Q

Previsão do tempo

19° C
  • Friday 19° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 26° C
19° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 27° C
19° C
  • Friday 21° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 29° C

MVC estimula utilização de sacos de pano no quotidiano

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
“Vai à praça? O melhor plano é usar o saco de pano” é o novo projeto da Associação MVC – Movimento Viver o Concelho, emparceria com a União de Freguesias Nossa Senhora do Pópulo, Coto e S. Gregório e a Bernina, que pretende sensibilizar eestimular a utilização de sacos de pano no quotidiano. O projeto, […]
A produção dos sacos de pano é feita na sede do MVC (foto António B. Salvador)

“Vai à praça? O melhor plano é usar o saco de pano” é o novo projeto da Associação MVC – Movimento Viver o Concelho, em
parceria com a União de Freguesias Nossa Senhora do Pópulo, Coto e S. Gregório e a Bernina, que pretende sensibilizar e
estimular a utilização de sacos de pano no quotidiano.

O projeto, que já existe desde 2019 mas que acabou por ser adiado e alterado devido à pandemia de Covid-19, foi agora
retomado pela associação, mas de uma “forma menos ambiciosa”. “Inicialmente queríamos criar sacos de pano reutilizados
para serem usados na Praça da Fruta, e propor um dia que não se usasse sacos de plástico na praça”, explicou a professora
de iniciação à costura do MVC, Maria Teresa Serrenho, adiantando que devido às circunstâncias “optámos por modificar a ideia
inicial do projeto, mas sempre com intuito de sensibilizar as pessoas a usarem os sacos de pano”.
Nesse sentido, a associação decidiu criar as oficinas de sacos e apostar na realização de workshops de produção dos sacos
na sede, contando assim com o apoio da União de Freguesias Nossa Senhora do Pópulo, Coto e S. Gregório, e o empréstimo
das máquinas de costura Bernina para a realização dos mesmos. “O objetivo é sobretudo sensibilizar as pessoas para a
confeção de sacos de pano através de materiais que são muitos vezes considerados lixo, para posteriormente serem usados
na praça, ou noutros locais, deixando assim os sacos de plástico”, esclareceu a mentora, adiantando que “pensamos nestas
oficinas com um sentido pedagógico de reduzir o consumo excessivo do plástico, e dar uma nova vida a materiais existentes”.
“É urgente mudar de hábitos e passar às ações, que devagar farão a diferença no futuro”, apontou Teresa Serrenho.
Para promover a iniciativa, o MVC esteve no dia 3 de julho, Dia Internacional Sem Sacos de Plástico, junto à Praça da Fruta a
mostrar os sacos de panos produzidos nas oficinas, e ainda “sensibilizar as pessoas a usá-los, deixando a vergonha de lado”.
Com esta ação de sensibilização, a associação conseguiu perceber que muitas pessoas já adotam boas práticas e algumas até
fizeram questão de mostrar os seus bonitos sacos.
As oficinas funcionam todas as terças e quintas-feiras, entre as 15h e as 17h, na sede do MVC, e já conta com a participação
de 20 voluntários. “A ideia é que as pessoas venham fazer os seus próprios sacos e que depois os usem na Praça da Fruta, ou
noutro sítio qualquer”, esclareceu a professora de costura, adiantando que “agora estamos a tentar produzir sacos em maior
quantidade para vender”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Escola Secundária Josefa de Óbidos – Margarida Rebelo Almeida – 18 valores

Margarida Rebelo Almeida, de 17 anos, do 12.º ano do curso de Ciências e Tecnologias, foi a melhor aluna da Escola Secundária Josefa de Óbidos. Terminou o ensino secundário com média interna de 19,1 valores. Nos exames nacionais, obteve 18,0 valores no de Matemática A e 19,1 no de Física e Química A. 

margarida josefa dobidos

Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste – Fábio Romano – 18 valores

Fábio Romano, de 33 anos, aluno da Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste, do curso de Gestão e Produção de Cozinha, foi o melhor aluno com uma classificação de 18 valores (correspondendo aos dois primeiros semestres. Encontra-se a aguardar a nota de estágio curricular, que irá ainda integrar esta média).

img 6552 2 fabio romano