Q

Previsão do tempo

17° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 24° C
  • Saturday 24° C
17° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 25° C
  • Saturday 25° C
17° C
  • Thursday 28° C
  • Friday 28° C
  • Saturday 27° C

Ministra defende implementação de videovigilância nas Caldas para prevenção de crimes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A ministra da Administração Interna afirma que o eventual reforço do efetivo afeto à esquadra das Caldas da Rainha da PSP “está dependente da conclusão do Curso de Formação de Agentes que se encontra a decorrer e será analisado no quadro global do dispositivo da PSP e das necessidades identificadas”. Defendeu também que “poderá constituir-se como importante instrumento de prevenção criminal a implementação de um sistema de videovigilância na cidade das Caldas da Rainha”, adiantando que “foram já desenvolvidas diligências junto da Câmara Municipal” para a “célere” instalação.
Margarida Blasco respondeu aos deputados do PSD na Assembleia da República

A ministra da Administração Interna afirma que o eventual reforço do efetivo afeto à esquadra das Caldas da Rainha da PSP “está dependente da conclusão do Curso de Formação de Agentes que se encontra a decorrer e será analisado no quadro global do dispositivo da PSP e das necessidades identificadas”. Defendeu também que “poderá constituir-se como importante instrumento de prevenção criminal a implementação de um sistema de videovigilância na cidade das Caldas da Rainha”, adiantando que “foram já desenvolvidas diligências junto da Câmara Municipal” para a “célere” instalação.

Margarida Blasco respondeu desta forma aos deputados do PSD na Assembleia da República, Hugo Oliveira, Telmo Faria, Sofia Carreira, João Santos e Ricardo Carvalho, que haviam questionado a ministra sobre os problemas de segurança ocorridos em maio nas Caldas da Rainha.

“O número de agentes efetivos da PSP na cidade das Caldas da Rainha tem vindo a diminuir nos últimos anos, trazendo notórias dificuldades na manutenção da ordem pública. O aumento da insegurança é uma realidade incontornável e fácil de constatar pelos constantes relatos noticiosos sobre a mesma”, referiram os deputados, que interrogaram se era do conhecimento da ministra “este problema latente” nas Caldas da Rainha, se estava previsto o reforço de efetivos e quais as medidas que poderiam ser tomadas para mitigar os problemas de segurança.

A governante indicou que, conforme informação da PSP, a esquadra das Caldas da Rainha “é pontualmente reforçada com efetivo de outras subunidades do Comando Distrital de Leiria e da Unidade Especial de Polícia, sempre que considerado necessário, no âmbito da gestão integrada dos meios da PSP”.

“A PSP das Caldas da Rainha tem procurado direcionar o reforço da visibilidade policial para os locais onde se têm registado incidentes, reforço que se procurará manter, no quadro dos meios disponíveis”, acrescentou.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Escultura de homenagem à PSP deixa polícias emocionados pela ligação à comunidade

Foi inaugurada na passada sexta-feira uma escultura de homenagem à PSP na sede da Divisão Policial das Caldas da Rainha, a propósito dos 150 anos do Comando Distrital. Peça da autoria de Carlos Oliveira em parceria com a empresa MVC Portuguese Limestones, representa “um gesto de apreço pela entrega abnegada dos nossos polícias no que fazem na defesa dos que mais precisam”, considerou o superintendente, Luís Carrilho, diretor nacional da PSP, presente na cerimónia.

escultura1 1

Caldense no pódio de Miss Inteligência Artificial

Olivia C. é uma influencer portuguesa, gerada por IA (Inteligência Artificial), que ficou no pódio do primeiro concurso de beleza de IA do mundo. Natural das Caldas da Rainha, Olivia ficou em terceiro lugar. Lalina, da França, ficou em segundo e a grande vencedora foi Kenza Layli, de Marrocos. 

olivia

Menor internado em centro educativo por atear seis fogos florestais

O Tribunal da Relação de Coimbra confirmou a pena de medida tutelar educativa de internamento em centro educativo, em regime fechado, pelo período de três anos, aplicada a um menor de quinze anos pelo Juízo de Família e Menores das Caldas da Rainha, pela prática de cinco crimes de incêndio florestal e outro qualificado como incêndio florestal agravado.

menor