Q

Previsão do tempo

17° C
  • Monday 17° C
  • Tuesday 19° C
  • Wednesday 18° C
17° C
  • Monday 17° C
  • Tuesday 19° C
  • Wednesday 18° C
18° C
  • Monday 18° C
  • Tuesday 20° C
  • Wednesday 19° C

“Tradições da Vila” animaram a cidade

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
No passado sábado a cidade das Caldas da Rainha voltou a ser palco de um conjunto de recriações históricas e de vivências do final do séc. XIX e princípio do séc. XX, através do projeto “Retrato - Tradições da Vila”, que juntou cerca de 180 elementos dos grupos etnográficos e folclóricos e não só, num desfile que retratou com rigor o quotidiano, as tradições, os trabalhos e ofícios de outros tempos, por vários pontos da cidade. Entre folclore, fandangos e teatro de rua houve ainda quem recordasse a antiga tradição popular das “pulhas e desgarradas” na Rua das Montras.
A apanha da azeitona e a descamisada do milho foram algumas das recriações

No passado sábado a cidade das Caldas da Rainha voltou a ser palco de um conjunto de recriações históricas e de vivências do final do séc. XIX e princípio do séc. XX, através do projeto “Retrato – Tradições da Vila”, que juntou cerca de 180 elementos dos grupos etnográficos e folclóricos e não só, num desfile que retratou com rigor o quotidiano, as tradições, os trabalhos e ofícios de outros tempos, por vários pontos da cidade. Entre folclore, fandangos e teatro de rua houve ainda quem recordasse a antiga tradição popular das “pulhas e desgarradas” na Rua das Montras.

Com o objetivo de “trazer à cidade todas as tradições, desde a forma de viver ao convívio do antigamente”, o evento surgiu há seis anos por iniciativa dos grupos de folclore e etnografia do concelho. O cortejo histórico, que contou novamente com o apoio da Câmara Municipal e das duas Uniões de Freguesia da cidade, “é uma forma de reanimar a cultura popular”, sublinhou um dos organizadores do evento, Sérgio Pereira.

Esta edição contou com a demonstração de trabalhos do campo, através da apanha da azeitona e a descamisada do milho, mas também trabalhos domésticos com as lavadeiras a lavar e a corar a roupa, rezas e mezinhas com remédios caseiros, brincadeiras infantis, leilão das fogaças, pulhas, conversas à janela, e os vendedores com produtos e serviços vendidos pelas ruas como antigamente, com recurso ao pregão tradicional.

Em simultâneo houve danças e fandangos, cantares e desgarradas, teatro de rua e encenações com a presença da figura do mestre Rafael Bordalo Pinheiro, e animação com os grupos de gaiteiros e concertinas.

Nesta edição participaram os grupos folclóricos do concelho (Rancho Folclórico e Etnográfico “As Ceifeiras” da Fanadia, o Rancho Folclórico e Etnográfico “Os Oleiros”, do Bairro dos Arneiros, o Rancho Folclórico “Flores da Primavera”, do Guisado, o Rancho Folclórico e Etnográfico “Os Azeitoneiros”, o Rancho Folclórico “Danças do Arnóia” de A-dos-Francos) e quatro de fora (Rancho Folclórico e Etnográfico “Papoilas do Campo” da Cela Velha, Alcobaça, o Grupo Etnográfico Danças e Cantares da Nazaré, o Rancho Folclórico do Arco da Memória de Rio Maior e o Rancho Folclórico “Estrelas do Arnóia”, da Sancheira Grande, Óbidos).

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Reabilitação das duas residências de estudantes e construção de uma nova

A empreitada de reabilitação da residência de estudantes ‘Rafael Bordalo Pinheiro’, na Rua Vitorino Fróis, em Caldas da Rainha, vai permitir aumentar a oferta de camas, das atuais 104 para 117, num investimento de cerca de 1 milhão e 360 mil euros, financiado pelo Programa de Recuperação e Resiliência (PRR), no âmbito do Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior (PNAES).

residencias

Mexilhão gigante no Paul de Tornada

A Associação Pato encontrou um mexilhão gigante no Paul de Tornada quando se dedicava ao estudo dos cágados. Tinha 176 milímetros de comprimento e a espécie nem estava identificada nesta região.

mexilhao

Resultados da monitorização de cágados vão ser apresentados

A monitorização de cágados (tartarugas de água doce) na Reserva Natural Local do Paul de Tornada já remonta a 1995. Desde essa altura que se tem vindo a realizar monitorizações destas espécies de forma a avaliar as populações de cágado-de-carapaça-estriada (Emys orbicularis) e cágado-mediterrânico (Mauremys leprosa) no Paul de Tornada.

cagados