Q

Previsão do tempo

22° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 27° C
  • Saturday 27° C
23° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 27° C
  • Saturday 27° C
23° C
  • Thursday 27° C
  • Friday 30° C
  • Saturday 30° C

Ciclista caldense António Morgado em 4º na Suíça

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O ciclista caldense António Morgado, integrado na seleção nacional, ficou em quarto lugar no Tour du Pays de Vaud, prova da Taça das Nações de Juniores que decorreu entre a passada quinta-feira e domingo na Suíça.
António Morgado desta vez não chegou ao pódio

O ciclista caldense António Morgado, integrado na seleção nacional, ficou em quarto lugar no Tour du Pays de Vaud, prova da Taça das Nações de Juniores que decorreu entre a passada quinta-feira e domingo na Suíça.

António Morgado ficou a 23 segundos do vencedor, o suíço Jan Christen, que se evidenciou na derradeira etapa, com cinco contagens de montanha, maioritariamente subidas curtas e inclinadas. O helvético, já contratado pela UAE Team Emirates até 2027, isolou-se e venceu ao cabo de 2h17m30s, afastando-se do grupo dos principais candidatos, no qual estavam incluídos António Morgado, que terminou em 18º nesta etapa de 104,7 quilómetros, com início e final em Aigle, cidade onde está sediada a União Ciclista Internacional, que reúne as federações nacionais de ciclismo.

A vantagem conquistada foi suficiente para Jan Christen dar a volta à classificação, subindo ao primeiro lugar da geral, embora com o mesmo tempo do anterior camisola amarela, o norueguês Johannes Kulset. O terceiro foi o neerlandês Menno Huising, a 21 segundos. António Morgado baixou para a quarta posição final.

O caldense deixou assim escapar a presença no pódio, levando o selecionador nacional, José Poeira, a assumir que “estas corridas também servem de aprendizagem”. “Um corredor como o suíço que ganhou não pode ter liberdade para sair do pelotão. Foi um erro nosso, mas também das outras seleções que estavam a discutir o pódio. Ou se anula de imediato a fuga ou se vai com esse corredor. Mais tarde a equipa ainda perseguiu, contribuindo para diminuir a desvantagem. Mas já não foi possível anular o estrago. Foi pena, porque o António Morgado está ao nível dos melhores que aqui estão e poderia vencer a corrida ou, pelo menos, terminar no pódio. Ficou a lição, que será útil para o futuro”, declarou o selecionador nacional.

Na quinta-feira, António Morgado tinha sido o 15º classificado no prólogo, um curto exercício individual de 4,4 quilómetros, em Puidoux.

A primeira etapa correu-se na sexta-feira. Foram 135,8 quilómetros, entre Paudex e Mathod. António Morgado foi o quinto classificado, subindo na altura à nona posição da geral.

No sábado chegava ao terceiro lugar da classificação geral, depois da sua prestação no setor da manhã, 97,3 quilómetros, entre Cuardnees e Champagne, onde foi sétimo. Durante a tarde disputou-se um contrarrelógio individual de 11,3 quilómetros, em Champagne. António Morgado voltou a estar em bom plano e foi o oitavo.

O Tour du Pays de Vaud é a terceira prova da Taça das Nações em que Portugal participou durante o mês de maio. Nas corridas anteriores, António Morgado foi o segundo classificado.

Os outros portugueses classificados na Suíça foram Gonçalo Tavares, que concluiu a competição no décimo lugar, a 1m25s, Daniel Lima, 33º, a 6m08s, Rafael Barbas, 41º, a 9m16s, e Rúben Rodrigues, 50º, a 13m02s. Tiago Santos, vítima de queda, acabou por desistir na última etapa.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Festival das Adiafas nos Vidais

Música, gastronomia, fogo de artifício, showcooking, demonstrações de alfaias e equipamentos agrícolas no terreno, palestras sobre agricultura, artesanato, aula de zumba, missa campal, bênção de colheitas, passeio de tratores e bênção dos mesmos, fizeram parte da primeira edição do Festival das Adiafas Vidais'2022, um novo evento nesta localidade do concelho das Caldas da Rainha.

vidais3

Aplicação de produtos fitofarmacêuticos

O Município do Bombarral informou que até ao dia 12 de outubro irão ser aplicados produtos fitofarmacêuticos nas áreas recentemente desmatadas junto à via férrea da Linha do Oeste. Esta ação é desenvolvida no âmbito do contrato entre o Consórcio Somafel/Floresta Bem Cuidada e a Infraestruturas de Portugal, designado por “Realização da atividade de controlo de vegetação (dos 2 aos 10 metros) e desmatação no edificado na Rede Ferroviária Nacional”.