Q

Previsão do tempo

13° C
  • Saturday 18° C
  • Sunday 18° C
  • Monday 17° C
13° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 18° C
  • Monday 17° C
13° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 19° C
  • Monday 18° C

Plantação simbólica de árvore no Montejunto

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Na manhã da passada quinta-feira, dia da Imaculada Conceição, padroeira de Portugal, a Câmara Municipal do Cadavalassociou-se ao desafio mundial de plantação de árvores lançado pela Fundação Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa2023, em parceria com a Global Tree Initiative (GTI). A ação consistiu na plantação de uma árvore junto ao Santuário da Nossa Senhora […]
Jovens plantam árvore junto ao Santuário da Nossa Senhora das Neves

Na manhã da passada quinta-feira, dia da Imaculada Conceição, padroeira de Portugal, a Câmara Municipal do Cadaval
associou-se ao desafio mundial de plantação de árvores lançado pela Fundação Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa
2023, em parceria com a Global Tree Initiative (GTI).

A ação consistiu na plantação de uma árvore junto ao Santuário da Nossa Senhora das Neves, na Serra de Montejunto.
Este ato simbólico, que visa alertar para a importância da biodiversidade e para as alterações climáticas, contou com a
presença do presidente da Câmara Municipal do Cadaval, José Bernardo Nunes, do coordenador do Grupo de Projeto para a
JMJ Lisboa 2023, José Sá Fernandes, do adjunto do Grupo de Projeto para a JMJ 2023, Miguel Rato, e da coordenadora do
Gabinete de Diálogo e Proximidade do Comité Organizador Local da JMJ Lisboa 2023, Carmo Diniz. Também participou cerca
de uma dezena de jovens cadavalenses que se associaram ao movimento.
Antes da plantação da árvore, Carmo Diniz sublinhou que este desafio pretende “construir um mapa mundial de árvores
dedicadas à JMJ e também compensar a pegada ecológica deixada pela Jornada”, que se irá realizar em agosto de 2023. A
coordenadora acrescentou que o desafio iniciou com a plantação de cerca de mil árvores em diversos locais.
O mote foi também lançado a vários santuários marianos de Portugal para repetirem este gesto no mesmo dia.
Para Sá Fernandes, este ato trata-se de um sinal junto dos jovens para que “plantem mais” e garantiu que a JMJ do próximo
ano “vai deixar um legado físico ambiental”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Comissão Cívica do Hospital Termal homenageia Mário Gonçalves

A Comissão Cívica do Hospital Termal e Património Rainha D. Leonor prestou homenagem a Mário Gonçalves, através de um comunicado em que que sublinha ter sido “um profissional de excelência e um ser humano único, muito ponderado e sempre muito atento aos interesses dos caldenses”.