Q

Previsão do tempo

14° C
  • Friday 18° C
  • Saturday 20° C
  • Sunday 19° C
14° C
  • Friday 18° C
  • Saturday 20° C
  • Sunday 19° C
15° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 22° C
  • Sunday 21° C
Escaparate

Capela de Santo António

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Construída no século XV e situada no centro da aldeia de A-da-Gorda (Óbidos), no rossio com o mesmo nome (mas também conhecido como “praça do Jogo da Bola”), em estilo barroco, de planta longitudinal, com nave única e nártex.

Escaparate

Construída no século XV e situada no centro da aldeia de A-da-Gorda (Óbidos), no rossio com o mesmo nome (mas também conhecido como “praça do Jogo da Bola”), em estilo barroco, de planta longitudinal, com nave única e nártex.

No interior, vemos o tríptico sob o arco da capela-mor: “São Francisco de Assis”, “A Virgem e o Menino” e “Santo António”, além das telas “A Paixão de Cristo no Horto das Oliveiras” e “São Gregório Magno”, todas obras de autoria de Josefa de Ayala e Cabreira Figueira (dita Josefa de Óbidos, 1630-1684). Além de uma tela de Baltazar Gomes Figueira (1604-1674), datada de 1643, nomeada “Repouso na Fuga para o Egito”.

Na nave encontramos um belo revestimento a azulejos (aplicados no correr do século XVII), delimitados por caixilho, sendo primariamente de um silhar, ulteriormente de painéis verticais, com estalões dissemelhantes, entre desconformes cintas, sendo a fração superna, de outras duas faixas, consumada por fímbrias. A capela-mor possui, tal-qualmente, azulejaria até à sanca. A talha dourada do altar-mor e dos altares laterais foi colocada no século XVIII.

Vê-se, à entrada, por baixo de uma velha passadeira, a lápide do padre Paulo Ferreira, nela consta, em latim antigo, aqui traduzido: “A sepultura do padre Paulo Ferreira natural deste lugar da A-da-Gorda. Faleceu em 9 de janeiro do ano 1657”. É de referir que esse extremado sacerdote desempenhou importantes funções na Santa Casa da Misericórdia de Óbidos, entre elas: Mordomo da Capela (em 1620-1621; 1631-1632 e 1638-1639), Escrivão (em 1634-1635 e 1650-1651 e 1652-1653) e Provedor (em 1643-1644).

É de notar que o século XV – aquando da construção da Capela de Santo António – foi uma centúria importantíssima, abrangendo o final da Idade Média e o surgimento do Renascimento e da Idade Moderna, com enormes avanços nos campos cultural, tecnológico e social. Entre os inúmeros progressos temos, na Europa, o da invenção, por Johannes Gutenberg (1400-1468) de um mecanismo de reprodução de textos, que o levou à criação da prensa de tipos móveis. Note-se ainda que no Oriente, mais especificamente na China e no Japão, desde o século VIII já existia uma inovadora técnica de impressão, contudo, o processo utilizado era distinto, designado de “impressão em bloco”, pois utilizava-se uma barroca de madeira, talhada, para estampar uma lauda com um prefixado texto.

Sobre A-da-Gorda, existe documentação – como este apontamento epistolográfico: “Óbidos. 3 de novembro de 1374. Traslado duma verba do testamento de Maria Fernandes, irmã de Afonso Fernandes da de Gorda, seu testamenteiro, a qual deixou imposta numa parte da vinha do Souto uma pensão de 20 soldos à igreja de S. Pedro…” – que confirma que a teoria de que a citada aldeia tenha sido originada devido à existência de “uma personagem local, de nome Vicência, proprietária de uma taberna e de um estanco (venda) de tabacos, nos inícios do século XIX” é completamente errónea.

Relativamente à antiguidade da aldeia, existem Tombos de propriedade, Inventários de partilha e Atas de vereação, situados desde o século XIII. Há, inclusive, um estudo da historiadora Manuela Santos Silva (1961-) que aponta a existência dos primeiros povoadores pela altura do reinado (1279-1325) de D. Dinis (1261-1325), aquando da doação de uma casa ao seu monteiro-mor (defensor dos montes, votado à proteção das coutadas reais e da sua fauna cinegética).

A Capela de Santo António surgiu duzentos (ou mais) anos depois do estabelecimento da aldeia. Arqueólogos e historiadores possuem ainda muitas dificuldades pela frente.

– Dê-lhes saúde e sorte (e mantenha os políticos afastados), Senhor, pois a tarefa é árdua.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

­A juventude Z vai formosa e não segura

Bela e airosa, mas cheia de dúvidas e receios — referindo-nos àquela juventude mais privilegiada, nascida entre 1990 e 2000 (chamada geração Z, sucedeu à geração Y ou millenial, que sucedeu à geração X, que sucedeu à dos chamados baby  boomers…), filha da burguesia delirante, não à outra, a menos ou nada privilegiada, que abandona o secundário e se faz à vida logo que a CPCJ deixa de andar em cima. Mas hoje a ansiedade e a insegurança dessa juventude Z, que negoceia e finta as projecções dos pais-helicóptero, são do tamanho do mundo ao alcance de um voo low cost. Ter perdido a espontaneidade de brincar na rua e ser levada de carro pelos progenitores, da creche à faculdade, também não ajuda à autonomia e à autoconfiança.

francisco martins da silva

Oeste e agora?

Estamos em 2024 e temos um novo governo. Um novo partido guia as opções futuras do país. Naturalmente, serão de esperar mudanças em várias áreas sensíveis, nomeadamente na saúde. Neste contexto cremos que uma decisão deve ser revista por quem agora dirige, no que à...