Q

Previsão do tempo

21° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 24° C
  • Monday 25° C
20° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 25° C
  • Monday 25° C
22° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 27° C
  • Monday 28° C
Covid-19

17 óbitos no Oeste na última semana

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Os dados divulgados até à madrugada de 15 de fevereiro davam conta que no total, desde o início da pandemia, foram registados 887 óbitos (mais 17 em relação à semana passada) na região Oeste associados à Covid-19.

Covid-19

Os dados divulgados até à madrugada de 15 de fevereiro davam conta que no total, desde o início da pandemia, foram registados 887 óbitos (mais 17 em relação à semana passada) na região Oeste associados à Covid-19.

O concelho de Torres Vedras era onde se verificava o maior número de falecimentos, que passaram de 207 para 217.

O concelho das Caldas da Rainha era o segundo com mais mortes (165, não atualizou), seguindo-se Alcobaça 94 (mais 1), Alenquer 88 (manteve), Arruda dos Vinhos 63 (manteve), Peniche 60 (mais 1), Óbidos 49 (manteve), Lourinhã 43 (mais 2), Nazaré 34 (manteve), Sobral de Monte Agraço 28 (mais 3), Bombarral 25 (manteve) e Cadaval 22 (manteve).

Em relação aos casos ativos na Região Oeste, Alenquer, Nazaré, Torres Vedras e Caldas da Rainha não divulgaram. A autarquia torreense justificou que devido à mudança de regras e automatismos na gestão de casos na plataforma Trace Covid, a maioria dos casos passaram, desde 16 de janeiro, a não ter qualquer intervenção de profissionais de saúde. “Por este motivo não é possível, neste momento, apresentar números exatos de casos recuperados, em vigilância ou ativos. A disponibilização desta informação poderá ser retomada quando for possível a apresentação de informação fidedigna”, anunciou.

Em Alcobaça havia 2440 (mais 33), Lourinhã 975 (menos 27), Peniche 854 (menos 147), Cadaval 448 (mais 38), Sobral de Monte Agraço 398 (menos 82), Óbidos 313 (menos 74), Arruda dos Vinhos 247 (menos 178) e Bombarral 184 (menos 79).

Os últimos dados, relativos a 11 de fevereiro, revelavam que a taxa de incidência a 14 dias por 100 mil habitantes passou de 5351 para 4581 nas Caldas da Rainha, acima do limite admissível (mais de 240 casos).

Todos os concelhos do Oeste estavam em risco extremamente elevado: Nazaré com 6150 (menos 1521), Arruda dos Vinhos com 5427 (menos 494), Alcobaça com 5413 (menos 1539), Alenquer com 5340 (menos 1646), Óbidos com 5141 (mais 75), Torres Vedras com 5105 (menos 893), Lourinhã com 4866 (menos 886), Bombarral com 4478 (menos 1183), Sobral de Monte Agraço com 4477 (menos 1476), Peniche com 4501 (menos 367) e Cadaval com 4005 (menos 356). Rio Maior, concelho vizinho das Caldas da Rainha, mas pertencente ao distrito de Santarém, estava com 5530 (menos 483).

Total de casos confirmados: Torres Vedras – 22676 (mais 1494); Alcobaça – 14561 (mais 1230); Alenquer – 13737 (mais 707); Peniche – 6850 (mais 493); Lourinhã – 5686 (mais 909); Nazaré – 4240 (mais 258); Arruda dos Vinhos – 3822 (mais 174); Sobral de Monte Agraço – 3047 (mais 284); Bombarral – 2787 (mais 184); Óbidos – 2592 (mais 216); Cadaval – 2363 (mais 156); Caldas da Rainha não divulgou.

Total de casos recuperados: Alcobaça 12121 (mais 1290); Peniche – 5936 (mais 639); Lourinhã – 4668 (mais 934); Arruda dos Vinhos – 3512 (mais 352); Sobral de Monte Agraço – 2621 (mais 363);Bombarral – 2578 (mais 263); Óbidos – 2230 (mais 290); Cadaval – 1893 (mais 118); Caldas da Rainha, Alenquer, Nazaré e Torres Vedras não divulgaram.

Ao nível das freguesias, no concelho de Peniche existiam 403 casos (menos 51) na cidade, 291 (menos 58) em Atouguia da Baleia, 122 (menos 23) em Ferrel e 38 em Serra D’El-Rei (menos 12). Em quarentena/sob vigilância estavam 1008 (menos 319) pessoas.

Em Alcobaça, os casos ativos estão distribuídos por freguesia da seguinte forma (apenas foram reveladas as freguesias com mais de 3 casos): Benedita – 407 (mais 12), U. F. de Alcobaça e Vestiaria – 388 (menos 47), U. F. de Pataias e Martingança – 296 (mais 77), Aljubarrota – 292 (menos 13), Turquel 196 (mais 7), Évora de Alcobaça – 174 (menos 1), Alfeizerão – 164 (menos 9), Cela – 130 (mais 10), U. F. de Coz, Alpedriz e Montes – 103 (mais 5), Vimeiro – 83 (mais 14) Maiorga – 77 (mais 12), São Martinho do Porto – 75 (menos 10), e Bárrio – 55 (manteve).

O presidente da Câmara de Alcobaça, Hermínio Rodrigues, declarou que “os números do concelho continuam infelizmente elevados e numa tendência incerta, com subidas e descidas intermitentes. É uma realidade que reflete o panorama pandémico nacional. Temos a expetativa que esta será naturalmente mitigada nas próximas semanas, sempre com o contributo e a responsabilização de cada um de nós”.

Na Lourinhã havia 41 pessoas em vigilância passiva e 1072 em isolamento.

Em Sobral de Monte Agraço havia 465 pessoas em vigilância ativa (efetuada pela Autoridade de Saúde, com confinamento obrigatório), 32 em vigilância sobreativa (efetuada pelos médicos de medicina geral e familiar), 19 em vigilância passiva e 497 em isolamento (vigilância sobreativa).

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Cinco ucranianos inauguram centro de residências artísticas

Um centro de residências artísticas situado na cidade de Alcobaça é dado a conhecer a partir desta sexta-feira, com a inauguração da exposição de um de cinco artistas ucranianos que se encontram alojados temporariamente no espaço, num projeto criado por uma equipa que inclui um elemento formado em artes plásticas na Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha.

central1

Marcha do Orgulho com mais de 300 participantes

Realizou-se nas Caldas da Rainha, no passado domingo, uma marcha em defesa da comunidade lésbica, gay, bissexual, transgénero e outras orientações de género, com mais de três centenas de manifestantes a rejeitarem serem discriminados e a reclamarem por condições que permitam assumir as suas escolhas perante a sociedade.

marcha1

Open Days do Emprego revela que “faltam pessoas para trabalhar”

Célia Roque, diretora do Centro de Emprego de Oeste Norte (que abrange sete concelhos), considerou no Open Days do Emprego, que decorreu na Expoeste, nas Caldas da Rainha, que um dos fatores mais críticos da região é a “falta de pessoas para trabalhar”.

emprego 1