Q

Previsão do tempo

27° C
  • Friday 25° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 22° C
27° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 22° C
27° C
  • Friday 28° C
  • Saturday 27° C
  • Sunday 24° C

Estágio académico

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Alunos do The English Centre de Caldas da Rainha em Inglaterra Alunos do The English Centre de Caldas da Rainha participaram em mais um estágio académico em Inglaterra. Esta foi a 14ª viagem organizada pela Escola de Línguas, que contou com a participação de 18 estudantes, com idades compreendidas entre os 12 e 17 anos. […]
Estágio académico

Alunos do The English Centre de Caldas da Rainha em Inglaterra Alunos do The English Centre de Caldas da Rainha participaram em mais um estágio académico em Inglaterra. Esta foi a 14ª viagem organizada pela Escola de Línguas, que contou com a participação de 18 estudantes, com idades compreendidas entre os 12 e 17 anos. A viagem teve lugar na primeira semana das férias da Páscoa, de 29 de Março a 5 de Abril, e os jovens foram acompanhados pela sua professora de inglês, Anabel Silva. Trata-se de uma iniciativa do English Centre na sequência de um protocolo celebrado com a EAC – Edinburgh Academic Camps, sedeado em Edimburgo, na Escócia. No âmbito deste programa, é possível proporcionar aos alunos o aperfeiçoamento linguístico, nunca esquecendo a dimensão social e cultural. Os jovens, recebidos por famílias de acolhimento em Hastings com quem partilharam o início e o fim do seu dia-a-dia, iniciavam as suas actividades com a frequência de aulas práticas de língua inglesa, seguindo-se percursos turístico-culturais, através dos quais lhes foi possível contactar não só com a realidade inglesa, mas aperceberem-se dos diferentes hábitos de vida em comunidade, entre eles o rigor e o cumprimento de regras. A visita de grupo incluiu a passagem por locais como Bodiam Castle, Rye, Brighton, Chessington e Londres, não esquecendo os ícones da capital inglesa Buckingham Palace, Tower Bridge e Big Ben, entre outros. Anabel Silva, professora de Inglês há 14 anos no English Centre das Caldas da Rainha, tem acompanhado quase todos os anos os estudantes nesta visita a Inglaterra. Já conhece muito bem os locais, mas cada viagem é diferente. “Cada grupo que eu acompanho é novo, portanto, as vivências com eles são sempre inovadoras”, disse, acrescentando que “é muito gratificante ver a forma como os jovens lidam com coisas novas”. Os alunos ficaram alojados em casas de famílias inglesas em Hastings, uma cidade histórica e costeira no Sudeste de Inglaterra a cerca de 1 hora e 40 minutos de comboio de Londres. “É uma cidade média, com cerca de 70 mil habitantes, suficientemente pequena para nós ficarmos perto uns dos outros, o que facilita a nossa ida à escola que fica situada no centro da cidade, a três minutos das lojas, da praia e da estação de comboios”, referiu a docente, acrescentando que um dos objectivos da EAC School é proporcionar um estágio académico a alunos de várias partes do mundo que estão a aprender inglês. Para esta docente, que é natural do Canada, este tipo de projectos são sempre uma mais-valia. “Não é só visitar e conhecer é também viver e falar de acordo com aquela realidade, social e cultural, diferente da nossa”, disse. Pela primeira vez este ano os estudantes participaram em actividades nocturnas. “É muito difícil arranjar actividades à noite porque as regras e de Inglaterra são muito diferentes de Portugal, mas a organização proporcionou uma noite de animação numa discoteca e houve a exibição de um filme”, contou a docente, frisando que o clima é de segurança e que os jovens com menos de 18 anos não têm acesso a álcool. Este ano houve ainda lugar a um especial elogio por parte do EAC School no que concerne ao nível de Inglês demonstrado pelo grupo de estudantes portugueses. Testemunhos Mário Rebelo, 16 anos “Foi uma óptima experiência, não tanto por as aulas que tivemos, mais por estar em contacto permanente com a língua. Quando cheguei a Inglaterra, parece que não conseguia dizer uma frase em inglês, depois de um dia já estava mais à vontade. Quando cheguei a Portugal, foi difícil começar a falar português, até com os meus pais eu falei em inglês. O contacto com a família foi importante como forma de conhecer uma nova cultura. Levantam-se e deitam-se um pouco mais cedo, mas a forma como vivem não é muito diferente de nós. Gostei muito de visitar Londres e o parque de diversões”. Catarina Américo 15 anos “Foi a primeira vez que fui, adorei a interacção com uma cultura diferente. Gostei de visitar o palácio de Brighton, a discoteca e o parque de diversões. Acabei por treinar bastante o inglês, o que foi muito bom. A família de acolhimento foi muito simpática” Nuno Cordeiro, 15 anos “Frequento o The English Centre de Caldas há sete anos. Foi a primeira vez que participei neste estágio académico. Foi muito positivo, não nos conhecíamos todos, mas demo-nos muito bem. O convívio foi óptimo e facto de sermos obrigados a falar inglês ajudou na aprendizagem da língua” Uma senhora acolheu-nos e tinha na casa mais jovens islâmicos e chineses. Há muitas nacionalidades e raças e ninguém comenta. O que eu gostei mais de visitar foi Brighton e Londres” Marlene Sousa

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Novo presidente do Rotary quer ajudar os bombeiros com a compra de aparelhos respiratórios

O empresário Luiz Gomes assumiu, no passado dia 8, a liderança do Rotary Club das Caldas da Rainha, sucedendo na função a Hélia Silva na cerimónia de transmissão de tarefas que decorreu no restaurante “A Lareira”, com o lema “A Magia do Rotary”, numa alusão à capacidade que cada rotário tem em melhorar a comunidade onde se enquadra.

presidente 1

Escultura de homenagem à PSP deixa polícias emocionados pela ligação à comunidade

Foi inaugurada na passada sexta-feira uma escultura de homenagem à PSP na sede da Divisão Policial das Caldas da Rainha, a propósito dos 150 anos do Comando Distrital. Peça da autoria de Carlos Oliveira em parceria com a empresa MVC Portuguese Limestones, representa “um gesto de apreço pela entrega abnegada dos nossos polícias no que fazem na defesa dos que mais precisam”, considerou o superintendente, Luís Carrilho, diretor nacional da PSP, presente na cerimónia.

escultura1 1

Caldense no pódio de Miss Inteligência Artificial

Olivia C. é uma influencer portuguesa, gerada por IA (Inteligência Artificial), que ficou no pódio do primeiro concurso de beleza de IA do mundo. Natural das Caldas da Rainha, Olivia ficou em terceiro lugar. Lalina, da França, ficou em segundo e a grande vencedora foi Kenza Layli, de Marrocos. 

olivia