Q

Previsão do tempo

14° C
  • Friday 23° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 24° C
15° C
  • Friday 24° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 25° C
15° C
  • Friday 25° C
  • Saturday 21° C
  • Sunday 26° C

Câmara da Nazaré repudia abusos sexuais de padres

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Câmara Municipal da Nazaré aprovou uma moção que repudia os abusos sexuais contra crianças protagonizados por membros da Igreja Católica em Portugal. Após conhecimento das conclusões da investigação levada a cabo pela Comissão Independente para o estudo dos abusos sexuais contra crianças no seio da Igreja Católica Portuguesa, investigação liderada pelo pedopsiquiatra Pedro Strecht, […]
Autarquia pede condenação adequada aos “atos hediondos” praticados na Igreja Católica

A Câmara Municipal da Nazaré aprovou uma moção que repudia os abusos sexuais contra crianças protagonizados por membros da Igreja Católica em Portugal.

Após conhecimento das conclusões da investigação levada a cabo pela Comissão Independente para o estudo dos abusos sexuais contra crianças no seio da Igreja Católica Portuguesa, investigação liderada pelo pedopsiquiatra Pedro Strecht, coordenando uma comissão que contou com um conterrâneo nazareno, o juiz jubilado e ex-ministro da justiça, Laborinho Lúcio, a autarquia da Nazaré, reunida em sessão ordinária no dia 17 de fevereiro, vem desta forma demonstrar a sua posição de “inequívoco repúdio”.

No documento aprovado, enviado ao Patriarcado de Lisboa, ao bispo diocesano de Leiria-Fátima, José Ornelas, e ao Governo, a Câmara condena “firmemente os abusadores” e demonstra a sua “solidariedade” para com todas as vítimas.

O relatório revela que “512 crianças foram vítimas reais de abusos sexuais perpetrados por membros da Igreja católica portuguesa, podendo ainda ascender em mais 4303 o número de vítimas denunciadas, elevando a 4815 o número total de abusados”.

A investigação conclui também que Leiria “é um dos distritos do país de onde chegaram à referida comissão mais queixas por parte das vítimas, maioritariamente do sexo masculino, crianças e adolescentes com idades compreendidas entre os 10 e os 14 anos, sendo que os abusadores eram na sua maioria homens e padres”.

“Estes abusos configuram atos hediondos que demonstram o lado mais selvagem, sombrio e desumano de algumas pessoas que integram a Igreja Católica. Atos com consequências altamente negativas no desenvolvimento psíquico, pessoal e social de todos aqueles que foram vítimas destes abusos a todos os níveis inqualificáveis”, manifesta a Câmara da Nazaré.

A autarquia esclarece que “não tomamos algumas árvores pelo todo da floresta, sendo que as generalizações são sempre abordagens erróneas” e pede que “há que ser célere na justiça”, para “julgar em conformidade”, levando a que os abusadores tenham “uma sentença e uma pena à altura da monstruosidade dos seus atos”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Papagaios gigantes coloriram o céu na Foz do Arelho

O passado fim-de-semana foi de grande animação na Foz do Arelho, com diversos eventos a terem lugar, no âmbito do 2º Festival da Lagoa. No domingo, os papagaios tomaram conta do céu.

primeira

Urgência de Ginecologia/Obstetrícia e Bloco de Partos continuam fechados ao fim de semana

A Urgência de Ginecologia/Obstetrícia e Bloco de Partos no hospital das Caldas da Rainha, na Unidade Local de Saúde (ULS) do Oeste, vão continuar a não receber utentes entre as manhãs de sexta-feira e de segunda-feira e quem necessitar de assistência médica deverá dirigir-se ao Hospital de Santarém, pertencente à ULS da Lezíria.

urgencia

“Mural dos afetos” dá as boas-vindas a quem chega à cidade

A imagem de uma mãe abraçada à filha embeleza a fachada de um edifício na Rua General Amílcar Mota, na entrada sul da cidade. Trata-se de um mural de arte urbana, da autoria de Daniel Eime, que identifica Caldas da Rainha como uma cidade que há uma dezena de anos faz parte do Movimento Cidade dos Afetos.

afetos