Q

Previsão do tempo

17° C
  • Friday 28° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 23° C
17° C
  • Friday 29° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 23° C
18° C
  • Friday 32° C
  • Saturday 28° C
  • Sunday 25° C

Centro Hospitalar do Oeste esclarece funcionamento da Urgência nas Caldas

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) informou que a obra de remodelação e ampliação do Serviço de Urgência Médico-Cirúrgica da Unidade de Caldas da Rainha “encontra-se concluída, conforme já anteriormente noticiado, e complementarmente, o mesmo serviço encontra-se em funcionamento, o que nunca deixou de acontecer, mesmo aquando do período de execução da obra, com a diferença de, presentemente, fruto da remodelação, as condições de funcionamento são incomparavelmente melhores quer para utentes como para profissionais”.
A nova urgência está a funcionar, assegura a administração hospitalar

O Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) informou que a obra de remodelação e ampliação do Serviço de Urgência Médico-Cirúrgica da Unidade de Caldas da Rainha “encontra-se concluída, conforme já anteriormente noticiado, e complementarmente, o mesmo serviço encontra-se em funcionamento, o que nunca deixou de acontecer, mesmo aquando do período de execução da obra, com a diferença de, presentemente, fruto da remodelação, as condições de funcionamento são incomparavelmente melhores quer para utentes como para profissionais”.

De acordo com a administração, “após a conclusão da obra foi detetada uma avaria no sistema de climatização AVAC (aquecimento, ventilação e ar condicionado) na nova sala de observação”. Contudo, “este facto não está relacionado com a obra de remodelação e ampliação do Serviço de Urgência Médico-Cirúrgica, condicionando temporariamente apenas a utilização deste espaço em concreto”.

“Por este motivo, e dado que o CHO se preocupa com o bem-estar e com os serviços prestados aos Utentes, foi de imediato solicitada a reparação do sistema de climatização, que se prevê que ainda ocorra esta semana, para que esta sala esteja a funcionar em pleno e com as condições de aquecimento e conforto adequadas aos utentes e profissionais”, anunciou o  conselho de administração.

Respondendo ao comunicado emitido pelo movimento Vamos Mudar, de Vitor Marques, que lidera a Câmara Municipal de Caldas da Rainha, onde se critica que as obras de ampliação do Serviço de Urgência do Hospital das Caldas “não estão a ser ainda amplamente aproveitadas”, gerando “situações alarmantes de falta de capacidade de resposta, que se traduzem, nomeadamente, na existência de ambulâncias com várias horas de espera à porta, com os doentes no seu interior e a retenção de um número elevado de macas dos bombeiros por falta de capacidade de receção dos doentes”, a administração hospitalar aproveitou para manifestar a sua estranheza por não ter sido remetida qualquer solicitação de informação ou esclarecimento por parte da autarquia a propósito deste tema, assegurando que tem pautado a sua atividade “pelos princípios da transparência e do acesso à informação sempre que solicitado”.

O conselho de administração apontou que a situação relatada se deveu a “uma grande afluência de doentes” ao Serviço de Urgência e à Área Dedicada para Doentes Respiratórios do Serviço de Urgência (ADR-SU), o que provocou “alguns constrangimentos no atendimento”. Segundo a administração, “uma parte são doentes com prioridade clínica verde (pouco urgente) do Protocolo de Triagem de Manchester, que poderiam ter resposta noutros locais”. “Verifica-se ainda uma procura do Serviço de Urgência apenas para a realização de testes Covid, que em nada beneficia a capacidade de resposta para os doentes efetivamente urgentes”, vincou, apelando aos utentes que utilizem a urgência hospitalar “apenas em situações realmente urgentes”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Suspeito de esfaqueamento detido pela Judiciária

Um homem de 24 anos que tentou matar outro com uma faca, no ano passado em Rio Maior, foi detido no dia 24 de maio pelo Departamento de Investigação Criminal de Leiria da Polícia Judiciária em Ferrel, no concelho de Peniche.

pj

João Almeida com Covid-19 desiste do Giro d’Italia

A 18ª etapa do Giro d’Italia, nesta quinta-feira, fica marcada pela ausência do ciclista caldense João Almeida, que acusou positivo à Covid-19, sendo assim forçado a abandonar a prova, quando ocupava o quarto lugar, a 1 minuto e 54 segundos do líder e a 49 segundos do pódio.

almeida 3