Q

Previsão do tempo

21° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 27° C
  • Saturday 27° C
21° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 27° C
  • Saturday 27° C
22° C
  • Thursday 27° C
  • Friday 30° C
  • Saturday 30° C

Reincidente por violência doméstica detido pela GNR

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Um homem de 28 anos, com antecedentes criminais por violência doméstica, voltou a ser detido por suspeitas de agressões físicas e psicológicas contra a companheira de 34 anos, com quem vivia maritalmente, no concelho das Caldas da Rainha, ficando em prisão preventiva enquanto não for possível a sua colocação numa residência onde seja alvo de controlo.

Um homem de 28 anos, com antecedentes criminais por violência doméstica, voltou a ser detido por suspeitas de agressões físicas e psicológicas contra a companheira de 34 anos, com quem vivia maritalmente, no concelho das Caldas da Rainha, ficando em prisão preventiva enquanto não for possível a sua colocação numa residência onde seja alvo de controlo.

No decorrer da averiguação desencadeada pelo Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) do Comando Territorial de Leiria da GNR, os militares apuraram que o suspeito terá injuriado e infligido, de forma reiterada, agressões físicas e psicológicas contra a vítima, pelo que no decorrer das diligências foi dado cumprimento a um mandado de busca e detenção, que culminou na localização e detenção do homem, no passado dia 5.

Após ter sido presente ao Tribunal Judicial de Leiria no dia seguinte, foi-lhe aplicada a medida de coação de obrigação de permanência em casa, ficando em prisão preventiva enquanto não for possível a sua permanência numa residência de forma segura.

O juiz de instrução criminal considerou fortemente indiciado que o arguido “molestou física, verbal, sexual e psicologicamente a vítima” entre abril e julho deste ano.

Nessas circunstâncias, segundo descreve o Ministério Público, o arguido desferiu bofetadas, pontapés e golpes no rosto e cabeça da vítima, apertou-lhe o pescoço, agarrou e puxou-lhe os cabelos, arrastou-a e empurrou-a, provocando a sua queda no chão. E também a insultou e lhe dirigiu ameaças de morte, deixando-a intranquila e assustada”.

Resultou, também, indiciado que o arguido “apontou uma faca à vítima, atirou-lhe um cigarro aceso contra um braço e cuspiu-lhe no rosto”.

O homem já foi condenado pelo crime de violência doméstica, na pena de dois anos de prisão, suspensa a sua execução por dois anos, por sentença transitada em julgado em 2018.

A GNR relembra que a violência doméstica “é crime público e denunciar é uma responsabilidade coletiva”. “Se precisar de ajuda ou tiver conhecimento de alguma situação de violência doméstica participe no Portal Queixa Eletrónica, em queixaselectronicas.mai.gov.pt, via telefónica, através do número de telefone 112, e no posto da GNR mais próximo da área de residência”, apela a GNR.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Festival das Adiafas nos Vidais

Música, gastronomia, fogo de artifício, showcooking, demonstrações de alfaias e equipamentos agrícolas no terreno, palestras sobre agricultura, artesanato, aula de zumba, missa campal, bênção de colheitas, passeio de tratores e bênção dos mesmos, fizeram parte da primeira edição do Festival das Adiafas Vidais'2022, um novo evento nesta localidade do concelho das Caldas da Rainha.

vidais3

Aplicação de produtos fitofarmacêuticos

O Município do Bombarral informou que até ao dia 12 de outubro irão ser aplicados produtos fitofarmacêuticos nas áreas recentemente desmatadas junto à via férrea da Linha do Oeste. Esta ação é desenvolvida no âmbito do contrato entre o Consórcio Somafel/Floresta Bem Cuidada e a Infraestruturas de Portugal, designado por “Realização da atividade de controlo de vegetação (dos 2 aos 10 metros) e desmatação no edificado na Rede Ferroviária Nacional”.

Novo comandante na Capitania da Nazaré

O capitão-de-fragata Lopes Figueiredo tomou posse na passada terça-feira do cargo de capitão do porto da Nazaré, durante uma cerimónia protocolar que teve lugar no Forte de São Miguel Arcanjo.

comandante