram por instantes a atração no hotel onde a seleção está alojada, após terem deixado um rasto bem sonoro ao sobrevoarem o empreendimento, levando alguns elementos da Federação Portuguesa de Futebol e os jornalistas até ao exterior para observarem as aeronaves, que em segundos deixaram de ser vistas.

Sindicatos fazem manifestação

Cerca de oitenta pessoas participaram no passado dia 29 numa manifestação junto à unidade hoteleira onde a seleção nacional ficou alojada. O objetivo era contestar o despedimento de onze trabalhadores, “num processo de despedimento coletivo ilícito, sem fundamentação e apenas envolvendo a estratégia clara de colocar fim à intervenção sindical na empresa, quando um terço dos trabalhadores se sindicalizaram, elegeram delegadas sindicais e dirigentes do Sindicato”.

A ação de “solidariedade e denúncia pública” partiu do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares, e teve o acompanhamento da GNR, não se registado nenhum incidente.

A administração da unidade hoteleira alega haver necessidade de reestruturação dos recursos humanos, rejeitando qualquer intenção de silenciar a atividade sindical.

Em comunicado, o PCP de Óbidos saudou a luta dos trabalhadores, incentivando-os a que “continuem a defender os seus postos de trabalho” e criticando a administração por “ameaçar todos os trabalhadores para deixarem o sindicato”.

Francisco Gomes

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Alojamento na Serra do Bouro ganha prémio do Tripadvisor

A Flamboyant Boutique B&B, um alojamento de pequena escala na Serra do Bouro, nas Caldas da Rainha, ganhou o prémio Best of the Best 2024 do Tripadvisor, plataforma de avaliações que permite ao utilizador ficar a saber os melhores preços para tudo o que precisa na sua viagem, para além de informações e opiniões de conteúdos relacionados com o turismo.

Flamboyant1

Sofia está desaparecida

Ana Sofia Sousa Ribeiro, de 28 anos, foi supostamente passar uns dias em casa de uma amiga, em Lisboa, no passado dia 19, mas está desaparecida desde então, relata a família.

desaparecida

“Há Festa na Bordalo”

A Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro, nas Caldas da Rainha, é palco da iniciativa “Há Festa na Bordalo”, no dia 4 de junho, para encerramento do ano letivo.