Q

Previsão do tempo

16° C
  • Tuesday 20° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 23° C
17° C
  • Tuesday 21° C
  • Wednesday 23° C
  • Thursday 23° C
17° C
  • Tuesday 22° C
  • Wednesday 25° C
  • Thursday 25° C

XVII Jornadas de Cultura Espírita do Oeste

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
As Jornadas de Cultura Espírita do Oeste tiveram início em 2005, em Óbidos, indo já na sua XVII edição, agora no Centro Cultural e Congressos, nas Caldas da Rainha, nos dias 23 e 24 de março.
José Lucas, secretário do Centro de Cultura Espírita

As Jornadas de Cultura Espírita do Oeste tiveram início em 2005, em Óbidos, indo já na sua XVII edição, agora no Centro Cultural e Congressos, nas Caldas da Rainha, nos dias 23 e 24 de março.

Um evento que, inicialmente era regional, rapidamente se transformou em internacional, procurando abordar a vida espiritual e material dentro dos paradigmas científicos existentes.

José Lucas, secretário do Centro de Cultura Espírita, de Caldas da Rainha, respondeu a algumas questões sobre este evento.

Pergunta – O que é o espiritismo?

José Lucas – O espiritismo (doutrina espírita ou doutrina dos espíritos) é uma ciência filosófica de consequências morais. Como ciência de observação investiga os factos espíritas. Como filosofia explica-os e, como moral aponta a ética e a moral de Jesus de Nazaré, como o caminho mais rápido para a espiritualização do homem. O espiritismo não é mais uma seita ou religião, mas sim uma filosofia de vida, espiritualista, assente nos factos: a imortalidade do espírito, a comunicabilidade dos espíritos, a reencarnação, a pluralidade dos mundos habitados, tudo isto como criação divina.

P – Qual a razão de ser destas Jornadas de Cultura Espírita do Oeste?

JL – Sempre foi a nossa ideia fazermos o que Jesus ensinou, “não deixar a luz sob o alqueire”. Se temos este conhecimento (que qualquer pessoa pode adquirir), temos o dever de o partilhar e, a melhor maneira de o divulgarmos, junto da sociedade, é fazendo eventos ecléticos, em espaços neutros, não numa posição proselitista, mas sim para que as pessoas leiam, estudem, pesquisem e encontrem a certeza da imortalidade, através dos factos espíritas.

P – Qual a mais-valia em ser-se espírita, em conhecer o espiritismo?

JL – Quem estuda o espiritismo encontra leis da natureza que regem a vida material e espiritual. Nesse sentido, o homem, ao saber que é imortal, que a vida continua no plano espiritual (noutra dimensão vibratória), que a reencarnação é hoje uma certeza científica, que a lei de causalidade é imbatível (colhemos na vida o que semeámos), muda inevitavelmente o seu posicionamento existencial, deixando de ser tão egoísta, ganancioso, orgulhoso, mau, na certeza de que o devir é sempre fruto do nosso existir de ontem, onde semeámos o bem ou o mal, no nosso íntimo. Tendo a certeza da imortalidade, o espiritismo é o maior antídoto contra o suicídio (o fundo falso da vida), contra o aborto, a eutanásia, considerandos esses que só encontram lógica após o estudo da reencarnação, como lei biológica, ainda desconhecida de muitos académicos.

P – Existe algum interesse pecuniário com a prática espírita?

JL – Os bons espíritos, tal como Jesus de Nazaré ensinou – dar de graça o que de graça se recebeu – alertam que o cidadão, na terra, tem o dever de contribuir com a sociedade que o acolheu, com o seu esforço, suor e trabalho e, que, toda atividade espírita deve ser gratuita, fraterna, solidária, sem qualquer interesse que não seja o de ter a alegria de servir, de ser útil ao próximo, desprovido de qualquer intenção interesseira. Nesse sentido, os espíritas não cobram nem aceitam donativos pelas suas atividades espirituais e de auxílio ao próximo. Isso seria um crime de simonia.

P – O que vai acontecer nas Caldas da Rainha, nos dias 23 e 24 de março?

JL – Este ano, temos um programa muito ambicioso (no bom sentido), concertando qualidade com diversidade. As Jornadas de Cultura Espírita do Oeste são um espaço verdadeiramente espírita, onde a fraternidade, amizade e igualdade são o paradigma do evento. Teremos música, teatro, dança, stand-up comedy, tudo na vertente espírita, exposições estáticas de pósteres temáticos de pesquisa espírita, arte espírita, livraria, autógrafos, lançamentos nacionais de livros, conferências de índole espírita, entrevistas e mesa-redonda.

P – Quem são os vossos convidados?

JL – Maurício Virgens (barítono) que vem da Alemanha, Sílvia Torres (música) dos Açores, Joaquim Pederneira, Reinaldo Barros, João Gomes (músicos), Ângela Luyet (atriz), Edmundo Cezar (ator), Joana Santos (stand-up comedy espírita), Gláucia Lima (psiquiatra e investigadora), Jorge Gomes (naturalista, escritor e jornalista), Vasco Marques (gestor), Carlos Miguel (engenheiro), Francisco Reis (gestor) e Ana Duarte (professora), de Portugal, Angélia Almeida (historiadora) e Alexander Moreira-Almeida (psiquiatra, professor universitário e cientista), ambos vindos do Brasil. Este último lançará em Portugal o seu livro “Ciência da Vida Após a Morte” e efetuará a abertura e encerramento do evento.

P – Quem estiver interessado o que deve fazer?

JL – Temos tudo aquilo que precisam saber em https://bit.ly/3HcSrB1, podendo pesquisar no site do Centro de Cultura Espírita de Caldas da Rainha, ou na página do Facebook das Jornadas de Cultura Espírita do Oeste. O preço de entrada para os dois dias é simbólico (12,50 €), cuja receita serve para ajudar a pagar o aluguer do espaço físico. No entanto, se alguém não puder pagar, pode entrar sem qualquer problema. Basta ir ao link de inscrição, que se encontra no Facebook ou no “site” e, a inscrição é automática e intuitiva. Depois, é disfrutar e aproveitar para conviver, rever amigos, fazer novos amigos e aprendermos uns com os outros, um pouquinho que seja.

P – Este evento é apenas para espíritas?

JL – É essencialmente para não espíritas. É para pessoas que queiram saber o que pensamos, independentemente das suas convicções existenciais, na certeza de que “o meu amigo não é o que pensa como eu, mas o que pensa comigo”. Sejam todos bem-vindos.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Tenistas caldenses arrecadam títulos regionais

Decorreram entre os dias 5 e 8 de abril os campeonatos regionais individuais dos escalões Sub14 e Sub18. Os atletas do Clube de Ténis das Caldas da Rainha / Felner Tennis Academy marcaram forte presença nestas provas e conquistaram diversos títulos.

titulos1

Rodrigo Inácio vence em Leiria

Decorreu no passado fim de semana o "Torneio Juvenil" organizado pelo Racket Sports Club Leiria destinado aos escalões Sub14 e Sub18. Esta prova de categoria C do calendário da Federação Portuguesa de Ténis contou com a presença de atletas do Clube de Ténis das Caldas da Rainha: Diogo Faustino, Maria Milhões Maia, Matilde Figueiredo e Rodrigo Inácio.

tenis 1