Q

Previsão do tempo

15° C
  • Wednesday 12° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 14° C
16° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 14° C
16° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 14° C

Arrumador de carros acusado de matar à facada

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O suspeito da autoria do esfaqueamento que tirou a vida a um arrumador de carros de nacionalidade ucraniana a 26 de março deste ano, cerca das 19h, no parque de estacionamento do Bairro Lisbonense, junto ao centro comercial La Vie das Caldas da Rainha, foi acusado pelo Ministério Público da prática de um crime de homicídio qualificado.

O suspeito da autoria do esfaqueamento que tirou a vida a um arrumador de carros de nacionalidade ucraniana a 26 de março deste ano, cerca das 19h, no parque de estacionamento do Bairro Lisbonense, junto ao centro comercial La Vie das Caldas da Rainha, foi acusado pelo Ministério Público da prática de um crime de homicídio qualificado.

O arguido, de 29 anos, está em prisão preventiva, e responde ainda por um crime de ofensa à integridade física simples sobre outro arrumador de carros, a quem exigiu que saísse do local, arremessando-lhe uma pedra da calçada, que lhe feriu a mão esquerda.

Segundo a Lusa, neste processo foi ainda acusado o irmão do alegado homicida, de 22 anos, de um crime de ofensa à integridade física simples ao estrangeiro que morreu.

Os dois irmãos, arrumadores de carros, foram intercetados na cidade pela equipa de intervenção rápida da PSP poucas horas depois do crime, após terem fugido e a faca com nove centímetros de lâmina sido escondida nas imediações. Na esquadra foram entregues aos inspetores do Departamento de Investigação Criminal de Leiria da Polícia Judiciária.

Apenas o mais velho ficou na ocasião detido, por ser o suspeito de ter dado uma facada no peito da vítima, Maksym Holeha, que estava a um dia de completar 32 anos. O homem assassinado era natural de Vatutine, na Ucrânia, e vivia em Portugal há cerca de quinze anos. Tinha uma filha menor.

O crime aconteceu na sequência de um desentendimento quanto ao número de carros que cada um estava a arrumar, como relatou uma testemunha. “Normalmente arruma-se à vez, para dar para todos. No entanto, o mais novo andou à porrada com o que morreu”, contou, numa agressão com murros e pontapés sem nada que o fizesse prever após uma breve troca de palavras e empurrões mútuos, o que lhe provocou ferimentos.

Logo de seguida apareceu o irmão por detrás de Maksym e deu-lhe uma facada no peito.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

CD “40 Anos de Cultura em Círculo” apresentado no CCC

O Círculo de Cultura Musical Bombarralense (CCMB) realizou no passado domingo, no Grande Auditório do Centro Cultural ede Congressos (CCC) das Caldas da Rainha, um concerto de apresentação do disco “40 Anos de Cultura em Círculo”, alusivoà comemoração do 40o...

circulo bombarralense1

Teatro da Rainha organiza colóquio “Caldas, Cidade Criativa?”

“Caldas, Cidade Criativa?” é o mote para a 6ª edição do colóquio “Teatro, Espaço Vazio e Democracia”, a ter lugar no Teatro da Rainha, no dia 10 de dezembro, às 15h. Intervirão Fernando Mora Ramos, diretor da companhia fundada em 1985, Sofia Bandeira Duarte, Sofia Reboleira, João Gabriel e Pedro Xavier Mendonça. No mesmo dia, às 18h30, a Sala Estúdio do Teatro da Rainha acolherá o concerto “De Buenos Aires a Paris”, com Emma Alonso na voz e José Manuel Vaquero ao piano.

coloquio