Q

Previsão do tempo

26° C
  • Sunday 26° C
  • Monday 19° C
  • Tuesday 19° C
26° C
  • Sunday 26° C
  • Monday 20° C
  • Tuesday 20° C
25° C
  • Sunday 25° C
  • Monday 21° C
  • Tuesday 21° C

3ª edição do Curso de Turismo de Saúde e Bem-Estar com aulas gratuitas no Hospital Termal

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Foi apresentada no passado 27, no Hospital Termal das Caldas da Rainha, a 3ª edição do Curso de Turismo de Saúde e Bem-Estar com o formato b-learning (online e presencial), que o Turismo de Portugal financia, único a nível nacional na Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste (EHTO). É uma iniciativa no âmbito da […]
Entrega dos certificados aos participantes da 1ª edição do Curso de Vitrinismo

Foi apresentada no passado 27, no Hospital Termal das Caldas da Rainha, a 3ª edição do Curso de Turismo de Saúde e Bem-Estar com o formato b-learning (online e presencial), que o Turismo de Portugal financia, único a nível nacional na Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste (EHTO).

É uma iniciativa no âmbito da “Formação + Próxima”, uma das medidas do Plano “Reativar o Turismo”, que contempla um conjunto de ações que visam estimular a economia e a atividade turística.

Foi ainda anunciada a 4ª edição do curso que deverá ter início em outubro.

Também no âmbito desta formação foi divulgada a 2ª edição do curso de vitrinismo a iniciar em abril, depois do sucesso do primeiro, que esgotou.

Nesta sessão os 25 participantes da primeira edição do curso de vitrinismo receberam os certificados.

curso 2 1
Apresentação do Curso de Turismo de Saúde e Bem-Estar no Hospital Termal das Caldas

Para este curso a EHTO fez uma parceria com a autarquia das Caldas e a ACCCRO – Associação Empresarial das Caldas da Rainha e Oeste, enquanto agentes mais próximos das “realidades locais e mobilizadores da mudança estratégica que se pretende alcançar no território em que se inserem, com vista à capacitação na boa hospitalidade dos turistas e valorização do termalismo local” através do desenvolvimento de conteúdos formativos nas áreas das soft e hard skills. 

Está a decorrer a vertente teórica online com a participação de 21 pessoas. A componente teórica com 200 horas de formação abrange os temas da gestão, marketing, finanças, recursos humanos, legislação e storytelling.

No início de fevereiro abrem as inscrições para a componente prática, em que as aulas presenciais terão lugar no Hospital Termal. 

Com o início das aulas práticas em março o curso com 10 módulos independentes destina-se a todos os que trabalham no setor de estabelecimentos termais e SPA, outras unidades de saúde (massagistas, terapeutas, esteticistas), hotelaria, turismo rural, alojamento local e eventos, animação turística e outros empreendedores, mas também para jovens à procura do primeiro emprego.

Técnicas terapêuticas do leste asiático como o shiatsu, reflexologia, massagem ayurvédica e massagem tailandesa são alguns dos módulos. Existe ainda formação nas práticas de inspiração oriental – yoga, tai-chi, chi-kung, técnicas terapêuticas sensoriais, musicoterapia, chocoterapia e vinoterapia.

Fazem também parte do curso prático os módulos de aromaterapia como óleos essenciais, técnicas termais e hidrobalneoterapia e ainda massagem geotermal, duche termal, massagens de duche vichy e talassoterapia.

Todos os módulos têm 25 horas, o que perfaz 250 horas de formação e existe a possibilidade de inscrição a um ou mais módulos em função do interesse e disponibilidade. O número de vagas por módulo é de 20 pessoas

As pessoas interessadas podem realizar a pré-inscrição e contactar a coordenadora da Formação Contínua da Escola, Marta Marques, através do e-mail marta.marques.oe@escolas.turismodeportugal.pt ou telefone 262001500. Podem ainda inscrever-se na plataforma do Turismo de Portugal “Academia Digital”.

“A EHTO desenvolveu um projeto pioneiro em nome do Turismo de Portugal e com a participação de diversas entidades. Foi um programa pioneiro, que nasceu em 2020, em plena pandemia”, disse Daniel Pinto, diretor da EHTO, durante a sessão de apresentação do curso. 

Já houve duas edições do curso com a participação de 40 pessoas e estão a realizar a terceira online com 21 alunos.

Segundo Daniel Pinto, é um programa que pretende “estar perto das pessoas e mais próximo das necessidades dos territórios e como estamos nas Caldas, cidade das águas e cidade termal, puxámos muito a brasa à nossa sardinha para que o termalismo possa ser relançado e desenvolvido”.

“Atrair, formar, qualificar, fidelizar as pessoas são as palavras chave desta iniciativa”, adiantou, acrescentando que tem “conseguido criar ofertas formativas inovadoras e que são muitas vezes únicas a nível nacional”.

A iniciativa está integrada num documento estratégico a 10 anos e a EHTO está a dialogar com toda a região para conseguir a formação mais próxima, onde pretendem chegar às necessidades do Oeste e das pessoas. “O que estamos a fazer é construir um plano em turismo de saúde e bem-estar, com uma componente de gestão e depois com uma abordagem técnica a estes temas”, relatou. 

O responsável salientou que a 3ª edição e a 4ª do Curso de Turismo de Saúde e Bem-Estar são gratuitas para os participantes, enquanto as primeiras duas edições eram pagas pelos alunos.

Os formadores são especialistas do setor a nível nacional e também internacional, pelo que os alunos recebem formação inovadora e diferenciada.

Deu o exemplo de Liliana Ferreira, que tirou o curso e é coordenadora nacional dos spas dos hotéis Vila Galé, num conjunto de 26 unidades.

O diretor esclareceu que a EHTO não é uma escola de saúde e que não estão a formar técnicos de saúde para estas áreas, mas que estão “a capacitar pessoas que eventualmente já podem estar a trabalhar nestas áreas e que querem ter um refresh de formação, ou alguém que não tem formação nestas áreas e tem interesse”.

Marta Marques, coordenadora da formação executiva na EHTO, disse que o Curso de Turismo de Saúde e Bem-Estar foi pensado essencialmente para quem já está a trabalhar no “setor e até para quem faz a parte prática e nesse sentido pensou-se que seria necessário haver aqui uma componente teórica de gestão e de comunicação e marketing”.

“Percebemos também que algumas pessoas faziam a componente teórica e não tinham conhecimentos da vertente prática e que era necessário porque se estiver a atender num spa têm que saber e conseguir explicar um tratamento ou massagem ao cliente”, explicou.

Formação valoriza o termalismo nas Caldas

Luís Gomes, presente da ACCCRO, recordou que a cidade que tem um forte impacto do comércio tradicional e se “tivermos uma boa oferta conseguimos manter este legado que temos tido ao longo dos anos nas várias gerações, mas se não formos bons e não inovarmos, pouco a pouco somos comidos pelas grandes superfícies”.

Para este responsável a única forma de vencer é conseguir capacitar com “serviços diferenciados, mais selecionados, flexibilidade de horários e atendimento personalizado”.

Considera que esta formação mais próxima dentro da área da saúde e bem-estar está “bem enquadrada na nossa cidade pela história e serviços e podemos vendê-la não só aos locais, mas também aos turistas com experiências novas e diferenciadoras”.

O presidente da Câmara das Caldas, Vitor Marques, destacou a qualidade da formação, revelando que é uma oportunidade “para que possamos dotar os nossos serviços e de promover a valorizar as nossas termas em particular”.

Anunciou que em fevereiro vão ter mais oferta nas termas das Caldas. No entanto, alertou que “o termalismo hoje não é como no passado, em que as pessoas vinham para as Caldas em longos períodos para os tratamentos termais, ficavam em hospedarias e casas particulares, criava-se uma dinâmica comercial muito interessante. Hoje é diferente, mas mesmo assim acreditamos no potencial que esta formação vai trazer”. 

O presidente referiu que em 2019 na região Oeste Norte “onde havia já mais dormidas era nas Caldas e queremos voltar a ter esses números”.

A nível da divulgação dos estabelecimentos comerciais online, Vitor Marques disse que estão na segunda fase de um projeto de candidatura da Câmara, da AIRO (Associação Empresarial da Região Oeste) e da ACCCRO, aos Bairros Digitais, no valor de dois milhões de euros.

Estão também em fase de revisão do site do Município, onde pretendem promover e catapultar a oferta do comércio e restauração das Caldas.

2ª edição do curso de Vitrinismo em abril

No âmbito deste Programa “Formação + Próxima”, inserido no plano Reativar o Turismo, promovido pelo Turismo de Portugal, a EHTO e a ACCCRO apostaram na valorização do comércio tradicional através do Curso de Vitrinismo (15 horas), explorando novos caminhos na área do design, estética e decoração. Participaram neste curso, que decorreu nas instalações da EHTO, 25 pessoas ligadas ao comércio das Caldas.

Nesta sessão os alunos receberam os certificados e foi divulgado que em abril vai decorrer a 2ª edição com o tema da Páscoa e do Dia da Cidade.

“A primeira edição deste curso esgotou em 48 horas”, lembrou a coordenadora da formação executiva na EHTO, apontando que o novo curso em abril vai abordar temas novos. “Esta formação mais próxima permite estruturar cursos completamente à medida e nas horas ou nos conteúdos a serem abordados”, explicou, acrescentando que será novamente de 15 horas, uma vez que não fazem cursos muito longos porque as pessoas trabalham.

Vitor Marques recordou as decorações no 15 de maio, em que era uma tradição “ver as montras”. “As pessoas de fora vinham à cidade ver as montras, é algo que está diferente hoje, mas pode ser uma grande oportunidade voltarmos a ter as nossas lojas e as nossas montras na boca do mundo”, sublinhou.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

EB de St.º Onofre convida população a participar numa Flash Mob

No âmbito das comemorações dos 30 anos da EB de St.º Onofre do Agrupamento de Escolas Raul Proença, vai ser realizada uma iniciativa de mobilização pela turma H do 5.º ano, no âmbito de um projeto interdisciplinar envolvendo as disciplinas de Cidadania e Desenvolvimento, Inglês, Educação Musical e Educação Física.

santo onofre