Q

Previsão do tempo

7° C
  • Monday 9° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 11° C
7° C
  • Monday 9° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 11° C
7° C
  • Monday 10° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 11° C

Funcionários judiciais querem imediata revisão do estatuto

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Ao mesmo tempo que decorria a abertura do ano judicial, no dia 10 de janeiro, os funcionários de justiça do Núcleo das Caldas da Rainha aderiram à proposta apresentada pelo SFJ (Sindicato dos Funcionários Judiciais) e fizeram um plenário entre as 13h30 e as 16h00, em frente ao tribunal das Caldas, reclamando melhores condições de trabalho.
Oficiais de Justiça das Caldas com reivindicações

Ao mesmo tempo que decorria a abertura do ano judicial, no dia 10 de janeiro, os funcionários de justiça do Núcleo das Caldas da Rainha aderiram à proposta apresentada pelo SFJ (Sindicato dos Funcionários Judiciais) e fizeram um plenário entre as 13h30 e as 16h00, em frente ao tribunal das Caldas, reclamando melhores condições de trabalho.

“Decidimos aderir também a este plenário a nível nacional para aproveitar o facto de no Supremo Tribunal de Justiça estarem reunidos os mais altos dignitários da República e, em especial, os mais altos responsáveis pela Justiça, para os lembrar que é necessário “resolver os nossos problemas”, disse à imprensa Manuela Silva, oficial da justiça no Tribunal das Caldas em representação do SFJ.

Manuela Silva apontou que a revisão do estatuto dos oficiais de justiça está por solucionar e ninguém sabe quando vai ser feito. “O atual estatuto não dignifica os oficiais de justiça”, afirmou, acrescentando que “nós somos o rosto da justiça porque as pessoas quando se dirigem ao tribunal é com os oficiais de justiça que falam e o nosso papel não é reconhecido”. Esta oficial da justiça, que trabalha no setor há 30 anos, declarou que “a situação está pior em todos os sentidos”. 

A falta de recursos humanos foi outra das problemáticas levantadas por esta funcionária judicial.

“Caldas da Rainha decidiu estar presente nesta iniciativa inédita para demonstrar a insatisfação perante a inércia deste Governo e a eterna invisibilidade a que estamos sujeitos”, revelou João Paulo Cardoso, chefe dos serviços do Ministério Público.

“Oficiais de Justiça querem ir embora, a desmotivação é grande, estão fartos de serem destratados pela tutela”, adiantou, lembrando que “são atores da justiça essenciais” e com tarefas “mais exigentes e com um grau de dificuldade maior” que outras funções às quais a mesma tutela já atribuiu a complexidade 3.

Segundo João Paulo Cardoso, os oficiais de justiça querem “parar essa vergonhosa inércia” com “imediata revisão do estatuto, há anos em estudo pelos sucessivos governos”. Pretendem também a integração do suplemento, já orçamentado pelo governo e nunca executado, e a atribuição do grau de complexidade 3”. Querem ainda a admissão de mais funcionários.

“Pretendemos o reconhecimento pelas difíceis tarefas que executamos, fazendo-se justiça, pela qual nunca deixámos de dar a cara”, finalizou João Paulo Cardoso.

Foi feita gravação em vídeo e remetido para o SFJ, imagens que passaram num ecrã gigante instalado no Terreiro do Paço, em Lisboa, com a legenda do respetivo tribunal.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

PSP combate criminalidade em bares e ruas no centro das Caldas

Uma operação desenvolvida pela PSP das Caldas da Rainha na noite da passada sexta-feira e madrugada de sábado, tendo como alvo bares no centro da cidade e ruas nas proximidades, com o objetivo de “prevenir a criminalidade violenta e grave ou organizada e aumentar o sentimento de segurança na população”, originou a detenção de quatro homens, com idades entre 21 e 28 anos, pelos crimes de tráfico de droga, posse de arma proibida e condução em estado de embriaguez.

psp1

Massagem de flores da mata Rainha D. Leonor

Termas abrem época com novidades A época termal na vertente terapêutica da ala sul do Hospital Termal das Caldas da Rainha vai reabrir a 1 de fevereiro com muitas novidades a nível do bem-estar. O lançamento de banhos de rituais de cacau e menta, a massagem de...

termas 1

Lions formaliza entrega de verba de espetáculo solidário

O Lions Clube das Caldas da Rainha fez no passado dia 30 uma entrega formal ao Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) da verba apurada no concerto solidário com o maestro e pianista António Victorino d’Almeida e trio de Pedro Caldeira Cabral....

lions