Q

Previsão do tempo

13° C
  • Saturday 18° C
  • Sunday 18° C
  • Monday 17° C
13° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 18° C
  • Monday 17° C
13° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 19° C
  • Monday 18° C

Projeto incentiva moradores a melhorar a vida no Bairro de Santana

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Requalificar espaços públicos e desenvolver atividades que dinamizem o Bairro de Santana, em Peniche, é o propósito do Rua Mais, iniciativa que tem juntado os residentes.

Requalificar espaços públicos e desenvolver atividades que dinamizem o Bairro de Santana, em Peniche, é o propósito do Rua Mais, iniciativa que tem juntado os residentes. Com as ações de embelezamento espera-se inspirar os moradores noutras zonas da cidade e até no resto do país a transformarem os bairros onde vivem.

Um bairro onde os moradores colaboram para recuperar e melhorar o espaço público e proporcionar uma utilização saudável do mesmo, quer através da criação de espaços verdes, de zonas de lazer, de locais para a prática desportiva, de pontos de leitura, de encontro e de convívio. É assim o Bairro de Santana, com cerca de dois mil residentes, que quer passar a ser uma zona de Peniche em que a vivência em comunidade seja mesmo algo seguido à letra, desenvolvendo soluções de embelezamento das ruas com os habitantes e levando-os a participar ativamente na sua concretização.

“A intenção é as pessoas sentirem que é possível colaborarem na resolução de problemas e alegrarem o local onde vivem, sem terem de esperar que as autarquias façam”, relatou Pedro Reis, responsável da iniciativa Rua Mais.

O Bairro de Santana luta para não ser um aglomerado de edifícios que servem apenas como dormitórios e de ruas para estacionar automóveis. No Largo dos Galeões, onde habitavam as duas únicas árvores entre milhares de metros quadrados de betão e alcatrão, começou-se a recuperar o espaço público. Aproveitaram-se dois bancos de jardim e criou-se uma zona de confraternização e bem-estar, e uma cabine telefónica foi transformada em biblioteca, onde qualquer pessoa pode ler os livros disponíveis.

Em redor, o campo de jogos está a ser apetrechado para permitir atividade física e movimento para todos, podendo-se escolher equipamentos e bolas para a prática de diversas modalidades na Biblioteca dos Jogos no parceiro Clube de Lazer, que, entre outros arranjos, está a ser preparado para servir melhor a comunidade com eventos de cultura.

Nas imediações encontra-se a cozinha da rua, onde é possível fazer churrascos. Existe também uma oficina partilhada, com acesso a ferramentas, e uma zona de coworking para atividades profissionais, instaladas numa loja devoluta transformada num espaço colaborativo,

A par da horta comunitária, para produzir alimentos saudáveis, este é também agora o bairro com mais árvores em Peniche – 29 estão espalhadas pelas várias ruas e há mais 45 para serem plantadas.

Quem quiser pode ajudar a varrer e limpar as ruas. É só levar emprestadas as vassouras, pás, baldes e luvas que estão à disposição.

Pedro Reis acredita nos “efeitos dessas melhorias e da participação ativa, na saúde das pessoas e da cidade”.

“As pessoas voltaram a relacionar-se”

“Demos início a conversas e atividades com os vizinhos que nos permitiram detetar quais as maiores necessidade e desejos, e através de pequenas ações demonstrámos o efeito que podem ter na nossa vida: ruas mais limpas, mais bonitas, mais vivas”, conta Pedro Reis, que faz notar que “temos muito o hábito de dizer que está mal e a Câmara ou a Junta não fazem. Sabemos que existe dificuldade de recursos para fazer com rapidez. Conseguimos muitos aliados que sentem confiança que é possível melhorar as nossas ruas. Desde então observámos uma evolução na forma como as pessoas voltaram a relacionar-se entre elas e com o espaço público”.

O coordenador do Rua Mais sustenta que “este apoio vai-nos permitir tornar uma inspiração para o resto da cidade, que está atenta ao que estamos a fazer. Transformar o Bairro de Santana num modelo que inspire e apoie a transformação de outros bairros, através da participação ativa dos seus habitantes”.

Várias gerações envolvidas

Luísa Inês, residente há mais de vinte anos no Bairro de Santana, afirma sentir que este projeto “dá outra vida e uma identidade ao bairro”.

“É um projeto que envolve várias gerações, desde as crianças aos idosos, e fazem-se muitas atividades de grupo”, aponta, comentando que “gosto deste tipo de vida em comunidade”.

“Espaços inativos passaram a ter equipamentos coletivos e dão outra perspetiva ao bairro, que há alguns anos tinha problemas na área social, nomeadamente toxicodependência, que assim se vão dissipando”, refere, sendo de opinião que “é uma ideia que pode ser exemplar e replicada noutros bairros”.

Toda a ajuda é bem-vinda

Cada morador tem competências e conhecimentos que podem ser usados ao serviço do bairro, seja um pedreiro que faz um muro ou um arquiteto que desenha intervenções, todos são bem-vindos a participar.

Há quem ajude na horta comunitária, outros na plantação de árvores. Por exemplo, Manni Reis, de onze anos, colaborou na construção das rampas de skate no Campo de Jogos e todos os sábados contribui para a limpeza de beatas de cigarro espalhadas no chão. “Sinto-me bem a ajudar e noto diferença no bairro”, conta, entusiasmado.

rua2
Arranjo do campo de jogos
(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Detido por tentar matar com caçadeira

A Polícia Judiciária deteve no passado dia 14, nas Caldas da Rainha, um homem de 27 anos, “fortemente indiciado pelos crimes de homicídio na forma tentada, posse de arma proibida e dano”.

cacadeira

Chef da Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste é finalista nos Prémios AHRESP

José Carlos Santos, profissional da área da padaria há 38 anos na sua empresa Padaria Dias (Covilhã) e que integra a equipa técnica do Curso de Padaria Avançada da Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste (EHTO), em Caldas da Rainha, está selecionado como finalista na categoria de Profissional do Ano nos Prémios AHRESP.

padaria