Q

Previsão do tempo

14° C
  • Thursday 26° C
  • Friday 28° C
  • Saturday 27° C
14° C
  • Thursday 26° C
  • Friday 29° C
  • Saturday 28° C
15° C
  • Thursday 28° C
  • Friday 32° C
  • Saturday 30° C

Estudo de localização de novo hospital pronto em setembro

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Comissão de Utentes do Centro Hospitalar do Oeste, representada pelo seu presidente, Vitor Diniz, e pela assessora jurídica, Mónica Sofia Antunes, foi recebida no passado dia 26 pelo secretário de Estado da Saúde e pelo presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), a quem colocou as suas preocupações relativamente à “falta de mínimas condições existentes nos hospitais do Oeste, correndo-se já risco de vida”.
Vitor Diniz

A Comissão de Utentes do Centro Hospitalar do Oeste, representada pelo seu presidente, Vitor Diniz, e pela assessora jurídica, Mónica Sofia Antunes, foi recebida no passado dia 26 pelo secretário de Estado da Saúde e pelo presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), a quem colocou as suas preocupações relativamente à “falta de mínimas condições existentes nos hospitais do Oeste, correndo-se já risco de vida”.

Foi entregue um dossiê memorando e reivindicativo, para que “urgentemente sejam criadas todas as condições condignas para uma boa prestação de saúde no Oeste”.

Segundo Vitor Diniz, o secretário de Estado e o presidente da ARSLVT são conhecedores da situação, tendo informado que relativamente à construção do Novo Hospital do Oeste “a primeira parte do estudo técnico está pronto e aguarda data de apresentação e a segunda parte, que contempla a localização, está iniciada e a sua conclusão prevê-se que seja em setembro do corrente ano”, pelo que até lá “o governo não pode tomar quaisquer decisões”.

Em relação à falta de pessoal a nível de médicos e enfermeiros, os representantes do governo argumentaram que “desde dezembro de 2015 até março de 2022 verificou-se um aumento no número de médicos colocados no CHO na ordem dos 480”.

“Só em 2023 é que começam a sair das universidades os primeiros médicos especificamente formados em medicina intensiva, os quais já deverão integrar as vagas entretanto criadas por via do novo serviço de medicina interna anunciado pelo governo no ano passado”, referiu Vitor Diniz.

A Comissão revelou que já solicitou uma reunião com todos os parlamentares na Assembleia da República e que vai fazer um abaixo-assinado para posteriormente ser entregue ao Primeiro-Ministro. Tenciona também organizar uma vigília pela saúde no Oeste.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Vigília com “abraço” ao hospital das Caldas da Rainha

Uma vigília que terminou com um cordão humano em frente à urgência do hospital das Caldas da Rainha foi a forma encontrada pela população para exigir medidas do Governo para melhorar as condições em que trabalham os profissionais de saúde. O alerta foi feito na noite da passada sexta-feira.

vigilia2

Barco de pesca encalhou na Consolação

Um barco de pesca encalhou na madrugada desta terça-feira a sul da Consolação, ao largo de Peniche, com cinco pescadores a bordo, que conseguiram chegar a terra sem problemas numa balsa salva-vidas.

barco3

VMER volta a ter mais saídas para situações de trauma

A Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) das Caldas da Rainha no serviço de urgência do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) voltou à situação “normal” de seis a sete saídas por turno de oito horas, número que havia reduzido nos dois últimos anos de pandemia. No dia 15 de maio foi celebrado o 20º aniversário da VMER.

vmer 1