Q

Previsão do tempo

12° C
  • Saturday 11° C
  • Sunday 9° C
  • Monday 10° C
12° C
  • Saturday 11° C
  • Sunday 9° C
  • Monday 10° C
13° C
  • Saturday 11° C
  • Sunday 9° C
  • Monday 10° C

“É andar a trabalhar para perder”

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
“O primeiro, segundo e terceiro problema da pesca é o gasóleo, que abafa todos os outros mas ao mesmo tempo potencia-os”, diz Humberto Jorge, responsável por uma associação de armadores de Peniche. “O gasóleo chegou a um preço tão elevado que inviabiliza a actividade das embarcações. Quando nos apercebemos que depois de retiradas as despesas […]
É andar a trabalhar para perder

“O primeiro, segundo e terceiro problema da pesca é o gasóleo, que abafa todos os outros mas ao mesmo tempo potencia-os”, diz Humberto Jorge, responsável por uma associação de armadores de Peniche. “O gasóleo chegou a um preço tão elevado que inviabiliza a actividade das embarcações. Quando nos apercebemos que depois de retiradas as despesas de exploração, impostos e taxas não sobra nem para as empresas nem para os pescadores, começamo-nos a questionarmo-nos sobre o que andamos a fazer. É andar a trabalhar para perder”, desabafa. O armador aponta outras lacunas: “A formação profissional neste momento não existe. As portarias do terceiro quadro comunitário continuam sem sair e não podemos recorrer aos fundos comunitários, ao contrário do que o senhor Ministro diz. O que nos está a revoltar é o Estado não abdicar de tributar o sector”. Para Humberto Jorge, a solução começa por “acabar com a indiferença e o Governo reconhecer a importância da actividade como estratégica para o nosso litoral, agindo em conformidade, ao aliviar-nos da carga fiscal e de burocracias, o que irá permitir ao sector respirar melhor”. “As taxas das capitanias, da Docapesca, do Instituto Marítimo-Portuário, da Segurança Social e o IRS dos pescadores têm de ser revistas”, reclama. Para o armador, o futuro não é risonho. “Ninguém se vai endividar a fazer investimentos na pesca com estas incertezas todas que recaem sobre o sector”, assegura. Francisco Gomes

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Suspeitos de pesca ilegal fogem à GNR

O Subdestacamento de Controlo Costeiro da Nazaré da GNR apreendeu seis quilos de meixão naquele concelho, no passado dia 24, no âmbito de uma ação de fiscalização levada a cabo com o objetivo de combater a captura ilegal de enguia europeia, vulgarmente conhecida...

meixao 1

Infantis de Óbidos em bom plano

A equipa de infantis do clube Óbidos Criativa competiu, no passado dia 21 na XXX Taça Vale do Tejo, nas piscinas municipais de Alcobaça. Mara Cotrim, Leonor Martins, Leonor Silva, Justin Borges, Tiago Correia e Pedro Capinha foram os jovens que nadaram com as cores...

infantis 2

Óbidos Cycling Team quer ser referência em sub-23

Nasceu a Óbidos Cycling Team sob a égide do Município de Óbidos, concretizando o sonho do diretor e manager da equipa, Micael Isidoro, ex-ciclista profissional licenciado em treino desportivo com especialização na área do ciclismo, pós-graduação e mestrado em alto...

cycling