Q

Previsão do tempo

18° C
  • Sunday 22° C
  • Monday 23° C
  • Tuesday 21° C
18° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 24° C
  • Tuesday 21° C
19° C
  • Sunday 26° C
  • Monday 26° C
  • Tuesday 23° C
Coletivo

Novo restaurante junta diferentes sabores num só espaço na Praça da Fruta

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Coletivo Os Chefs em Casa deixaram de fazer entregas e deram origem a um novo espaço na cidade, o Coletivo, onde é possíveldegustar diferentes gastronomias de quatro restaurantes, como El Bicho, Hmmmmburguer, Shico Pregaria e o à Braz comtodos, que apostam, respetivamente, em receitas à brás, cozinha mexicana, hambúrgueres de carne maturada, ou pregos esandes […]
Interior do novo restaurante

Coletivo

Os Chefs em Casa deixaram de fazer entregas e deram origem a um novo espaço na cidade, o Coletivo, onde é possível
degustar diferentes gastronomias de quatro restaurantes, como El Bicho, Hmmmmburguer, Shico Pregaria e o à Braz com
todos, que apostam, respetivamente, em receitas à brás, cozinha mexicana, hambúrgueres de carne maturada, ou pregos e
sandes de pernil. Além da gastronomia, o novo espaço, que está situado no topo da Praça da Fruta, no edifício do Posto de
Turismo, também proporciona outras experiências culturais.

Foi há 11 anos que Tatiana Henriques se lançou no “mundo do empreendedorismo”, com a criação da plataforma de entrega de
refeições ao domicílio, os Chefs em Casa. “Na altura, nem se sabia bem o que era o delivery, mas os Chefs nasceram como
sendo o primeiro serviço de entrega de comida, de vários restaurantes da cidade”, recordou a empreendedora caldense,
adiantando que “as parcerias foram crescendo com restaurantes da zona e os clientes aderindo à plataforma, que funcionava
de forma idêntica à Uber e à Glovo, numa altura em que estas marcas ainda não existiam e o delivery estava longe de ser um
conceito popular”.
Com a pandemia, a plataforma de entregas ao domicílio decidiu “sair da caixa e começar a cozinhar mais uma inovação”,
avançando assim para a ideia de explorar outros tipos de comida que ainda não existiam na cidade.
“O projeto cresceu e as ideias não paravam, e foi quando decidimos que criar a primeira cloudkitchen da zona era o nosso
novo desafio”, sublinhou Tatiana Henriques, explicando que o conceito era a cozinha de produção, onde nela podiam existir um
ou mais restaurantes, ou conceitos, tendo como especificidade o serviço exclusivo de takeaway e delivery.
“A cozinha de produção vinha nesse sentido de criar opções gastronómicas que não existiam na cidade”, salientou a caldense.
Contudo, “o projeto cresceu”, mas em contrapartida o serviço de entregas começou a decrescer com o aparecimento de outras
plataformas de entregas, e com levantamento dos confinamentos deixou de fazer sentido para a empresária trabalhar
exclusivamente para entregas ao domicílio. A par disso, o público começava a questionava se não era possível comer no
espaço, vendo aí uma nova oportunidade de negócio.
Face a isso, a caldense decidiu apostar numa nova reestruturação da ideia e, meses após a abertura da cloudkitchen, em
dezembro do ano passado, inaugurou o Coletivo. “O nosso sonho cresceu, e decidimos encerrar os Chefs em Casa com muito
carinho para dar lugar a um novo amor, o Coletivo”, frisou Tatiana Henriques, que abriu o espaço há três meses.
De acordo com a caldense, “a cozinha de produção dos Chefs revelou-se um projeto maior do que esperávamos, e sem fazer
parte dos nossos planos surgiu a necessidade e a grande oportunidade de abrir portas ao mundo”. E como tal, “mudámo-nos
da nossa querida cozinha de produção para um novo espaço, localizado no topo da Praça da Fruta, onde nos permite conhecer
pessoalmente os nossos clientes de anos, receber, acolher e partilhar momentos”.
No novo espaço gastronómico, situado junto ao Posto de Turismo, os clientes podem escolher os sabores de quatro
restaurantes, tendo “cada um a sua própria personalidade”. Na carta, que tem como objetivo ser “dinâmica” constam os típicos
sabores do street food mexicano, como tacos, tostadas, fajitas, e quesadillas do restaurante mexicano El Bicho, ou então,
hambúrgueres de sabores diferentes, de carne maturada do restaurante Hmmmmburguer. Para quem gosta de pregos, há o
Shico Pregaria, que utiliza sabores tradicionais e por vezes improváveis, com nomes mais clássicos, e por fim e para os
amantes dos pratos à brás, apresenta o à Braz com todos, onde na sua ementa constam vários pratos de à brás com
combinações de ingredientes diferentes. Todos os pratos, que abrangem todo o tipo de carteiras têm acompanhamentos e
molhos caseiros, feitos na cozinha do Coletivo, com produtos frescos vindos da praça ou de lojas locais.
No fundo, “é apenas uma cozinha que trabalha para os quatro conceitos distintos”, frisou a caldense, que brevemente pretende
lançar o quinto conceito, que terá o nome de “Afinfa-lhe”. Consiste assim num conceito dedicado “ao início e ao fim da
refeição”, incluindo tudo o que sejam entradas, peticos e sobremesas. No que toca aos doces, que também são confecionados
no espaço, a empresária optou por “sugestões fora da caixa”, como churros, cheesecake de margarita, mousse de laranja, ou
um bolo Três leches.
Além da ementa, que vai variando consoante “as sugestões dos clientes”, também a disposição da sala será “dinâmica” para
que “os clientes não se habituem ao espaço”, que neste momento tem capacidade para receber 50 pessoas, mas com a
esplanada esta sobe para 90.
O objetivo também passa por ir além de uma área de restauração. “Mais do que um coletivo de restaurantes, queremos ser um
sítio de partilha, onde as pessoas possam conviver, ver uma exposição, participar num workshop ou assistir a um espetáculo,
ou seja, um minicentro cultural, que junta comida”, explicou Tatiana Henriques, acrescentando que “queremos transformá-lo
num sítio de culto para que as pessoas se habituem a almoçar ou a jantar, ou apenas um sítio onde podem apreciar
exposições”. Conta ainda com uma biblioteca e um espaço de estar para os mais pequenos.
O espaço está aberto todos os dias entre as 10h30 e as 22h e conta com uma equipa de cinco pessoas.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Ministra da Modernização veio acompanhar criação de região inteligente

A Comunidade Intermunicipal do Oeste recebeu na sua sede, nas Caldas da Rainha, no passado dia 20, a ministra da Juventude e Modernização, Margarida Balseiro Lopes. No centro das atenções esteve o Projeto Oeste Smart Region, num encontro que assinala mais um passo na jornada da região Oeste rumo à transição digital.

ministra

Estrangeiro com mandado de extradição detido nas Caldas

Um estrangeiro de 35 anos sobre quem pendia um pedido de extradição de Portugal por um estado membro da União Europeia foi detetado nas Caldas da Rainha no passado dia 19 após ter sido interveniente num acidente de viação, onde acusou álcool no sangue.

policia