Q

Previsão do tempo

20° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 27° C
20° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 28° C
21° C
  • Wednesday 21° C
  • Thursday 27° C
  • Friday 30° C

Enoturismo em Portugal: roteiro de Norte a Sul para conhecer o melhor do Vinho

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Depois de anos votados a uma espécie ostracismo, a cultura do Vinho ganhou um plano de destaque na vida cultural e turística de Portugal.

Depois de anos votados a uma espécie ostracismo, a cultura do Vinho ganhou um plano de destaque na vida cultural e turística de Portugal.

Mais e melhores enólogos e vinhas tratadas como se de jardins se tratassem resultam em vinhos que não se cansam de serem distinguidos como dos melhores do mundo levando não só a recordes de vendas, mas também a que milhares de pessoas procurem conhecer o melhor do Vinho português por “dentro”.

No total, existem 14 regiões vinícolas demarcadas em Portugal (Vinhos Verdes, Trás-os-Montes, Douro, Távora-Varosa, Dão, Bairrada, Beira Interior, Lisboa, Tejo, Península de Setúbal, Alentejo, Algarve, Madeira e Açores) e em todas elas é possível encontrar projetos de Enoturismo que permitem ao visitante desfrutar de paisagens de uma beleza impar, degustar o melhor dos vinhos e gastronomia local, ficar a saber mais sobre as 343 tipos de castas existentes no nosso país e até participar ativamente na produção do vinho.

A oferta é generosa e atrativa, por isso vamos deixar-lhe com um roteiro de Norte a Sul que faz paragens em cinco dos mais entusiasmantes projetos de Enoturismo que pode encontrar em Portugal. Venha daí!

Roteiro de Norte a Sul para conhecer o melhor do Vinho

WOW – World of Wine (Vila Nova de Gaia)

Com quase dois anos de existência, não havia melhor forma de o WOW – World of Wine se estrear na galeria de honra dos Best of Wine Tourism Awards.

Na última gala de entrega destes importantes prémios de Enoturismo, este projeto já classificado de Potencial Interesse Nacional (PIN) acabou por trazer para o Porto o “Special Achievement Award”, prémio que só tinha sido atribuído uma única vez na história destes galardões, pela qualidade, inovação e impacto para a história e cultura local do passado, do presente e do futuro e pelo seu impacto na economia da região (criou mais de 250 postos de trabalho desde a sua inauguração em 2020).

Para além de juntar no mesmo espaço a história por detrás da primeira região demarcada de vinho do mundo (Douro), o WOW vai mais longe e oferece a quem o visita em Vila Nova de Gaia uma experiência imersiva dividida em sete museus que leva o visitante numa viagem pelo mundo do Vinho que começa no processo que começa na plantação da vinha e acaba no copo com o The Wine Experience, se prolonga com o Planet Cork que se debruça sobre o ritual dos copos e da indústria da cortiça, atravessa os momentos mais importantes da cidade Invicta com o Porto Region Across The Ages e acaba a revelar os segredos por detrás de algumas das principais indústrias da região, como os têxteis ou a moda no Museu da Moda e do Têxtil com um toque doce à mistura dado pelo The Chocolate Story.

A estes cinco museus junta-se ainda o The Bridge Collection que conta 9 mil anos de história do Homem e da Humanidade através dos copos (na rotina do dia-a-dia, nos rituais ou mesmo nas celebrações e comemorações) e o sétimo e mais recente o Pink Palace, museu que convida o visitante a conhecer, numa experiência descontraída e divertida, não só a história e a ciência que se esconde por detrás da produção do vinho rosé, mas também a cultura e o lifestyle que este vinho simboliza.

A esta oferta museológica de excelência, o WOW junta ainda uma Escola de Vinho que organiza workshops e degustações para curiosos, apreciadores e profissionais do setor e que foi pensada de raiz para oferecer o máximo de informação possível sobre o vinho português, mas também sobre o vinho em geral, num contexto internacional.

Para além de tudo isto, o World of Wine oferece ainda um espaço para exposições e outro para eventos, bem como uma alargada oferta gastronómica que se consubstancia em nove novos e multifacetados restaurantes no Porto.

Quinta da Pacheca (Lamego)

Pioneira na região do Douro a engarrafar vinhos sob marca própria (1738), a Quinta da Pacheca sempre esteve focada na produção de vinhos DOC do Douro e do Porto de qualidade.

A partir de 1995, esta quinta inaugurou oficialmente o seu projeto de enoturismo abrindo as portas para visitas guiadas à propriedade e venda dos seus vinhos numa loja preparada para o efeito.

Daí para cá, este projeto foi sendo desenvolvido a par de outras atividades de relevante interesse enoturístico acabando por resultar na inauguração do The Wine House Hotel Quinta da Pacheca em 2009, explorando assim mais uma forma de negócio e contribuindo para alargar a oferta turística de uma forma Região cada vez mais procurada e reconhecida como destino de excelência.

Três anos depois, e já sob gerência de Paulo Pereira e Maria do Céu Gonçalves, surgiram os primeiros esboços daquilo que viriam a ser as atuais Wine Barrels, suítes em forma de barrica com uma claraboia que, com os seus elementos arquitetónicos e de design exclusivos, marcam indelevelmente a paisagem dos terrenos mais altos da propriedade de onde se pode apreciar a monumentalidade da paisagem Património da Humanidade da UNESCO.

De realçar que, esta mistura entre a história do vinho, a paisagem e elementos arquitetónicos vanguardistas, mostrou-se determinante para que o The Wine House Hotel – Quinta da Pacheca o prémio “Architecture & Landscape” em 2019.

Para além de tudo isto, Quinta da Pacheca permite ainda que o visitante participe nas vindimas e pise uvas, usufrua de visitas guiadas e participe em provas de vinho que, caso o pretenda, podem decorrer durante um piquenique em plena natureza.

Ventozelo Hotel & Quinta (Ervedosa do Douro)

Tal como aconteceu com o WOW, o projeto de enoturismo Ventozelo Hotel & Quinta situado em Ervedosa do Douro (São João da Pesqueira) foi outro dos galardoados portugueses na última gala Best of Wine Tourism Awards realizada na Alemanha tendo trazido para o distrito de Viseu o galardão “Architecture & Landscape” pela ligação simbiótica entre os edifícios que o compõem e a paisagem envolvente.

Este projeto situado em plena região demarcada do Douro oferece aos visitantes um conjunto de experiências fortemente ligadas à ruralidade, nomeadamente a vinha e o vinho, a gastronomia, a paisagem, a história e o conhecimento da mais antiga região demarcada do mundo.

À paisagem de cortar o folego, o Ventozelo Hotel & Quinta tem para oferecer 29 quartos, um restaurante, provas de vinhos, um centro interpretativo, percursos pedestres e atividades de turismo de natureza.

Quinta de Madre de Água, Gouveia (Dão e Lafões)

Rodeado por bonitas vinhas inseridas na região do Dão, o Madre de Água Hotel Rural foi inaugurado em dezembro de 2012 e é o refúgio ideal para quem quer relaxar. Situado em Gouveia, junto à aldeia de Vinhó, e a poucos minutos do Parque Natural da Serra da Estrela, este hotel familiar é um sonho tornado realidade pela Madre de Água, produtora de alguns dos melhores vinhos do Dão que o amplifica com uma experiência que consiste numa estadia de 2 noites para 2 pessoas em acomodação dupla, no Madre de Água Hotel Rural.

Para além de desfrutar de uma paisagem incomparável, no coração da Serra da Estrela, e deixar-se envolver pela beleza aconchegante e ambiente romântico que a Quinta Madre de Água proporciona, o visitante tem direito a um passeio pedestre pela propriedade; degustação dos produtos Madre de Água (vinhos, queijos, compotas e azeite); um jantar romântico, sugestão do Chef, para 2 pessoas com bebidas da Gama Terras Madre de Água; um passeio a cavalo para dois e um almoço piquenique no campo.

Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito (Vidigueira, Baixo Alentejo)

Para quem procura “meter a mão na massa”, a Adega da Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito é uma paragem obrigatória.

Fundada na década de 60, a Adega Cooperativa de Vidigueira produz oito milhões de quilos de uva por vindima que resultam em cerca de seis milhões de litros de vinho por ano. Caso queira fazer parte deste processo, o espaço disponibiliza um programa com cerca de seis horas que convida o público a ajudar.

Sempre acompanhados por elementos da equipa, os visitantes têm a oportunidade de visitar as vinhas e participar na vindima. O programa inclui também bucha com petisco regional, visita às instalações da adega, acompanhamento do processo de vinificação e, para terminar, um almoço com provas de vinho. Para trabalhar vestido a rigor, a Adega Cooperativa da Vidigueira oferece ainda um kit com t-shirt e boné.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Dia Internacional do Idoso festejado na Misericórdia

A mesa administrativa da Santa Casa da Misericórdia das Caldas da Rainha celebrou no passado sábado o Dia Internacional do Idoso com uma missa e lanche-convívio no edifício sede da instituição, com a participação de utentes e familiares, e animado pelos Cavaquinhos das Gaeiras.

santa1

Grupo Académico da ESAD.CR dinamiza evento solidário

“#CALDASSempreLimpa” é uma iniciativa cívica que “pretende sensibilizar a população para a importância da limpeza urbana e de como esta reside não apenas no ofício da recolha do lixo, mas acima de tudo no exemplo que podemos dar aos outros”, descreve o Grupo...