Q

Previsão do tempo

16° C
  • Saturday 21° C
  • Sunday 22° C
  • Monday 22° C
16° C
  • Saturday 21° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 23° C
17° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 25° C
  • Monday 25° C

António Morgado termina em 67º em Itália

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Depois de um começo promissor, em que cumpridas três etapas estava na 21ª posição, a apenas a 36 segundos do então líder, o belga Alec Segaert, da Lotto Dstny Development Team, a quarta etapa, no dia 14 de junho, viria a mudar a história do ciclista caldense António Morgado, único português no Giro Next Gen, em Itália, uma Volta a Itália mais pequena para os sub-23.
O ciclista de Salir do Porto ambicionava uma boa posição (foto jcz__photos)

Depois de um começo promissor, em que cumpridas três etapas estava na 21ª posição, a apenas a 36 segundos do então líder, o belga Alec Segaert, da Lotto Dstny Development Team, a quarta etapa, no dia 14 de junho, viria a mudar a história do ciclista caldense António Morgado, único português no Giro Next Gen, em Itália, uma Volta a Itália mais pequena para os sub-23.

O corredor de Salir do Porto, de 19 anos, sentiu uma indisposição na prova e foi obrigado a sacrificar as suas ambições pessoais. O líder da sua equipa, Hagens Berman Axeon, o irlandês Darren Rafferty, ficou em 3º na ligação Morbegno-Passo dello Stelvio, enquanto António Morgado chegava em 72º, a 18 minutos e 25 segundos do vencedor da etapa de 119 quilómetros, o norueguês Johannes Staune-Mittet (Jumbo-Visma Development Team), que passou a liderar. Darren Rafferty ficava em 2º da geral, a 18 segundos, e a Hagens Berman Axeon subia dois lugares, para 2º, a 6 minutos e 39 segundos da líder Jumbo-Visma Development Team.

A organização anunciou entretanto que foram desqualificados 31 ciclistas, filmados a cruzar a linha de meta agarrados a motas e carros de apoio, forma ilegal de chegarem ao final de uma montanha íngreme e brutal.

António Morgado não estava nesse leque de ciclistas, mas caía 41 posições, para o 62º, a 18 minutos e 50 segundos do líder, e nas quatro etapas seguintes não recuperou lugares, pelo contrário. Acabou em 67º, entre os 115 ciclistas que terminaram a prova (iniciaram 175), a 58 minutos e 51 segundos do vencedor, Johannes Staune-Mittet. Darren Rafferty ficou em 2º, a 47 segundos. A equipa do caldense terminou em 6º, a 25 minutos e 18 segundos da triunfante Jumbo-Visma Development Team.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Estrangeiro com mandado de extradição detido nas Caldas

Um estrangeiro de 35 anos sobre quem pendia um pedido de extradição de Portugal por um estado membro da União Europeia foi detetado nas Caldas da Rainha no passado dia 19 após ter sido interveniente num acidente de viação, onde acusou álcool no sangue.

policia

3º Grande Prémio de Atletismo “Corre Cadaval”

Cerca de uma centena de atletas participou no Grande Prémio de Atletismo "Corre Cadaval", prova promovida no dia 15 de junho pelo Município com o apoio da Associação de Atletismo de Lisboa.

corre

Rapariga de 17 anos morre em acidente de viação

Uma rapariga de 17 anos morreu nesta quinta-feira na sequência da colisão frontal do ciclomotor que conduzia com um veículo ligeiro de passageiros, em A-dos-Francos, nas Caldas da Rainha.

acidente1