Q

Previsão do tempo

15° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 21° C
  • Saturday 19° C
15° C
  • Thursday 21° C
  • Friday 22° C
  • Saturday 19° C
16° C
  • Thursday 22° C
  • Friday 24° C
  • Saturday 20° C

Qual é o Dia Mundial das Doenças Raras?

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
“Quando há quase dois anos iniciámos uma caminhada com o propósito de trazer para a ordem do dia as doenças raras, fizemo-lo porque muitas pessoas e respetivas famílias necessitavam de maior atenção. Era costume falar sobre doenças raras no mês de fevereiro e mais ainda no último dia, que assinala o Dia Mundial das Doenças Raras. Simbolicamente, o dia raro no ano é substituído pelo dia 28, quando este tem 365 dias”, conta Paulo Gonçalves, presidente executivo da RD-Portugal, União das Associações de Doenças Raras de Portugal.
Paulo Gonçalves, presidente executivo da RD-Portugal, União das Associações de Doenças Raras de Portugal

“Quando há quase dois anos iniciámos uma caminhada com o propósito de trazer para a ordem do dia as doenças raras, fizemo-lo porque muitas pessoas e respetivas famílias necessitavam de maior atenção. Era costume falar sobre doenças raras no mês de fevereiro e mais ainda no último dia, que assinala o Dia Mundial das Doenças Raras. Simbolicamente, o dia raro no ano é substituído pelo dia 28, quando este tem 365 dias”, conta Paulo Gonçalves, presidente executivo da RD-Portugal, União das Associações de Doenças Raras de Portugal.

Com a criação da RD-Portugal, em maio de 2021, “unimos 32 associações na procura de mais e melhores respostas para mais de 260 das quase 6.000 doenças raras registadas”.

“Instituímos, entre nós, que necessitávamos dar visibilidade todos os meses às questões que afetam as pessoas com doenças raras. Temos consciência que tivemos uma estratégia integrada nacional para as doenças raras com pouca participação das famílias afetadas ou das associações suas representantes. Considerámos ser absolutamente crítica a participação dos cidadãos como parceiros de pleno direito. Se as políticas públicas são para os cidadãos, necessitamos ter cidadãos ou seus representantes”, reconhece Paulo Gonçalves.

Foi iniciado um site na internet e foi instituída uma newsletter mensal. “Estamos a construir um edifício digital que auxilie quem tiver dúvidas sobre doenças raras, saúde, investigação, inovação, inclusão ou apoios sociais”, revela, adiantando que “estamos a implementar projetos que aumentam a literacia da sociedade em geral, a começar pelas escolas, para que os alunos levem esta informação para as conversas em casa”.

“Estamos a iniciar um roadshow pelos hospitais e mostrar quem somos, o que já fizemos em ano e meio e o que queremos fazer. Estamos a trabalhar com os Cuidados Primários para aumentar a atenção ao que não é óbvio. Estamos a colaborar com as instituições do Estado para redefinir as estruturas que melhor se adequam às nossas necessidades”, informa.

“Espero que daqui a um ano se perguntarem qual é o Dia Mundial das Doenças Raras, a resposta seja imediata”, exclama.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

João Almeida corre na Suíça

O ciclista caldense João Almeida está a correr a Volta à Suíça, tendo na 1ª etapa ficado em 4º lugar, seguindo-se a 45ª e 24ª posições nas etapas seguintes da prova, e repetindo o 4º lugar na 4ª etapa, que lhe conferem o 2º lugar da geral nesta quarta-feira, 12 de junho.

almeida

Um dia sem urgência no hospital por falta de médicos

“Por ausência de recursos humanos médicos para um atendimento em segurança”, a Urgência Básica do Hospital de Peniche não esteve a funcionar entre as oito da manhã de 7 de junho e as oito da manhã de dia 8.

Arte a partir do lixo alerta para resíduos depositados no mar

Três artistas locais, Marco Meco, Filipe Ferreira e Hugo Trindade, são os autores da obra de arte feita a partir de resíduos recolhidos nas praias do concelho da Nazaré e que está exposta no parque de estacionamento do porto daquela vila.

lixo