Q

Previsão do tempo

19° C
  • Wednesday 21° C
  • Thursday 22° C
  • Friday 23° C
19° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 23° C
  • Friday 24° C
20° C
  • Wednesday 24° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 26° C

Padre defende-se de acusação de pedofilia

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O padre Mário Rui Pedras, nascido em Óbidos, foi afastado temporariamente pelo Patriarcado de Lisboa da Paróquia de São Nicolau e Santa Madalena, em Lisboa, por o seu nome constar da lista de abusadores sexuais entregue recentemente pela Comissão Independente.

O padre Mário Rui Pedras, nascido em Óbidos, foi afastado temporariamente pelo Patriarcado de Lisboa da Paróquia de São Nicolau e Santa Madalena, em Lisboa, por o seu nome constar da lista de abusadores sexuais entregue recentemente pela Comissão Independente.

Mário Rui Pedras foi ordenado padre pelo Cardeal-Patriarca D. António Ribeiro, nas Caldas da Rainha, em 27 de junho de 1982.

Numa mensagem aos seus paroquianos, tornada pública, o sacerdote garante que as imputações “são totalmente falsas” e que se trata de “uma denúncia anónima”. A acusação prende-se com supostos atos cometidos na década de 90, num colégio da periferia de Lisboa.

“Ao longo da minha vida sacerdotal não pratiquei o que quer que fosse de censurável, seja pelo prisma da lei canónica, pelo prisma da lei civil ou da ética comportamental”, sublinha.

O padre queixa-se de que a denúncia anónima “não dá a conhecer a identidade de quem a haja feito; não refere o nome da inventada vítima (quem denunciou anonimamente poderia indicar um qualquer nome); não se indica o local onde os falsos abusos teriam sido perpetrados; não fornece qualquer pista para levar a cabo uma investigação, referindo, por exemplo, o nome de potenciais testemunhas que tivessem algum conhecimento sobre o tema”.

Mário Rui Pedras pondera agora agir judicialmente e espera que o Patriarca de Lisboa tome todas as medidas para que seja apurada a verdade.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Aumentam transferências para urgência em pedopsiquiatria de jovens com tendências suicidas

A Urgência Pediátrica da unidade das Caldas da Rainha do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) está a transferir um adolescente a cada semana e meia para um serviço de urgência em pedopsiquiatria. A ideação suicida e a intoxicação medicamentosa voluntária foram os principais motivos de transferência. Predomina a faixa etária entres os 15 e os 18 anos.

saude mental

Administração hospitalar garante esforços para acompanhar grávidas transferidas para Leiria

O diretor do serviço de obstetrícia do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) admitiu na passada segunda-feira que enquanto decorrerem as obras de requalificação que obrigarão a que o internamento, bloco de partos e urgência obstétrica tenham de ser assegurados pelo Hospital de Leiria, a cinquenta quilómetros, vai andar “preocupado” devido à distância a percorrer pelas grávidas, mas garantiu que “tudo faremos para encaminhar bem as senhoras e tentar que os constrangimentos sejam mínimos”.

maternidade2

EB Santo Onofre abriu portas à comunidade

Dezenas de crianças, acompanhadas pelos pais e outros familiares, visitaram a EB de Santo Onofre no passado sábado, para conhecerem a escola que poderão vir a frequentar no próximo ano letivo.

diabertoonofre1