Q

Previsão do tempo

23° C
  • Monday 19° C
  • Tuesday 19° C
  • Wednesday 23° C
23° C
  • Monday 20° C
  • Tuesday 20° C
  • Wednesday 23° C
23° C
  • Monday 21° C
  • Tuesday 21° C
  • Wednesday 25° C

Título nacional de surf será decidido em Supertubos

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Bom Petisco Peniche Pro, quinta e última etapa da Liga MEO Surf 2022, a primeira divisão do surf nacional, volta a sofrer um ajuste de programação, regressando ao fim-de-semana original, de 28 a 30 de outubro, por imposições do calendário desportivo internacional.
Guilherme Ribeiro é um dos candidatos ao título

O Bom Petisco Peniche Pro, quinta e última etapa da Liga MEO Surf 2022, a primeira divisão do surf nacional, volta a sofrer um ajuste de programação, regressando ao fim-de-semana original, de 28 a 30 de outubro, por imposições do calendário desportivo internacional.

A etapa que vai decidir o título nacional masculino estava inicialmente prevista para este fim-de-semana de outubro, mas a data foi mudada para Novembro devido a constrangimentos de calendário de provas da World Surf League, o qual, entretanto, também sofreu alterações, obrigando a novas mudanças na Liga MEO Surf 2022.

Francisco Rodrigues, presidente da Associação Nacional de Surfistas, manifestou que “quase que parece que andamos aqui um bocado em navegação à vista. Mas é exatamente o contrário”.

“Inicialmente vimos o WQS da Ribeira Grande, nos Açores, ser agendado para a nossa data. Depois tivemos de nos ajustar a outros compromissos no plano nacional. Agora, voltamos a enfrentar um conflito de calendário de um novo WQS agendado muito recentemente nas Canárias. Pelo meio, o WQS da Ribeira Grande também foi ajustado, permitindo que voltemos à nossa data original no final de outubro”, descreveu.

“A bem de um calendário desportivo equilibrado para os melhores surfistas portugueses, temos de reagir, pelo que pedimos e agradecemos muito a compreensão de todos os envolvidos”, transmitiu.

Assim, Supertubos, em Peniche, prepara-se para receber os principais surfistas nacionais em outubro, onde, mais uma vez e pelo segundo ano consecutivo, a Liga MEO Surf decidirá um título nacional, em especifico, o título máximo do surf português no masculino. Uma disputa com doze surfistas em jogo: Guilherme Ribeiro, Guilherme Fonseca, Eduardo Fernandes, Tomás Fernandes, João Moreira, Vasco Ribeiro, Afonso Antunes, Francisco Almeida, Joaquim Chaves, Francisco Mittermayer, Luís Perloiro e Frederico Morais.

O título nacional feminino já foi conquistado de forma antecipada por Teresa Bonvalot, no Allianz Ribeira Grande Pro, em junho.  

O histórico de campeões nacionais nos últimos cinco anos é o seguinte: 2022 – Teresa Bonvalot (campeã por antecipação); 2021 – Kika Veselko e Vasco Ribeiro; 2020 – Teresa Bonvalot e Frederico Morais; 2019 – Yolanda Hopkins e Miguel Blanco; 2018 – Camilla Kemp e Miguel Blanco; 2017 – Carolina Mendes e Vasco Ribeiro.

Foram campeões nacionais no masculino: Vasco Ribeiro – 5 títulos (2011, 2012, 2014, 2017, 2021); Ruben Gonzalez – 4 títulos (2004, 2005, 2006 e 2008); Frederico Morais – 3 títulos (2013, 2015 e 2020)

José Gregório – 3 títulos (1997, 2003 e 2007); João Antunes – 3 títulos (1994, 1996 e 1998); Miguel Blanco – 2 títulos (2018 e 2019); Justin Mujica – 2 títulos (1999 e 2010); Surfistas com 1 título nacional: Bruno Charneca, Almir Salazar, Rodrigo Herédia, Marcos Anastácio, Paulo Rodrigues, Gustavo Gouveia, Tiago Pires, João Guedes e Pedro Henrique.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Estudantes visitam Paul de Tornada

A Associação PATO recebeu duas turmas da Escola Secundária Raul Proença, que realizaram um conjunto de atividades de voluntariado, explorando a Reserva Natural do Paul de Tornada numa visita guiada, contribuíram para o nascimento de um jardim sensorial e efetuaram ainda uma monitorização ambiental na Lagoa de Óbidos com o Projeto Coastwatch, recolhendo muito lixo marinho.

pato

Jovens portugueses e finlandeses em intercâmbio

Entre os dias 1 e 8 de abril, a Associação Juvenil de Peniche foi palco de um intercâmbio sob a temática da arte e sustentabilidade. O evento recebeu a participação de doze jovens, de Portugal e Finlândia, com idades entre os 15 e os 25 anos.

intercambio

Curso Avançado de Produção de Microalgas e Cultivos Auxiliares

O MARE - Politécnico de Leiria e a Escola Superior de Turismo e Tecnologias do Mar, em Peniche, vão promover uma nova edição do Curso Avançado de Produção de Microalgas e Cultivos Auxiliares, que pretende dar a conhecer as espécies de microalgas cultivadas em laboratório, métodos de cultivo, potencialidades como recursos marinhos, sistemas de produção, e os cultivos auxiliares que beneficiam e cujo valor nutricional pode ser modelado através da alimentação com microalgas. As inscrições estão abertas até dia 27 de maio.