Q

Previsão do tempo

8° C
  • Monday 12° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 11° C
8° C
  • Monday 12° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 11° C
8° C
  • Monday 13° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 11° C

União na luta para manter hospital marcou o jantar de natal dos autarcas

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Câmara Municipal de Caldas da Rainha juntou cerca 240 autarcas no jantar de natal que decorreu no passado dia 25 no Restaurante “O Cortiço”. Foi o primeiro jantar natalício do executivo Vamos Mudar numa iniciativa que se realiza há 36 anos e que pretende ser um momento de convívio, união e de reconhecimento do trabalho autárquico. Assim a tradição continua a cumprir-se e os representantes da população ao nível autárquico reuniram-se numa época onde as divergências são afastadas ou suavizadas e se destaca a união em prol do concelho.
Jantar de Natal juntou 240 autarcas e ex-autarcas no restaurante “O Cortiço”

A Câmara Municipal de Caldas da Rainha juntou cerca 240 autarcas no jantar de natal que decorreu no passado dia 25 no Restaurante “O Cortiço”. Foi o primeiro jantar natalício do executivo Vamos Mudar numa iniciativa que se realiza há 36 anos e que pretende ser um momento de convívio, união e de reconhecimento do trabalho autárquico. Assim a tradição continua a cumprir-se e os representantes da população ao nível autárquico reuniram-se numa época onde as divergências são afastadas ou suavizadas e se destaca a união em prol do concelho.

O presidente da Câmara das Caldas, Vitor Marques, falou dos desafios “difíceis” que têm pela frente, mas que está confiante que “todos juntos e com muita dedicação os resultados vão aparecer”. Mas para isso, salientou, é “preciso estarmos com o mesmo espírito e lutarmos pela mesma casa”. O autarca adiantou que “divergências todos temos, até em casa com as famílias”, mas voltou a pedir que “mantenham este mesmo espírito de união para os momentos difíceis que aí vêm”. Fez referência ainda às grandes decisões do Governo, confiante de que o novo hospital vai ser criado nas Caldas da Rainha.

O antigo presidente da Câmara, Fernando Costa, marcou presença, sentando-se na mesa do presidente e vereadores. Levou ao jantar uma “profunda preocupação que o concelho vai passar no próximo trimestre, o pior problema em toda a vida que tem a ver com a perda do hospital distrital”. “Caldas está na linha de perder o hospital”, sublinhou, revelando que nas “últimas declarações do ministro da Saúde estão a puxá-lo para Torres Vedras”. “É a nossa morte com a perda de cerca de dois mil trabalhadores e de grande parte da economia do concelho”, declarou, pedindo união de todos na luta para que o novo hospital fique nesta cidade. Defendeu a criação de um movimento para esse objetivo e recordou algumas lutas anteriores, como a das portagens.

Fez referência ainda a Mário Tavares, o autarca mais antigo presente, que iniciou o seu percurso em 1975 na comissão administrativa. 

“Revejo aqui muitos amigos que em conjunto lutámos sempre em prol da terra e das nossas pessoas”, salientou Tinta Ferreira, ex-presidente da autarquia. Também falou dos “tempos difíceis”, mas que é preciso “ter coragem e força e acreditar que com união, trabalho e responsabilidade é possível dar a volta às situações”.

Luís Patacho, vereador do PS manifestou a alegria de voltar a “ver esta sala cheia”. Considera que este evento “é uma oportunidade de todos nós despir as camisolas das nossas cores e podermos confraternizar com amizade, porque o que nos une é o amor a esta terra”. 

O vereador do PSD, Hugo Oliveira, não achou bem falar de política no jantar de natal, mas sim “da grande família de autarcas e ex-autarcas que dedicam a sua vida ao serviço público“. Deixou o repto ao presidente da câmara que promova a “partilha com todas as freguesias, nomeadamente em 2023, um ano que se avizinha ser muito difícil para as pessoas”. No final pediu um brinde com todos os autarcas “às Caldas da Rainha”. 

O vereador Joaquim Beato destacou o ambiente do jantar, revelando que “não é um momento de política mas sim de união para ultrapassar as dificuldades”.

Rui Henriques, presidente da Junta de Freguesia de Vidais, falou em representação de todas as juntas de freguesia e dirigiu o seu discurso a todos os ex-autarcas que “sempre foram uma inspiração para os mais novos”, agradecendo “a dedicação que sempre tiveram pelas nossas terras”. “A troco de nada sempre ajudaram a fazer os agueiros, abrir estradas, pontes, ramais para água, entre outros trabalhos importantes para a comunidade”, recordou, acrescentando que “serão sempre eternos”.

Maria de Jesus Fernandes, em representação do Vamos Mudar, lembrou que é o partido mais novo “aqui presente e é isso que procuramos fazer todos os dias, trazer para a vida pública do concelho outra forma de olhar e mesmo com menor vivência política trouxe cidadãos com outra experiência no espírito de cidadania e participação, estando próximo da população”.

O representante da Iniciativa Liberal, Ricardo Lemos, disse que o partido está a estabelecer-se nas Caldas e que vai pela primeira vez concorrer pelo concelho nas próximas eleições autárquicas “fazendo uma oposição construtiva”.

A ex-autarca, Margarida Varela, que esteve presente pelo CDS-PP, que neste mandato não está representado nos órgãos autárquicos das Caldas, mostrou-se satisfeita por ver muitas caras do seu partido, o que “mostra a nossa força, que é muito importante uma determinação da direita como o CDS no concelho”. Pediu ao Menino Jesus que ponha no sapatinho das Caldas da Rainha a “ousadia, inteligência e carácter da Rainha D. Leonor que nos deve inspirar”.

O representante do PS, João Paulo Bento, no seu primeiro ano como membro dos órgãos da União de Freguesias da Nossa Senhora do Pópulo, Coto e São Gregório, pediu para o ano novo “união, independentemente dos partidos, para que possamos ter um concelho melhor que hoje”.

Bernardo Pereira, em representação do Movimento Independente da Foz do Arelho, desejou a todos um “bom natal”.

O Bloco de Esquerda, CDU e Chega não estiveram representados no jantar.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

PSP combate criminalidade em bares e ruas no centro das Caldas

Uma operação desenvolvida pela PSP das Caldas da Rainha na noite da passada sexta-feira e madrugada de sábado, tendo como alvo bares no centro da cidade e ruas nas proximidades, com o objetivo de “prevenir a criminalidade violenta e grave ou organizada e aumentar o sentimento de segurança na população”, originou a detenção de quatro homens, com idades entre 21 e 28 anos, pelos crimes de tráfico de droga, posse de arma proibida e condução em estado de embriaguez.

psp1

Massagem de flores da mata Rainha D. Leonor

Termas abrem época com novidades A época termal na vertente terapêutica da ala sul do Hospital Termal das Caldas da Rainha vai reabrir a 1 de fevereiro com muitas novidades a nível do bem-estar. O lançamento de banhos de rituais de cacau e menta, a massagem de...

termas 1

Lions formaliza entrega de verba de espetáculo solidário

O Lions Clube das Caldas da Rainha fez no passado dia 30 uma entrega formal ao Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) da verba apurada no concerto solidário com o maestro e pianista António Victorino d’Almeida e trio de Pedro Caldeira Cabral....

lions