Q

Previsão do tempo

18° C
  • Tuesday 18° C
  • Wednesday 18° C
  • Thursday 19° C
18° C
  • Tuesday 19° C
  • Wednesday 18° C
  • Thursday 19° C
18° C
  • Tuesday 20° C
  • Wednesday 19° C
  • Thursday 21° C

Festa de Natal do Colégio Rainha D. Leonor recuou aos temas dos anos 80 e 90

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Uma noite ao som das grandes músicas dos anos 80 e 90 foi o mote para a Festa de Natal do Colégio Rainha que decorreu no passado dia 21, no pavilhão da escola.
Recordar o programa infantil Rua Sésamo

Uma noite ao som das grandes músicas dos anos 80 e 90 foi o mote para a Festa de Natal do Colégio Rainha que decorreu no passado dia 21, no pavilhão da escola.

“We All 80’s & 90’s” foi o tema da Festa de Natal do Colégio Rainha D. Leonor que contou com momentos cheios de dinamismo, entre atuações de dança, de canto, de ginástica, instrumentos tocados ao vivo e projeções de temas marcantes de Carlos Paião, Xutos e Pontapés, António Variações, Netinho entre outros.

colegio 2
Colégio voltou a realizar duas sessões do espetáculo

A festa também recordou antigos filmes e series como Cheers, Rua Sésamo, as Aventuras de D’Artacão e dos Três Moscãoteiros. Macarena, lambada, flash dance foram outros temas que animaram o público.

Também foi lembrado o colorido das roupas que marcaram o período, e as novidades tecnológicas que começavam a aparecer naquela época.

Cerca de 650 alunos do pré-escolar ao ensino secundário e professores, funcionários e encarregados de educação, subiram ao palco mostrando os seus dotes artísticos.

Em declarações ao JORNAL DAS CALDAS a diretora pedagógica, Sandra Santos explicou que escolheram o tema do “regresso”, porque sentiram que nestes últimos dois anos devido à pandemia perderam “muito aquele espírito de união que se consegue sempre nestas festas de natal”.  Este evento foi sobretudo para chamar “os novos alunos a participarem e a sentirem-se parte desta grande família que é o Colégio Rainha D. Leonor”, contou, a responsável.

Segundo Sandra Santos houve no espetáculo verdadeiras revelações de “alunos que são mais introvertidos e que no palco mostraram outro lado que não conhecíamos”, acrescentando que estes eventos “são importantes para enfrentar o medo do público”.  

Este ano, a festa teve uma grande participação dos pais dos alunos. Subiram ao palco 60 encarregados de educação que quiseram fazer parte desta festa.

O Colégio tem neste momento 750 alunos de creche ao ensino secundário e cursos profissionais (Técnico de Desporto, Técnico de Ação Educativa, Intérprete de Dança Contemporânea, Técnico de Comunicação – Marketing, Relações Públicas e Publicidade).

Tendo em consideração o elevado número de participantes e a vontade que os familiares dos alunos manifestaram em partilhar com o Colégio esta data natalícia, a equipa responsável pela Festa de Natal decidiu levar a cabo novamente dois espetáculos na mesma noite. A primeira sessão decorreu às 18h15, e a segunda decorreu às 21h00 A última vez que fizeram duas sessões foi há sete anos, o que significa que esta escola voltou a ter muitos alunos.

A festa de Natal encerrou de melhor forma o primeiro período letivo. Foi para o público uma noite especial. O evento superou todas as expectativas, tendo os alunos e professores brilhado com as suas atuações.

colegio 4
Alunos mostraram os seus talentos
colegio 3
Foi visível o espírito de união
(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Reabilitação das duas residências de estudantes e construção de uma nova

A empreitada de reabilitação da residência de estudantes ‘Rafael Bordalo Pinheiro’, na Rua Vitorino Fróis, em Caldas da Rainha, vai permitir aumentar a oferta de camas, das atuais 104 para 117, num investimento de cerca de 1 milhão e 360 mil euros, financiado pelo Programa de Recuperação e Resiliência (PRR), no âmbito do Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior (PNAES).

residencias

Mexilhão gigante no Paul de Tornada

A Associação Pato encontrou um mexilhão gigante no Paul de Tornada quando se dedicava ao estudo dos cágados. Tinha 176 milímetros de comprimento e a espécie nem estava identificada nesta região.

mexilhao

Resultados da monitorização de cágados vão ser apresentados

A monitorização de cágados (tartarugas de água doce) na Reserva Natural Local do Paul de Tornada já remonta a 1995. Desde essa altura que se tem vindo a realizar monitorizações destas espécies de forma a avaliar as populações de cágado-de-carapaça-estriada (Emys orbicularis) e cágado-mediterrânico (Mauremys leprosa) no Paul de Tornada.

cagados