Q

Previsão do tempo

14° C
  • Wednesday 17° C
  • Thursday 18° C
  • Friday 21° C
14° C
  • Wednesday 17° C
  • Thursday 19° C
  • Friday 21° C
15° C
  • Wednesday 18° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 23° C

Requalificação do Serviço de Obstetrícia e do Bloco de Partos do hospital

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A maternidade do Centro Hospitalar do Oeste (CHO), localizada na unidade de Caldas de Rainha, vai receber um investimento de 726.255,60 euros para obras de remodelação e requalificação e para a aquisição de novos equipamentos.
Uma das medidas é dotar a unidade com quartos de parto individuais

A maternidade do Centro Hospitalar do Oeste (CHO), localizada na unidade de Caldas de Rainha, vai receber um investimento de 726.255,60 euros para obras de remodelação e requalificação e para a aquisição de novos equipamentos.

Uma parte do investimento, no valor total de 401.255,60 euros, foi atribuída no âmbito da candidatura apresentada ao Programa de Incentivo Financeiro à Qualificação dos Blocos de Parto do Serviço nacional de Saúde e resulta da análise e decisão da Direção Executiva do SNS (DE-SNS) à proposta apresentada pelo CHO.

O CHO vai ainda beneficiar de um reforço no valor de 325 mil euros, que resulta da disponibilidade demonstrada pela Câmara Municipal de Caldas da Rainha em apoiar este projeto.

A requalificação do Bloco de Partos é “uma medida estruturante na criação de condições de qualidade e segurança para as grávidas e acompanhantes, recém-nascidos e profissionais de saúde, contribuindo de forma significativa para a humanização e segurança dos cuidados prestados”, refere a administração do CHO.

Pretende dotar a unidade com quartos de parto individuais, onde a parturiente permaneça durante o trabalho de parto, parto e recuperação pós-parto. O Bloco de Partos do CHO nunca foi intervencionado em termos de obras de fundo, constituindo esta intervenção “uma oportunidade para resolução dos problemas de infraestrutura”.

Entre os investimentos mais relevantes, destaca-se a aquisição de ecógrafo para obstetrícia, ventiladores neonatais de transporte, CTG, doppler fetal, cama de parto, berços e monitores multiparamétricos para grávidas e neonatais, reforçando a vigilância do bem-estar materno-fetal.

A administração espera não só alcançar “a melhoria da qualidade do serviço de saúde à população” mas também conseguir atrair “novos profissionais para este serviço”.

Atualmente, o Serviço de Obstetrícia, que se situa no piso 3 do hospital das Caldas, dispõe de uma área destinada à Urgência de Obstetrícia e Ginecologia, Unidade de Internamento de Curta Duração, Bloco de Partos, Unidade de Cuidados Especiais Neonatais e 27 camas para internamento de grávidas e puérperas.

Contíguo ao Serviço de Urgência de Obstetrícia, o Bloco de Partos destina-se principalmente à prestação de cuidados à mulher em trabalho de parto e puerpério imediato (período imediato ao parto, em regra duas horas), bem assim como ao filho recém-nascido.

Após o nascimento, a mãe e o bebé permanecem no bloco de partos, durante duas horas, após as quais, serão transferidos para a unidade de internamento (situada no mesmo piso), dando continuidade ao plano de cuidados à mãe e ao bebé.

De acordo com a deliberação da DE do SNS, a Urgência de Ginecologia e Obstetrícia da unidade de Caldas da Rainha do CHO vai estar encerrada nos fins-de-semana de 21, 22 e 23 de abril, 5, 6 e 7 de maio, e 19, 20 e 21 de maio.

A operação “Nascer em segurança no SNS” estipula que o Bloco de Partos esteja encerrado a partir das oito da manhã do primeiro dia (sexta-feira) até às oito da manhã de segunda-feira.

A Urgência de Ginecologia/Obstetrícia estará encerrada das oito da noite de sexta-feira até oito da manhã de segunda-feira.

As utentes que necessitem de assistência médica deverão dirigir-se ao Hospital de Santarém ou ao Hospital de Santo André, em Leiria.

“Reitera-se a importância de, antes do recurso a unidades de saúde, contactar previamente o SNS 24 (808 24 24 24). Em situações de emergência, o contacto deve ser feito diretamente para o 112”, avisa a DE do SNS.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Caminhada angariou 3900 euros para Liga Portuguesa Contra o Cancro

A caminhada realizada a 19 de maio, nas Caldas da Rainha, no âmbito da iniciativa do Núcleo Regional do Sul da Liga Portuguesa Contra o Cancro “Corrida Pela Investigação”, angariou 3900 euros para bolsas de investigação científica na área da oncologia.

caminhadaLPC1

População unida num “abraço” para a reabertura da Escola do Coto

O fecho da Escola Primária do Coto no final do ano letivo 2022/2023 “por falta de condições de segurança”, que na altura surpreendeu os pais e alunos, levou no dia 15 de maio dezenas de pessoas a protestarem junto ao estabelecimento de ensino para exigirem o arranque das obras de requalificação e a sua reabertura o mais breve possível.

Escola 1