Q

Previsão do tempo

22° C
  • Tuesday 24° C
  • Wednesday 23° C
  • Thursday 24° C
23° C
  • Tuesday 25° C
  • Wednesday 24° C
  • Thursday 25° C
24° C
  • Tuesday 27° C
  • Wednesday 25° C
  • Thursday 27° C

ACCCRO ofereceu 500 árvores às freguesias para reduzir pegada ecológica

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Foram entregues na passada sexta-feira 500 árvores às 12 juntas de freguesia do concelho de Caldas da Rainha para compensar os gastos energéticos e ambientais associados ao projeto “Caldas, Rainha do Natal 2021”, promovido pela ACCCRO – Associação Empresarial das Caldas da Rainha e Oeste, em parceria com Câmara Municipal.
Entrega das árvores

Foram entregues na passada sexta-feira 500 árvores às 12 juntas de freguesia do concelho de Caldas da Rainha para compensar os gastos energéticos e ambientais associados ao projeto “Caldas, Rainha do Natal 2021”, promovido pela ACCCRO – Associação Empresarial das Caldas da Rainha e Oeste, em parceria com Câmara Municipal.

Com intuito de colmatar parte dos custos ambientais e reduzir a pegada ecológica decorrentes da iluminação de natal durante 55 dias, a ACCCRO decidiu doar 25 carvalhos espécie alvarinho, por cada megawatt consumido durante o evento, o que perfaz os 500 exemplares para serem plantados em locais selecionados por cada junta de freguesia.

Esta distribuição das árvores, que decorreu a par de ações de sensibilização para as questões ambientais e ecológicas, tem como objetivo transformar “este ato simbólico num marco histórico associado a este projeto”, explicou o presidente da ACCCRO, Luís Gomes.

De acordo com a associação de comerciantes, “estimamos que gastamos cerca de 18,3 mega watt em consumo energético pelos 55 dias de luzes ligadas no âmbito do projeto ‘Caldas, Rainha do Natal 2021’”, de acordo com os valores dos 18 contadores espalhados pela cidade para este projeto, com leituras individuais no final do mês de novembro.

A eficiência energética, por sua vez, também se reflete “numa poupança de 14 megawatts, cerca de 80%, face às tradicionais lâmpadas incandescentes”.

A associação recorreu a cerca de 18.750 garrafas de plástico, que “foram poupadas de ir para o lixo” para serem utilizadas em decorações natalícias e pinheiros colocados como adorno de rua, e ainda selecionou uma empresa que “prima pelos princípios de poupança e sustentabilidade do território nos projetos que executa, princípios esses em que também nos revemos”. “Tudo isto mostra a nossa preocupação com a causa ambiental”, frisou o presidente da ACCCRO, adiantando que “não vamos conseguir anular tudo, mas queremos que seja um evento ainda mais amigo do ambiente”. Presente na ação de distribuição e sensibilização também esteve o presidente da Câmara Municipal, Vitor Marques, que afirmou que “esta é uma iniciativa representativa daquilo que pensamos não só nesta época natalícia, como também aquilo que será o nosso mandato, em que todos devemos de ter mais cuidado e atenção com o ambiente”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Jorge Castro lança livro na Biblioteca

Organizado pela Comunidade de Leitores e Cinéfilos das Caldas da Rainha, realiza-se no dia 15 de outubro, pelas 14h30, na Biblioteca Municipal das Caldas da Rainha, o lançamento, na região Oeste, do 18.º livro de Jorge Castro, "Isto, agora são outros 70...", um retrato de Portugal com cerca de 200 fotografias comentadas, do período de 1970 a 1974.

jorge

PSP faz operação de prevenção criminal no centro da cidade das Caldas

Uma operação especial de prevenção criminal sobre grupos de risco que habitualmente frequentam artérias e estabelecimentos de bebidas no centro da cidade de Caldas da Rainha, nomeadamente na Praça 5 de Outubro e no Largo da Rainha, entre outras zonas, foi desenvolvida pela PSP na noite da passada sexta-feira e madrugada de sábado.

psp

Despiste mortal na estrada entre a Foz e Caldas

Um homem de 63 anos morreu na sequência do despiste do carro que conduzia, ao final da manhã da passada quinta-feira na variante entre a Foz do Arelho e as Caldas da Rainha, na zona da freguesia do Nadadouro, após uma curva.

despiste 1