Q

Previsão do tempo

16° C
  • Wednesday 16° C
  • Thursday 18° C
  • Friday 21° C
16° C
  • Wednesday 17° C
  • Thursday 19° C
  • Friday 21° C
16° C
  • Wednesday 17° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 24° C

Gabinete de Apoio ao Munícipe vai concentrar serviços de atendimento da Câmara

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Teve lugar a 19 de maio a assinatura do auto de consignação da obra de transformação da antiga galeria municipal Osíris no Gabinete de Apoio ao Munícipe, que irá ter um custo de cerca de 375 mil euros e tem um prazo de conclusão de quatro meses.

Teve lugar a 19 de maio a assinatura do auto de consignação da obra de transformação da antiga galeria municipal Osíris no Gabinete de Apoio ao Munícipe, que irá ter um custo de cerca de 375 mil euros e tem um prazo de conclusão de quatro meses.

Para assinalar o momento, a autarquia convidou os jornalistas a estarem presentes e aproveitou a ocasião para realizar uma conferência de imprensa com o presidente da Câmara, Vitor Marques, e os dois vereadores eleitos pelo movimento “Vamos Mudar”, Joaquim Beato e Conceição Henriques.

O espaço vai contar com sete postos de atendimento diretamente relacionados com a Câmara e três relativos aos Serviços Municipalizados. O Espaço Cidadão e a Tesouraria vão também passar a funcionar neste local. A sala de espera vai ter 47 lugares sentados.

A obra vai também corrigir um erro de construção daquela zona, uma vez que, segundo o vice-presidente Joaquim Beato, “com o calor que se fazia sentir, não era quase utilizável”. Vão ser criadas oito clarabóias elétricas que permitirão uma melhor climatização do espaço.

A consignação desta obra “é um passo na caminhada que este executivo tem feito para mudar a forma como a Câmara Municipal funciona e interage com os munícipes”, destacou o presidente da autarquia.

Também a vereadora Conceição Henriques salientou o compromisso que o executivo tem na aproximação ao munícipe. Segundo a autarca, o trabalho de modernização administrativa está a ser realizado ao nível das instalações, dos recursos humanos, dos procedimentos e a tecnologia utilizada.

A Câmara vai investir cerca de 200 mil euros na implementação de um software de Gestão Documental, bem como diferentes plataformas de interação digital. Tal como é prática há vários anos noutras autarquias, nas Caldas da Rainha vai passar a ser possível submeter digitalmente projetos de arquitetura e de outros elementos relacionados com o setor do Urbanismo (plataforma E-Paper).

Conceição Henriques explicou que a digitalização dos processos vai permitir uma melhor agilização, acompanhamento do percurso dos documentos entregues e melhoria dos procedimentos, através da avaliação que irá ser feita.

Os funcionários da Câmara já estão a receber formação para utilizarem a nova tecnologia que vai ser adotada.

Ao mesmo tempo, têm vindo a serem adquiridos novos equipamentos informáticos e melhoradas as infraestruturas da rede interna.

Vai ser ainda criado um novo site. “O nosso website há muito que carece de uma forte atualização de funcionalidades e de aspeto, garantindo uma maior usabilidade tornando-se numa referência na comunicação do município”, referiu o presidente da Câmara.

Para Vitor Marques, “esta é uma caminhada que até agora tem sido praticamente invisível para o exterior, porque tem sido feito um trabalho de fundo no conhecimento da realidade operacional da Câmara Municipal”. No entanto, acredita que em breve será bem notório tudo o que tem vindo a ser feito.

“Encontrámos uma Câmara Municipal estagnada, com poucos recursos materiais e humanos, focada no desempenho económico e com grandes dificuldades de execução dos seus projetos de modernização e melhoria dos serviços”, comentou o edil caldense.

No entanto, garante que já conseguiram encurtar o tempo de resposta. “O tempo entre a entrada de um documento até à decisão final é muito mais ágil”, afirmou Vitor Marques, dizendo que querem tornar os processos ainda mais rápidos.

Em relação aos recursos humanos, salientou que tem havido uma grande aposta na formação dos funcionários. “Foram realizadas mais horas de formação no último ano do que nos últimos sete anos somados”, informou.

Na sua opinião, a modernização administrativa poderá ser dos atos mais importantes deste mandato, apesar de ser menos visível “do que fazer um grande edifício”.

Vitor Marques anunciou ainda que estão também a ser preparados os meios tecnológicos para que as sessões de Câmara Públicas e as Assembleias Municipais passem a ter transmissão em direto na internet.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Caminhada angariou 3900 euros para Liga Portuguesa Contra o Cancro

A caminhada realizada a 19 de maio, nas Caldas da Rainha, no âmbito da iniciativa do Núcleo Regional do Sul da Liga Portuguesa Contra o Cancro “Corrida Pela Investigação”, angariou 3900 euros para bolsas de investigação científica na área da oncologia.

caminhadaLPC1

População unida num “abraço” para a reabertura da Escola do Coto

O fecho da Escola Primária do Coto no final do ano letivo 2022/2023 “por falta de condições de segurança”, que na altura surpreendeu os pais e alunos, levou no dia 15 de maio dezenas de pessoas a protestarem junto ao estabelecimento de ensino para exigirem o arranque das obras de requalificação e a sua reabertura o mais breve possível.

Escola 1