Q

Previsão do tempo

20° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 24° C
  • Saturday 24° C
20° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 25° C
  • Saturday 25° C
24° C
  • Thursday 28° C
  • Friday 28° C
  • Saturday 27° C

Alunos da ETEO apresentaram projetos inovadores para potenciar turismo da região

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O empreendedorismo jovem esteve em evidência no dia 12 de junho na Escola Técnica Empresarial do Oeste (ETEO) com a apresentação dos projetos das Provas de Aptidão Profissional (PAP) de dezfinalistas (3º ano) do Curso Técnico de Turismo, com a apresentação de dez ideias de negócio para desenvolver o turismo.
O Cocktail “Ice Queen – O sabor da realeza”

Os jovens apresentaram as suas ideias de negócio em formato de exposição com protótipo.

O evento contou com a presença de vários empresários da região ligados ao ramo. Os estudantes tiveram assim a oportunidade de mostrar e explicar a sua ideia de negócio.

Foi uma sessão rica de partilha, que permitiu aferir a perceção destes jovens sobre diversas questões relacionadas com as suas vivências, sobre questões locais, desafios e estratégias para colmatar dificuldades e constrangimentos que identificaram na construção dos seus projetos.

A coordenadora do curso, Susana da Cunha, destacou a multidisciplinariedade dos projetos, que contam com a colaboração de professores e colegas de outros cursos, mas também empresas que eles contactam para desenvolver as suas ideias de negócio.  

A professora, que acompanhou todo o processo para a sua concretização, destacou que, com esta exposição, quiseram mostrar como trabalham os alunos.

“A ideia principal é envolver inicialmente as empresas, com que os alunos fazem parcerias para a criação dos produtos, para serem exequíveis”, disse a responsável.

Susana da Cunha adiantou que o “objetivo é os projetos terem continuidade e noutras PAP´s não são estanques e podem ser inovados”.

A professora declarou que é importante “tirar os projetos do papel e torná-los exequíveis e também é fundamental colocar os alunos a pensar e a serem empreendedores e criarem o seu negócio, porque há aqui projetos mutos bons que podem ser agarrados”.

Susana da Cunha espera que estas ideias “possam contribuir para o desenvolvimento sócio-económico da região”.

Projetos

O cocktail “Ice Queen – O sabor da realeza”, inspirado no Chá da Rainha, está em destaque nos projetos desenvolvidos. A ideia é de Nicole Silvestre, que quis “criar algo diferente e que tivesse impacto nas Caldas da Rainha”.

O projeto é um cocktail de autor, cuja base é composta por um xarope com sete elementos que retratam física e psicologicamente as caraterísticas da Rainha D. Leonor.

Para a criação do cocktail a aluna contactou com a chef de sala Marisa Rosa, da Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste, e Paulo Santos, proprietário do Cabaret Voltaire. “As misturas do Ice Queen, o sabor da realeza, foi sugerido pelo responsável do Cabaret Voltaire, que já está a comercializar o cocktail”, revelou Nicole Silvestre.

Paulo Santos que fez o Ice Queen ao vivo na apresentação que decorreu no exterior da escola, disse ao JORNAL DAS CALDAS que “é uma honra poder trabalhar em parceria com a ETEO”. “Eu tenho a experiência, mas ela deu-me os sabores base que queria e depois de muitas experiências chegámos a este fantástico produto final. Vai ficar assinado por Nicole Silvestre no menu de “Signature Cocktails” (bebida de assinatura) e tem o preço de nove euros”, referiu o responsável.

O empresário considera que deveria haver mais empresários envolvidos nestas iniciativas porque aparecem projetos “verdadeiramente inovadores e empreendedores”.

No final os convidados saborearam o cocktail e a opinião foi “positiva”.

Também no exterior do estabelecimento de ensino houve uma degustação de vários produtos endógenos do Alto Alentejo. Tratou-se do projeto de Joana Aurélio, que nasceu em Portalegre e criou o site promocional intitulado “À Descoberta do Alto Alentejo”, onde o público consegue descobrir mais sobre o Alto Alentejo e os locais que Portalegre tem para oferecer. As pessoas podem aceder à plataforma através do Código QR que a aluna criou.

Numa sala da escola estiveram em exposição e foram apresentados outros projetos como o Welcome Kit, para unidades hoteleiras, inspirado na maçã de Alcobaça.

O kit é feito a partir de maçãs selecionadas e personalizadas, onde é colocado um autocolante com a logotipagem que se pretende na maçã.

A ideia é de Nádia Melim, que explicou que o “kit de boas-vindas é uma forma especial de receber os hóspedes, pois cada kit será colocado nos quartos dentro de uma caixa, também ela personalizada”.

O “Chá da Rainha” é o projeto que resulta de um desafio que os alunos da ETEO fizeram à empresa Infusa para criar uma nova tisana que tivesse por base “as caraterísticas físicas e psicológicas” da monarca, que está a ser comercializado no Hospital Termal e também online. O projeto foi desenvolvido em 2023, mas este ano Filipa Franklim quis desenvolver mais o negócio ligado ao chá e criou a “Box Chá Rainha” (chá e chávena personalizada) e um site que pode ser visto com um Código QR, que tem toda a informação sobre o chá, a história da Rainha D. Leonor e do Hospital Termal.

“Blue Adventures” – “Entre o Céu e a Terra” é a ideia de Matilde Pereira, que no início tinha como objetivo proporcionar um passeio num balão de ar quente na praia da Foz do Arelho. Para isso contactou a empresa “Fábrica de Alegria”, com sede em Rio Maior, mas como é muito dispendioso trazer o balão para as Caldas criou outros pacotes turísticos. Um deles é o “Walking Tour”, dedicado à Arte Nova na cidade das Caldas da Rainha, que tem o acompanhamento de um guia durante todo o programa e que permite explorar a riqueza da história e cultura local.     

Criou ainda a cesta piquenique intitulada “Degustar o Oeste”, que serve para promover a gastronomia regional, e desenvolveu também uma prova de ginja.

Tiago Marques desenvolveu a ideia da “Rota das Rainhas”, onde sugere uma rota por vários pontos da vila de Óbidos que liga às rainhas. A rota pode ser consultada no Instagram e no site que criou para o projeto.

Marta Gaspar desenvolveu a ideia intitulada “Essência da Rainha”, que consiste num conjunto de produtos cosméticos para casa e lazer elaborados para capturar as caraterísticas da Rainha D. Leonor.

Segundo a aluna, “o kit é composto por uma coleção de produtos de lazer e bem-estar desenvolvidos pela empresa Cosmetology, de Sandra Martins”.

Íris Pinto criou o “Kitesurf day”, que é um projeto que consiste numa ação de promoção da modalidade de kitesurf, com o objetivo de ser o elemento aglutinador das várias entidades públicas e privadas que poderão vir a dar o seu contributo para a realização de um Campeonato de Kitesurf num futuro próximo.

A iniciativa contou a realização de uma palestra, que decorreu no dia 14 de junho, que teve como oradores Tomás Magalhães, representante da Associação Portuguesa de Classe Kiteboard, e Laura Vicente, representante do Município das Caldas da área do desporto. 

Erika Rocha apresentou o projeto “Hostel da Estação”, que tem como base a criação de um hostel junto da estação de caminho de ferro na vila de Óbidos, concretamente no antigo armazém de cargas e descargas. O projeto foi desenvolvido em 2023 e este ano a aluna criou vários pacotes turísticos muito completos com visitas às Berlengas, Óbidos, Nazaré, Peniche e à Lagoa de Óbidos, que inclui um passeio de kayak e uma ida ao Covão dos Musaranhos, que podem ser vendidos nos hotéis da região.

Joana Marques quer continuar a desenvolver uma aplicação (app) para telemóvel que foi criada pela Associação Empresarial das Caldas da Rainha e Oeste (ACCCRO), que permite aos visitantes das Caldas conhecerem melhor a história e pormenores da cidade através da realidade aumentada. 

A “Caldas, Rainha do Comércio AR”, lançada pela ACCCRO, permite um percurso pela cidade em cinco etapas, sendo que em cada uma delas há um momento interativo com realidade aumentada.  Por exemplo, apontando para a figura do Zé Povinho, junto à Câmara, será possível ouvir Rafael Bordalo Pinheiro, na Rua das Montras “estão” as doceiras e junto ao Hospital Termal “aparece” a rainha através da câmara do telemóvel. “O meu objetivo é promover a aplicação, criar uma nova imagem e inserir a sinalética de rua a divulgar a app”, contou a estudante.

ETEO 2
“À Descoberta do Alto Alentejo”
(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Caldense no pódio de Miss Inteligência Artificial

Olivia C. é uma influencer portuguesa, gerada por IA (Inteligência Artificial), que ficou no pódio do primeiro concurso de beleza de IA do mundo. Natural das Caldas da Rainha, Olivia ficou em terceiro lugar. Lalina, da França, ficou em segundo e a grande vencedora foi Kenza Layli, de Marrocos. 

olivia1

Menor internado em centro educativo por atear seis fogos florestais

O Tribunal da Relação de Coimbra confirmou a pena de medida tutelar educativa de internamento em centro educativo, em regime fechado, pelo período de três anos, aplicada a um menor de quinze anos pelo Juízo de Família e Menores das Caldas da Rainha, pela prática de cinco crimes de incêndio florestal e outro qualificado como incêndio florestal agravado.

menor

Ferido grave em despiste de scooter

Um homem de 77 anos que conduzia uma scooter sofreu ferimentos graves na sequência do despiste junto à rotunda na Rua Leonel Sotto Mayor, na cidade das Caldas da Rainha, na manhã da passada terça-feira.

scooter