Q

Previsão do tempo

13° C
  • Tuesday 21° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 22° C
14° C
  • Tuesday 21° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 23° C
14° C
  • Tuesday 23° C
  • Wednesday 24° C
  • Thursday 24° C

Areal das praias diminui mais de dois metros por ano

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O troço entre a praia do Baleal, em Peniche, e a Lagoa de Óbidos, está a registar perda de dimensão até 2,1 metros por ano, segundo dados por satélite que mostram o mar a avançar na costa portuguesa.
Ao longo da costa as praias têm perdido dimensão

O troço entre a praia do Baleal, em Peniche, e a Lagoa de Óbidos, está a registar perda de dimensão até 2,1 metros por ano, segundo dados por satélite que mostram o mar a avançar na costa portuguesa.

A informação foi divulgada pelo consórcio Space for Shore, que no âmbito do programa da Agência Espacial Europeia monitoriza a erosão costeira europeia a partir do espaço, num trabalho que é coordenado em Portugal pela Universidade de Aveiro (UA).

“Apesar de existir uma tendência erosiva em maior parte da costa portuguesa, verifica-se que, em determinados locais, as medidas tomadas pelos gestores costeiros apresentam resultados positivos como na Nazaré ou nas praias a sul da Costa da Caparica”, aponta Paulo Baganha Baptista, investigador do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar da UA e responsável pelo programa em Portugal.

Especialista em biodiversidade e monitorização costeira, a empresa i-Sea, sediada em Bordéus, é líder do Space for Shore, um consórcio financiado em 4 milhões de euros pelo “ESA Coastal Erosion”. Trata-se de um importante programa europeu lançado em 2019 pela Agência Espacial Europeia.

Com base na observação por satélite da zona costeira, para prevenir e mitigar a erosão costeira, durante quatro anos mais de setenta organizações científicas e de gestão costeira dos seis países membros do programa – França, Alemanha, Portugal, Grécia, Roménia e Noruega – partilharam as suas preocupações e expressaram a necessidade de dados e informações regulares para caraterizar a dinâmica do litoral, para avaliar a evolução do risco de erosão e a vulnerabilidade das zonas costeiras às alterações climáticas.

Para cada um dos países Europeus que participaram no estudo “foram produzidos diversos indicadores de erosão costeira”. Paulo Baganha deu conta que “evidenciam-se as tendências de recuo da linha de costa, sendo que as alterações climáticas, o aumento da severidade e persistência de temporais e a tendência geral de subida do nível do mar parecem antecipar cenários preocupantes de erosão costeira caso não sejam adotadas políticas concertadas de mitigação”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Torneio de Voleibol Feminino de Veteranas em Óbidos

A secção de voleibol da Associação Desportiva de Óbidos levou a cabo a 2ª. Edição do Torneio de Voleibol Feminino de Veteranas, no Pavilhão Municipal, no passado dia 26, reunindo nove equipas e 108 atletas, com idade igual ou superior a 30 anos. A vitória coube à equipa Buzz (Marinha Grande).

veteranas1

Acrotramp Clube de Caldas campeão nacional na categoria de juvenis

A equipa da categoria de juvenis do Acrotramp Clube de Caldas, constituída por Rita Laranjeira, Zoe Mendes, Lara Murtinho e Madalena Gonçalves sagrou-se campeã nacional. Rita Laranjeira é campeã nacional em trampolim individual. Zoe Mendes e Andreia Berto (seniores) alcançaram o pódio no 3º lugar. Rita Laranjeira e Lara Murtinho ficaram em 3º lugar em trampolim sincronizado.

Acrotramp1