Q

Previsão do tempo

10° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 14° C
  • Saturday 13° C
12° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 14° C
  • Saturday 13° C
13° C
  • Thursday 15° C
  • Friday 14° C
  • Saturday 13° C

Dia Internacional do Idoso festejado na Misericórdia

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A mesa administrativa da Santa Casa da Misericórdia das Caldas da Rainha celebrou no passado sábado o Dia Internacional do Idoso com uma missa e lanche-convívio no edifício sede da instituição, com a participação de utentes e familiares, e animado pelos Cavaquinhos das Gaeiras.

A mesa administrativa da Santa Casa da Misericórdia das Caldas da Rainha celebrou no passado sábado o Dia Internacional do Idoso com uma missa e lanche-convívio no edifício sede da instituição, com a participação de utentes e familiares, e animado pelos Cavaquinhos das Gaeiras.

Depois do período pandémico “é o primeiro evento em que temos possibilidade de convidar os familiares a estarem com os seus pais, avós ou tios, e achámos que o Dia Internacional do Idoso era ideal para concretizar esse evento, tendo a certeza que para eles é uma alegria imensa estarem juntos, quando estiveram quase dois anos privados deste convívio e desta proximidade”, manifestou a provedora da Misericórdia, Conceição Pereira.

“Agora que já estamos um pouco a viver uma vida normal, tivemos uma resposta extraordinária. Vimos a ansiedade e a alegria por verem os familiares e esperamos concretizar mais vezes”, referiu.

No evento participaram muitos dos mais de cem utentes idosos dos vários espaços da Misericórdia. Só não estiveram os acamados, porque a festa foi realizada no exterior do edifício.

A mais idosa tem 102 anos e há muitos utentes na casa dos 90 anos. Boa parte é dependente e há alguns acamados.

A Misericórdia das Caldas da Rainha, que dispõe de equipas de enfermagem, médica, fisioterapeuta e nutricionista, tem recebido “muitas solicitações e algumas bem dramáticas, situações em que as pessoas já não podem continuar nas unidades hospitalares ou os filhos não têm condições de acompanhá-los de dia e de noite devido ao trabalho”, indicou a provedora, adiantando que “tentamos dar resposta, apesar de termos as vagas preenchidas”.

A instituição tem três espaços onde os idosos estão, um centro de acolhimento temporário desde bebés a adolescentes, completo com quinze utentes, o lar de infância e juvenil para meninas, também cheio, com quinze utentes, e o Jardim de Infância Leonel Sotto Mayor.

Assegura apoio domiciliário e no Centro de Recursos, no antigo Colégio Ramalho Ortigão, funcionam o CLDS 4ª Geração, o serviço de apoio da ação social, a Cantina Social, a Loja Social e a distribuição de cabazes.

Dispondo de cerca de 150 colaboradores e tendo no total 400 utentes e funcionários, na Misericórdia são confecionadas diariamente 400 refeições e por isso a próxima obra vai ser uma cozinha nova. A atual cozinha está a funcionar no Colégio e a instituição está à espera de parecer para avançar. “Queremos ainda este ano começar a obra, deve rondar cerca de meio milhão de euros, e vamos pedir ajudas e fazer eventos”, relatou Conceição Pereira.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Arte em posto Multibanco

Motivos alusivos ao ecossistema natural e animal do Paul de Tornada e a imagem da igreja da localidade embelezam um posto Multibanco naquela povoação das Caldas da Rainha, numa ideia do executivo da junta de freguesia concretizada pelo artista Ricardo Silva, que estudou na Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha.

tornada 1

Choque aparatoso na Rua Vitorino Fróis

Um choque aparatoso entre duas viaturas na Rua Vitorino Fróis, na cidade das Caldas da Rainha, ao final da manhã desta terça-feira, levou a que um dos carros ficasse virado de lado. Os dois condutores foram assistidos pelos bombeiros mas recusaram transporte ao hospital.

Vereador do PS explica aprovação do orçamento da Câmara para 2023

O orçamento da Câmara Municipal das Caldas da Rainha para 2023 foi aprovado na passada segunda-feira e nem foi preciso ao Vamos Mudar socorrer-se do voto a favor do vereador do PS, com quem tem um entendimento de compromisso, já que o PSD absteve-se, votando apenas contra o orçamento para os serviços municipalizados. O socialista Luís Patacho explicou concordar com as cautelas e critérios no investimento, tendo em conta “o atual contexto macroeconómico, marcado pela incerteza sobre o fornecimento de bens e serviços, com uma grande pressão inflacionista, especialmente ao nível da energia e dos combustíveis, mas também das matérias-primas, e enorme volatilidade dos mercados”.

ps