Q

Previsão do tempo

19° C
  • Friday 19° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 26° C
19° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 27° C
19° C
  • Friday 21° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 29° C

“Frutos” com entradas livres na feira e concertos a pagar

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Parque D. Carlos I, nas Caldas da Rainha, vai acolher a edição de 2022 da Frutos - Feira Nacional da Hortofruticultura, a decorrer entre 25 e 28 de agosto, das dez da manhã à meia-noite, exceto no primeiro dia, com inauguração às seis da tarde, e quando houver dj’s, em que se prolonga a área de concertos e bares até as duas da manhã.
A feira vai decorrer no Parque D. Carlos I entre 25 e 28 de agosto

O Parque D. Carlos I, nas Caldas da Rainha, vai acolher a edição de 2022 da Frutos – Feira Nacional da Hortofruticultura, a decorrer entre 25 e 28 de agosto, das dez da manhã à meia-noite, exceto no primeiro dia, com inauguração às seis da tarde, e quando houver dj’s, em que se prolonga a área de concertos e bares até as duas da manhã.

Do cartaz de espetáculos constam os nomes de Nenny (dia 25), D.A.M.A. e Dj Wilson Honrado (dia 26), Calema e Dj Nuno Luz (dia 27) e Bárbara Tinoco (dia 28).

A entrada na feira será gratuita mas os concertos no palco principal serão pagos.

“O palco principal ficará no local de sempre, no Parque de Merendas, e apenas esta área será vedada e com controlo de acesso. Esta opção permitirá um maior usufruto do espaço e criar mais dinâmica entre público e comerciantes”, refere a autarquia.

Dentro do recinto gratuito da feira haverá animação itinerante e, concretamente no Parque das Bicicletas, outro palco de concertos, com programação para as tardes e noites do evento.

Será também neste local que estarão os espaços de comidas e bebidas, bem como uma área destinada às crianças.

Depois do interregno de dois anos, a Frutos 2022 regressa ao parque da cidade num formato diferente com o mesmo objetivo: “Aumentar a competitividade do setor agrícola, divulgar produtos hortofrutícolas nacionais, ser uma montra das tecnologias associadas ao setor, bem como estimular negócios e divulgação dos produtos da região noutros mercados”.

A organização da Frutos é da Câmara Municipal das Caldas da Rainha com o apoio de quase três dezenas de entidades parceiras ligadas ao setor de atividade.

O evento foi aprovado por maioria na Câmara Municipal, com o Vamos Mudar a contar com o voto do PS para realizar a feira em quatro dias. O PSD não votou favoravelmente esta proposta porque considera que “são poucos dias e por isso o seu impacto económico na cidade será reduzido”. “Passará a ser a Feirinha da Fruta. Serão seguramente bons quatro dias, dada a dinâmica anterior, mas é curto”, manifestou o PSD, que, em comunicado, lamenta “a falta de ambição e incapacidade de realização do executivo”.

(1)
Comentários
.

1 Comment

  1. Artur Silva

    Concordo com a Frutos em 4 dias, pois isso minora os danos que a Frutos faz no Parque (pelo que deveria passar a ser feita noutro lugar), bem como prejudica todos os anos o descanso noturno dos caldanses que vivem em redor do Parque e mesmo em locais habituais de estacionamento de visitantes nacionais. Mas isso também acabará por ser imposto pela Visabeira depois de feito o Hotel

    Vejo mais problemas noutras áreas, como a do termalismo, que dá o nome à cidade, e que cada executivo encara como se fosse um problema que nunca tivesse sido analisado e exigisse “mais um estudo”…

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste – Fábio Romano – 18 valores

Fábio Romano, de 33 anos, aluno da Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste, do curso de Gestão e Produção de Cozinha, foi o melhor aluno com uma classificação de 18 valores (correspondendo aos dois primeiros semestres. Encontra-se a aguardar a nota de estágio curricular, que irá ainda integrar esta média).

img 6552 2 fabio romano