Q

Previsão do tempo

14° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 26° C
  • Monday 28° C
15° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 27° C
  • Monday 28° C
14° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 29° C
  • Monday 30° C

Escola Rafael Bordalo Pinheiro combate fake news

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Agrupamento de Escolas Rafael Bordalo Pinheiro, nas Caldas da Rainha, acolheu na semana passada 22 alunos e 6 professores oriundos de Itália, Eslováquia e Espanha, em formação Erasmus + para combater o extremismo. No âmbito da visita dos alunos estrangeiros, as professoras Cecília Correia e Teresa Saramago e um conjunto de estudantes criaram uma peça artística sobre fake news que está exposta na escola, com o intuito de explicar sobre o fenómeno e os perigos da desinformação. A peça foi feita no âmbito do projeto da escola “Não ao Extremismo”.
Professores e alunos criaram peça sobre “Fake News”

O Agrupamento de Escolas Rafael Bordalo Pinheiro, nas Caldas da Rainha, acolheu na semana passada 22 alunos e 6 professores oriundos de Itália, Eslováquia e Espanha, em formação Erasmus + para combater o extremismo. No âmbito da visita dos alunos estrangeiros, as professoras Cecília Correia e Teresa Saramago e um conjunto de estudantes criaram uma peça artística sobre fake news que está exposta na escola, com o intuito de explicar sobre o fenómeno e os perigos da desinformação. A peça foi feita no âmbito do projeto da escola “Não ao Extremismo”.

fake 2
A peça sobre “Fake News” foi apresentada aos alunos estrangeiros

Os estudantes estrangeiros chegaram à escola no passado dia 26, tendo uma receção com várias atividades, incluindo a apresentação da obra que representa “fake news”. Os jovens visitantes receberam ainda uma brochura sobre notícias falsas que também foram feitas pelos alunos da Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro. 

Fake news são notícias falsas, produzidas para distorcer, manipular e desinformar. “Circulam nomeadamente na Internet, nas redes sociais, plataformas de streaming, entre outros, e o problema é que as mentiras são tantas vezes repetidas que até parecem verdadeiras e, por isso, difíceis de identificar”, relatou Cecília Correia, que faz parte do Programa Erasmus+.

Segundo a professora, um dos maiores desafios da atualidade é distinguir notícias verdadeiras das chamadas “fake news”. “Qualquer notícia e qualquer fonte devem ser analisadas com olhos de ver, com pesquisa e confronto de várias fontes para perceber o que é verdadeiro”, explicou. 

“Queremos que os nossos alunos sejam cada vez mais críticos, saibam analisar o que leem e que possam fazer as suas escolhas de uma forma livre”, salientou a docente. 

A peça de arte é composta por vários jornais e revistas, onde foi colocada uma cartolina preta por cima que “simboliza a soma de todas as cores e aqui o preto é para barrar cada montinho de revistas representando que por baixo estão os temas e assuntos”, explicou a docente.

Contrastaram com o branco, que representa “a luz que cada um tem que ter no seu interior para saber analisar cada notícia e cada assunto que tem à frente”. O espelho representa as pessoas que “têm que fazer a inversão daquilo que está e saber distinguir o certo do errado”.

“Num mundo de valores invertidos, a educação perdura como o espelho insuspeito do real”, é uma das frases que faz parte da peça.

Atualmente com a guerra na Ucrânia “estamos todos os dias a ser confrontados com notícias falsas e a escola é o local certo para construímos opiniões livre e críticas”. 

A peça de arte que simboliza as “fake news” irá estar exposta na Escola de Santa Catarina, que faz parte do Agrupamento Escolas Rafael Bordalo Pinheiro

Os jovens visitantes assistiram na escola a um teatro dinamizado pelos alunos caldenses sobre o campo de concentração de Auschwitz.

Os alunos estrangeiros terminaram a formação Erasmus + na sexta-feira e partiram no sábado para os seus países. 

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Despiste mortal na estrada entre a Foz e Caldas

Um homem de 63 anos morreu na sequência do despiste do carro que conduzia, ao final da manhã da passada quinta-feira na variante entre a Foz do Arelho e as Caldas da Rainha, na zona da freguesia do Nadadouro, após uma curva.

despiste 1

127 anos dos bombeiros festejados em cerimónia emotiva

A cerimónia do 127º aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários das Caldas da Rainha, realizada no passado domingo, foi bastante emotiva, pela passagem ao quadro de honra de dois bombeiros, pelas promoções, condecorações e louvores, pela transferência de testemunho do porta-estandarte, pela atribuição de patrono a duas viaturas, pelo elogio ao comandante de Pedrógão Grande, mas sobretudo por ter sido lembrada a morte de um bombeiro da corporação vizinha de Óbidos no maior incêndio ocorrido este ano nas Caldas da Rainha.

bombeiros1

Agrupamento Escolas São Martinho do Porto – António Salvador – 17,6 valores

António Salvador, do Agrupamento Escolas São Martinho do Porto, terminou o 12º ano com uma média de 17,6 valores. O jovem de 17 anos entrou na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, no curso de Direito. Apesar das aulas ainda não terem começado, está a “gostar bastante da receção”.

antonio escola sao martinho