Q

Previsão do tempo

17° C
  • Sunday 22° C
  • Monday 23° C
  • Tuesday 21° C
17° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 24° C
  • Tuesday 21° C
18° C
  • Sunday 26° C
  • Monday 26° C
  • Tuesday 23° C

Não adoeça neste verão, ok?

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O presidente da República de Portugal fez este patético apelo aos portugueses: “Vamos todos tentar não adoecer neste Verão”, numa assunção de que o Serviço Nacional de Saúde está um caos, consequência da incompetência ou falta de vontade de resolver os problemas, ou ainda, pelo conluio do Governo com o setor privado da saúde.

O presidente da República de Portugal fez este patético apelo aos portugueses: “Vamos todos tentar não adoecer neste Verão”, numa assunção de que o Serviço Nacional de Saúde está um caos, consequência da incompetência ou falta de vontade de resolver os problemas, ou ainda, pelo conluio do Governo com o setor privado da saúde.

O que eu esperava do presidente da República era a dissolução do Parlamento, por incompetência do Governo na gestão do dinheiro do povo português.
O primeiro-ministro António Costa assumiu a responsabilidade pelo caos na saúde, criticando fortemente a sua ministra: está um caos, a ministra não serve, a responsabilidade política é minha, quero, posso e mando, portanto amanhem-se e não me chateiem com as vossas doenças da treta, zé povinho chato, só criam problemas.
O Governo foi eleito com maioria absoluta, mas foi eleito para governar.
Desde há sete anos que anda a desgovernar o dinheiro do povo.
Porque não acabam com o roubo descarado do nosso dinheiro, através das empresas de aluguer de médicos?
Os médicos deixaram de o ser – gente digna e com ética, com o objectivo primário de salvar vidas – e tornaram-se mercenários, quais jogadores de futebol.
O “Jorge Mendes” dos médicos são as empresas de aluguer de médicos e, estes não se preocupam com os doentes, mas sim com o preço da hora de trabalho.
95 € / hora?
Vamos lá passar um turno de 24 horas ao hospital e ganhar mais de 2.000 € por dia!!!
Morre-se em Portugal (nas Caldas por alegada falta de assistência).
Morre-se ou fica-se empenado toda a vida, por deficiente assistência nos hospitais onde os médicos turbo-diesel vão fazer umas horas (quando deviam tratar os doentes), sem qualquer responsabilidade clínica.
A responsabilidade fica para o médico residente (que recebe 20€ / hora e tem de se responsabilizar pelas asneiras dos médicos-comerciantes).
E quanto ganham as empresas de aluguer de médicos por cada médico?
Esta é uma resposta que ninguém sabe, talvez o segredo mais bem guardado.
Porque não se acaba com esta pouca vergonha (delapidar do dinheiro do povo em favor de privados) e se volta ao antigamente, em que cada Hospital tinha autonomia para contratar pessoal, criando concursos públicos, mais transparentes?
Os responsáveis?
Governo Sócrates, governo Passos Coelho e governo António Costa.
António Costa está há sete anos no poder, diz que os problemas são estruturais.
Em sete anos não foi capaz de estruturar nada na área da saúde.
Assumiu a sua incompetência e responsabilidade!
Devia demitir-se e dar lugar a outro.
Como cereja no topo do bolo desta palhaçada toda, a Diretora-Geral de Saúde veio aconselhar a não comer bacalhau à brás no verão e, o Presidente da República, que devia ser o garante do bom senso em Portugal, vem pedir para evitarmos adoecer no Verão.
Os médicos turbo-diesel também deviam corar de vergonha, são as prostitutas da medicina: vendem-se a quem pagar mais!
A Ordem dos Médicos brinca com todos, quando devia criar condições para haver mais vagas nas especialidades e, qualquer aluno poder ser médico sem precisar de ter 19 valores de média.
Bem-vindos à África europeia.
Apenas somos mais clarinhos, mas a mentalidade continua a ser a do “deus-dinheiro”, a do “é fartar vilanagem”, que “até fomos eleitos pelo povo”.
Até quando o povo vai deixar?…

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

­A juventude Z vai formosa e não segura

Bela e airosa, mas cheia de dúvidas e receios — referindo-nos àquela juventude mais privilegiada, nascida entre 1990 e 2000 (chamada geração Z, sucedeu à geração Y ou millenial, que sucedeu à geração X, que sucedeu à dos chamados baby  boomers…), filha da burguesia delirante, não à outra, a menos ou nada privilegiada, que abandona o secundário e se faz à vida logo que a CPCJ deixa de andar em cima. Mas hoje a ansiedade e a insegurança dessa juventude Z, que negoceia e finta as projecções dos pais-helicóptero, são do tamanho do mundo ao alcance de um voo low cost. Ter perdido a espontaneidade de brincar na rua e ser levada de carro pelos progenitores, da creche à faculdade, também não ajuda à autonomia e à autoconfiança.

francisco martins da silva

Oeste e agora?

Estamos em 2024 e temos um novo governo. Um novo partido guia as opções futuras do país. Naturalmente, serão de esperar mudanças em várias áreas sensíveis, nomeadamente na saúde. Neste contexto cremos que uma decisão deve ser revista por quem agora dirige, no que à...