Q

Previsão do tempo

23° C
  • Thursday 23° C
  • Friday 25° C
  • Saturday 24° C
23° C
  • Thursday 23° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 25° C
26° C
  • Thursday 26° C
  • Friday 28° C
  • Saturday 27° C

Homenagem Luiz Pacheco no Diga 33

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
No passado dia 20 o Teatro da Rainha dedicou o Diga 33 – Poesia no Teatro ao editor, crítico e escritor Luiz Pacheco (1925-2008), que nas Caldas da Rainha viveu entre 1964 e 1968. A sessão teve lugar no Pequeno Auditório do Centro Cultural e de Congressos.
Henrique Bento Fialho, António Cândido Franco e José Carlos Faria

No passado dia 20 o Teatro da Rainha dedicou o Diga 33 – Poesia no Teatro ao editor, crítico e escritor Luiz Pacheco (1925-2008), que nas Caldas da Rainha viveu entre 1964 e 1968. A sessão teve lugar no Pequeno Auditório do Centro Cultural e de Congressos.

O evento contou com a presença de António Cândido Franco, autor de “O Firmamento é Negro e Não Azul. A Vida de Luiz Pacheco”.

Diga 33 – Poesia no Teatro regressará em setembro.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Escultura de homenagem à PSP deixa polícias emocionados pela ligação à comunidade

Foi inaugurada na passada sexta-feira uma escultura de homenagem à PSP na sede da Divisão Policial das Caldas da Rainha, a propósito dos 150 anos do Comando Distrital. Peça da autoria de Carlos Oliveira em parceria com a empresa MVC Portuguese Limestones, representa “um gesto de apreço pela entrega abnegada dos nossos polícias no que fazem na defesa dos que mais precisam”, considerou o superintendente, Luís Carrilho, diretor nacional da PSP, presente na cerimónia.

escultura1 1

Caldense no pódio de Miss Inteligência Artificial

Olivia C. é uma influencer portuguesa, gerada por IA (Inteligência Artificial), que ficou no pódio do primeiro concurso de beleza de IA do mundo. Natural das Caldas da Rainha, Olivia ficou em terceiro lugar. Lalina, da França, ficou em segundo e a grande vencedora foi Kenza Layli, de Marrocos. 

olivia

Menor internado em centro educativo por atear seis fogos florestais

O Tribunal da Relação de Coimbra confirmou a pena de medida tutelar educativa de internamento em centro educativo, em regime fechado, pelo período de três anos, aplicada a um menor de quinze anos pelo Juízo de Família e Menores das Caldas da Rainha, pela prática de cinco crimes de incêndio florestal e outro qualificado como incêndio florestal agravado.

menor