Q

Previsão do tempo

14° C
  • Saturday 18° C
  • Sunday 18° C
  • Monday 18° C
14° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 18° C
  • Monday 19° C
14° C
  • Saturday 20° C
  • Sunday 19° C
  • Monday 20° C

Político não precisa ser sério, bom mesmo é ser habilidoso

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Indigentes, cretinos, imbecis, imberbes e sem caráter; já tudo serve para governar Portugal. Salvo uma ou outra excepção, ninguém escapa a esta visão infernal em que António Costa transformou São Bento, um verdadeiro purgatório governativo.

Indigentes, cretinos, imbecis, imberbes e sem caráter; já tudo serve para governar Portugal. Salvo uma ou outra excepção, ninguém escapa a esta visão infernal em que António Costa transformou São Bento, um verdadeiro purgatório governativo.

Este é o resultado/consequência de andar por aí uma comunicação social e uns comentadores, apaniguados do Partido Socialista e do Governo, que vão apregoando e promovendo a imagem do Primeiro Ministro como, e passo a citar, “é um político muito esperto”, “é um dinossauro com grande capacidade negocial”, “é muito hábil e astuto”, etc, etc, etc…

Ainda há uns dias uma ministra comentava a respeito da vergonha “Galamba”, na televisão, com a maior lata e desfaçatez que “a política é um jogo e que o sr. Primeiro Ministro joga como ninguém”; enfim, ao invés do que aprendemos em 1975/76 naquela disciplina que apareceu chamada “Introdução à Política”, onde ensinavam para além do que era o fascismo, o comunismo, o socialismo ou o Estado Novo, ensinavam também que a política nasceu para resolver os problemas dos cidadãos e das sociedades e que devia sempre ser exercida com espírito de missão e acompanhada de valores éticos e morais inegociáveis, ao invés, como dizia, temos hoje toda uma comunidade televisiva a louvar a hipocrisia do “poucochinho”, as vigarices do setor empresarial do Estado que ele desgoverna, a incompetência que ele manifesta no recrutamento de “empregados do Estado” a quem chamam ministros e secretários de Estado, a arrogância que transmite quando diz “habituem-se” e de forma despudorada anda há oito anos a criar mais pobres e a afundar o país para a cauda da Europa, e ainda quando carateriza toda a sua ação política numa palavra apenas, “chicoespertismo” ou dito de forma erudita “empáfia” que enoja qualquer ser pensante.

Hoje privilegiam e valorizam mais um político habilidoso do que um político sério e com caráter.

A comunicação social que lhe faz a promoção da imagem com todos os epítetos e qualificações que infelizmente ele não tem como estadista, só o faz porque como dizia o meu célebre conterrâneo, Bordalo Pinheiro, andam todos a mamar na grande porca.

O CDS-PP faz falta a Portugal.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Oeste e agora?

Estamos em 2024 e temos um novo governo. Um novo partido guia as opções futuras do país. Naturalmente, serão de esperar mudanças em várias áreas sensíveis, nomeadamente na saúde. Neste contexto cremos que uma decisão deve ser revista por quem agora dirige, no que à...

Diversão noturna e viagens de finalistas

Com a Páscoa, mais uma data festiva se passou, uma data muito celebrada ao longo dos anos no que toca a diversão noturna. De norte a sul foram muitos os eventos de celebração da mesma, contudo, já não é como outrora, em que se faziam romarias com família e amigos para diversos espaços noturnos espalhados pelo país fora.

ruben alves2