Q

Previsão do tempo

14° C
  • Friday 22° C
  • Saturday 27° C
  • Sunday 22° C
15° C
  • Friday 22° C
  • Saturday 27° C
  • Sunday 23° C
15° C
  • Friday 24° C
  • Saturday 30° C
  • Sunday 24° C

Inaugurada Unidade de Apoio ao Alto Rendimento na Escola para alunos atletas

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Unidade de Apoio ao Alto Rendimento na Escola (UAARE) da Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro, que tem vindo ajudar os alunos atletas de alta competição provenientes de diferentes modalidades desportivas a melhorarem o rendimento, tanto na escola como no desporto, foi inaugurada “simbolicamente” na passada sexta-feira, com a presença do secretário de Estado do […]
Comitiva presente na cerimónia de inauguração na Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro

A Unidade de Apoio ao Alto Rendimento na Escola (UAARE) da Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro, que tem vindo ajudar os alunos atletas de alta competição provenientes de diferentes modalidades desportivas a melhorarem o rendimento, tanto na escola como no desporto, foi inaugurada “simbolicamente” na passada sexta-feira, com a presença do secretário de Estado do Desporto, João Paulo Correia, que considerou este projeto “um casamento feliz entre o desporto e a educação”.

Esta unidade de apoio teve início no ano letivo 2015/16 quando a direção da Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro se apercebeu das dificuldades que enfrentavam os alunos atletas de alto rendimento, na relação entre a sua atividade desportiva e escolar, nomeadamente o ciclista João Almeida, que foi um desses alunos quem fizeram parte de uma das 19 UAARE a nível nacional, que apoiam alunos atletas de 43 modalidades desportivas.

Na cerimónia, a diretora cessante do Agrupamento de Escolas Rafael Bordalo Pinheiro, Maria do Céu Santos, recordou que “a escola nem sabia, na altura, que aquele aluno tinha estatuto de alto rendimento, só o soube quando João Almeida foi convocado para o Campeonato da Europa e, no mesmo dia da competição, tinha um exame do 12º ano”.

O caso fez com a escola apresentasse à Direção-geral de Educação uma candidatura ao programa UAARE, através do professor Manuel Nunes e com o apoio da Federação de Badminton, que providencia, entre outros aspetos, alojamento para os alunos deslocados. “Foi assim que agarrámos o projeto e com muita perseverança e qualidade a nossa escola foi uma das selecionadas para integrar a rede nacional de UAARE”, salientou a docente, adiantando que além de João Almeida, que terminou nesse ano o seu percurso, a escola já tinha mais alguns alunos nas mesmas condições, nomeadamente na modalidade de badminton.

Já o novo diretor do Agrupamento, Jorge Pina, sublinhou que “este foi um projeto abraçado com amor e carinho pelo nosso agrupamento, e enquanto eu for diretor, ele continuará assim”.

As UAARE visam uma articulação eficaz entre os agrupamentos de escolas, os encarregados de educação, as federações desportivas e seus agentes e os municípios, entre outros interessados, tendo por objetivo conciliar, com sucesso, a atividade escolar com a prática desportiva de alunos/atletas do ensino secundário enquadrados no regime de alto rendimento, seleções nacionais ou de elevado potencial desportivo. Atuam em três domínios essenciais: gestão escolar, gestão desportiva e saúde e bem-estar, trabalhando em rede com autarquias e encarregados de educação, assegurando condições de conciliação para o sucesso dos alunos-atletas.

“De facto, as UAARE só têm sucesso se todos estivermos juntos para encontrar soluções para os problemas dos alunos atletas, e é esse objetivo deste projeto”, referiu o coordenador nacional das UAARE, Victor Pardal, que aproveitou para esclarecer que só neste último ano letivo as 19 unidades de apoio permitiram dar seis apoios pedagógicos dentro das salas Aprender +, terminando assim com “um sucesso escolar na ordem dos 95%, e no qual está inserida esta escola”. “Isto para nós é uma enorme felicidade”, apontou.

Presente na inauguração também esteve o secretário de Estado do Desporto e da Juventude, João Paulo Correia, que considerou que “as UAARE são uma espécie de casamento feliz entre o desporto e a educação, com grande sucesso, quer na componente educativa, quer desportiva”.

O projeto “consegue dar ganhos ao desporto porque os atletas melhoram o seu desempenho e geram melhores resultados para a sua modalidade e estes atletas têm conseguido grandes resultados para o desporto nacional e é um sucesso na escola porque o projeto dá outro tipo de proteção aos alunos e permite-lhes ter um aproveitamento, também na escola, de alto rendimento”, acrescentou o secretário de Estado, destacando ainda a importância do apoio das câmaras municipais para o desenvolvimento do desporto, sendo “parceiros essenciais para que estes projetos se continuem a desenvolver”.

Face ao “sucesso do projeto e ao contributo que tem dado”, o governo decidiu alargar o número de UAARE de 19 para 23, de modo a que “a rede possa ser um espaço de oportunidade para os jovens de todo o país, independentemente do território onde residem”, abrangendo assim 750 alunos/atletas de alto rendimento de 43 localidades.

O presidente da Câmara Municipal, Vitor Marques, também agradeceu aos responsáveis pelo projeto, que “permite não só os alunos do concelho, mas também fora dele, terem esta oportunidade de desenvolver a atividade educativa juntamente com a desportiva”.

Além de descerrar a placa, que assinala a atribuição do estatuto UAARE, a comitiva visitou a sala de estudo “Aprender +”, onde os alunos vão poder aceder a todos equipamentos e serem devidamente acompanhados.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Ribafria com dobradinha em Évora

Apesar de ter dado já como terminada a sua época de competição, a equipa de ciclismo do Centro Recreativo e Popular da Ribafria, na Benedita, acabou por deslocar-se no passado dia 1 à cidade de Évora, para participar no VI Circuito organizado pela União Desportiva do Alentejo.

ribafria