Q

Previsão do tempo

22° C
  • Friday 28° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 22° C
22° C
  • Friday 29° C
  • Saturday 27° C
  • Sunday 23° C
25° C
  • Friday 32° C
  • Saturday 29° C
  • Sunday 24° C

Celebrações da Semana Santa vividas intensamente

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
As cerimónias religiosas e culturais da Semana Santa atraíram milhares de pessoas a Óbidos, entre 10 e 17 de abril.
Procissão do enterro do senhor, com saída da Igreja da Misericórdia

As cerimónias religiosas e culturais da Semana Santa atraíram milhares de pessoas a Óbidos, entre 10 e 17 de abril.

Após um interregno devido à pandemia, regressou um dos melhores cartazes da vila, com vários momentos, começando pelo domingo de ramos, na tarde de 10 de abril, em que houve uma procissão em que se recordou a entrada de Cristo em Jerusalém. Aclamado como rei, chegou para cumprir a sua missão: oferecer a sua vida pela salvação de todos.

A saída foi da Igreja de São João (Museu Paroquial de Óbidos), havendo bênção e procissão dos ramos. Na missa pela paixão do senhor escutou-se o evangelho e quando Jesus ofereceu a sua vida para a nossa salvação revelou-se verdadeiramente como rei e senhor.

A procissão, que saiu da Igreja de Santa Maria, foi acompanhada pelo coro do Senhor da Pedra, seguindo-se a procissão dos passos, que acompanhou os vários momentos do caminho doloroso de Jesus, desde o pretório de Pilatos até ao calvário, num momento de meditação e interioridade, contemplando os diversos aspetos da obra salvífica de Deus.

O percurso iniciou-se na Igreja da Misericórdia, passando pelo Largo de São Pedro, Rua Josefa de Óbidos, Rua Direita, Sermão do Encontro – Largo de Santiago, Rua Nova, Arco da Senhora da Graça, Rua do Vale, Rua D. João de Ornelas, Porta da Vila e Rua Direita.

Na noite de 12 de abril realizou-se o concerto Stabat Mater, com o Coral Alma Nova e Sinfonietta d’Óbidos, na Igreja de Santa Maria, e no dia seguinte, no Santuário do Senhor Jesus da Pedra, teve lugar a Jornada de Confissões, numa oportunidade para celebrar o sacramento da reconciliação.

Na quinta-feira santa, houve música sacra mariana, com o Coro de Alunos da Academia de Música de Óbidos, na Igreja de Santa Maria. O Duo Concertante – Edgar Cantante e Carlos Reis – atuou na Igreja de São Pedro.

À noite realizou-se a missa vespertina da ceia do senhor. Foi recordada a última ceia de Cristo, onde foi instituído o sacramento da eucaristia e em que Jesus se curvou diante dos discípulos para lhes lavar os pés, mostrando um verdadeiro exemplo de serviço. A missa, na Igreja de São Pedro, foi acompanhada pelo Coro do Senhor da Pedra.

Sexta-feira santa foi tempo de oração a partir dos salmos, na Igreja de São Pedro, onde se contemplou o mistério da entrega de Jesus por amor, seguindo-se a celebração da paixão do senhor. À hora da morte de Jesus, recordou-se a sua derradeira entrega pela nossa salvação.

Foi de noite que se realizou a procissão do enterro do senhor, à luz de archotes, que acompanhou o cortejo fúnebre, para a sepultura de Jesus, num convite à contrição, à emoção e ao recolhimento, que resultou num momento particularmente significativo.

Saiu da Igreja da Misericórdia, passando pela Rua do Hospital, Porta da Vila, Rua Direita, Praça de Santa Maria, Largo Santiago, Rua Nova, Rua do Hospital, Largo de São Pedro e Capela de São Martinho.

No sábado de manhã, na Igreja de São Pedro, foi tempo de oração a partir dos salmos, em que se contemplou o mistério da descida de Jesus à mansão dos mortos. À noite decorreu a vigília pascal, na Igreja de São Pedro.

No domingo de páscoa, a missa da ressurreição teve lugar de manhã na Igreja de São Pedro e ao final da tarde no Santuário do Senhor Jesus da Pedra.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Suspeito de esfaqueamento detido pela Judiciária

Um homem de 24 anos que tentou matar outro com uma faca, no ano passado em Rio Maior, foi detido no dia 24 de maio pelo Departamento de Investigação Criminal de Leiria da Polícia Judiciária em Ferrel, no concelho de Peniche.

pj

João Almeida com Covid-19 desiste do Giro d’Italia

A 18ª etapa do Giro d’Italia, nesta quinta-feira, fica marcada pela ausência do ciclista caldense João Almeida, que acusou positivo à Covid-19, sendo assim forçado a abandonar a prova, quando ocupava o quarto lugar, a 1 minuto e 54 segundos do líder e a 49 segundos do pódio.

almeida 3

Vigília com “abraço” ao hospital das Caldas da Rainha

Uma vigília que terminou com um cordão humano em frente à urgência do hospital das Caldas da Rainha foi a forma encontrada pela população para exigir medidas do Governo para melhorar as condições em que trabalham os profissionais de saúde. O alerta foi feito na noite da passada sexta-feira.

vigilia2