Q

Previsão do tempo

16° C
  • Tuesday 19° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 23° C
16° C
  • Tuesday 20° C
  • Wednesday 23° C
  • Thursday 24° C
16° C
  • Tuesday 22° C
  • Wednesday 25° C
  • Thursday 25° C

Proteção Civil com simulacros durante uma semana

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Ao longo de mais de uma semana, entre 4 e 14 de março, o Serviço Municipal de Proteção Civil (SMPC) das Caldas da Rainha realiza o Caldex’24, um programa que inclui exposição de meios e simulacros de incêndios, resgate no mar, roubo de automóvel e acidente de viação.
A equipa do Serviço Municipal de Proteção Civil

Ao longo de mais de uma semana, entre 4 e 14 de março, o Serviço Municipal de Proteção Civil (SMPC) das Caldas da Rainha realiza o Caldex’24, um programa que inclui exposição de meios e simulacros de incêndios, resgate no mar, roubo de automóvel e acidente de viação.

O objetivo é “testar a coordenação entre os agentes da Proteção Civil e a capacidade de resposta dos mesmos em situações inusitadas”, explicou ao JORNAL DAS CALDAS o coordenador do SMPC, Gui Caldas.

A iniciativa começa com uma exposição de meios do SMPC, PSP, GNR, Bombeiros, Cruz Vermelha Portuguesa (CVP), Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil e Exército. Será na Expoeste, no dia 1 de março, pelas 10h30.

No dia 4, pelas 10h30, será simulado um incêndio rural em Vidais, com evacuação de uma instituição particular de solidariedade social que se localiza próximo das chamas, que em teoria teriam começado pelas 05h45 na localidade das Mestras. Trata-se de um exercício que contará com o envolvimento da Unidade Local de Proteção Civil (ULPC) dos Vidais, da CVP, da GNR e do SMPC.

De acordo com a descrição do cenário, “para o combate do incêndio foram ativados diversos veículos de combate da sub-região do Oeste, sendo reforçados com grupos da região de Lisboa e Vale do Tejo”.

Foi comunicado pelo comandante das operações a necessidade de evacuar vinte utentes do Centro de Dia de Vidais, que vão colaborar nesta operação, sendo retirados para a Zona de Concentração e Apoio às Populações (ZCAP) de Vidais, situada em Ribeira de Castos, que tem capacidade para vinte e cinco pessoas em caso de catástrofes.

Os trabalhos, que decorrerão ao longo de uma hora, visam o transporte dos utentes e a sua distribuição pela ZCAP.

No dia 5, pelas 10h30, realiza-se outro exercício idêntico, mas na cidade, com evacuação para o Campo da Mata.

Tem a participação da Associação Social e Cultural Paradense, do Chão da Parada, com cerca de vinte utentes, que serão transportados para uma ZCAP criada provisoriamente. A iniciativa tem a participação do SMPC, da Divisão de Obras e Manutenção da Câmara, da Escola de Sargentos do Exército, GNR e ULPC de Nossa Senhora do Pópulo, Coto e São Gregório.

No dia 6, o incêndio rural obriga a simulação de nova evacuação, agora nas Mestras, a partir das 10h30. O transporte de vinte utentes do Centro Social e Paroquial de Nossa Senhora das Mercês para a ZCAP existente na antiga escola das Mestras. As entidades envolvidas são o SMPC, a Unidade de Desenvolvimento Social da Câmara, a GNR e a ULPC de Carvalhal Benfeito.

Serão em todos os exercícios incluídos testes aos meios logísticos e à alimentação necessária para os acolhidos.

No dia 7, pelas 10h30, será simulado um incêndio urbano na Infancoop, Cooperativa de Pais Trabalhadores Para Apoio À Infância. Os bombeiros estarão nas operações de socorro.

No dia 9, a partir das 10h30, haverá um resgate no mar, na Foz do Arelho, num dos momentos com mais meios envolvidos.

Trata-se de um acidente ao largo da Foz, com quatro tripulantes a bordo de uma embarcação, que pedem ajuda via rádio.

Entretanto, o Instituto de Socorros a Náufragos envia o salva-vidas, só que dois tripulantes acabam por desaparecer e começam as buscas, primeiro com um drone do SMPC, depois com um helicóptero da Força Aérea. Com a Marinha empenhada nas operações assim como os bombeiros voluntários das Caldas da Rainha, constata-se a necessidade de um resgaste em grande ângulo para puxar um dos tripulantes que deu à costa pela falésia. Os trabalhos contam com a GNR no controlo do trânsito, com os meios a reunirem-se no estacionamento da antiga Green Hill.

No dia 12, pelas 10h30, haverá a simulação do roubo de um automóvel com perseguição da PSP e troca de tiros fictícia, com ferimentos. Será montada uma barreira policial na Avenida General Pedro Cardoso. O caso envolve também a inativação de um engenho explosivo.

No dia 14, pelas 10h30, na Avenida General Pedro Cardoso, haverá um simulacro de acidente de viação. Nestas duas últimas ocorrências simuladas será igualmente fulcral o papel dos bombeiros e da viatura médica de emergência e reanimaçã

O SMPC tem o gabinete no edifício dos Paços do Concelho e para além do coordenador Gui Caldas integra o chefe de sala de operações, Hugo Simões, e duas técnicas de atendimento e operações, Maria Oliveira e Ana Simões. Existem outros seis elementos de intervenção.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Filmes premiados nas Caldas em exibição nos aviões da TAP

A partir de junho, os passageiros que viajem de e para as Américas (Brasil, Estados Unidos, Canadá e Venezuela) e África (Luanda, Maputo e São Tomé) terão à sua disposição filmes nacionais selecionados entre os premiados da edição de 2023 do Festival Internacional de Cinema de Turismo ART&TUR, realizado em outubro nas Caldas da Rainha.

filmes

Tenistas caldenses arrecadam títulos regionais

Decorreram entre os dias 5 e 8 de abril os campeonatos regionais individuais dos escalões Sub14 e Sub18. Os atletas do Clube de Ténis das Caldas da Rainha / Felner Tennis Academy marcaram forte presença nestas provas e conquistaram diversos títulos.

titulos1