Q

Previsão do tempo

25° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 22° C
26° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 23° C
26° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 24° C
  • Monday 24° C

Autópsia essencial para perceber causa da morte de aluno de Alcobaça em Espanha

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Um dos filhos do presidente da Câmara Municipal de Alcobaça morreu na madrugada da passada terça-feira, em Marina D’Or, Espanha, onde se encontrava numa viagem de finalistas, que ficou ensombrada por este trágico acontecimento. As causas da morte do jovem de 18 anos, natural de Alcobaça e residente em Pataias, irão ser determinadas pela autópsia. […]
Jovem estava hospedado neste hotel com outros colegas

Um dos filhos do presidente da Câmara Municipal de Alcobaça morreu na madrugada da passada terça-feira, em Marina D’Or, Espanha, onde se encontrava numa viagem de finalistas, que ficou ensombrada por este trágico acontecimento.

As causas da morte do jovem de 18 anos, natural de Alcobaça e residente em Pataias, irão ser determinadas pela autópsia. Sabe-se que tinha lutado contra uma doença oncológica, apesar de a sua situação ser estável já há algum tempo, de tal modo que obteve autorização para participar nesta deslocação. Contudo, essa circunstância poderá não ter relação com o falecimento, que poderá ter acontecido na sequência de uma alegada indisposição quando constatou que o seu quarto tinha sido assaltado, na sequência de uma onda de furtos supostamente da autoria de um jovem de Ovar, que terá sido apanhado na posse de várias centenas de euros.

Apesar disso, a Sporjovem – Clube de Viagens e Turismo, empresa responsável pela organização da viagem, num comunicado ontem publicado, transmitiu que na origem da morte “estão razões relacionadas com problemas de saúde pré-existentes e que de forma súbita e inesperada tiraram a vida” a Xavier Rodrigues, que morreu no quarto do Hotel Gran Duque, onde estava hospedado, depois de se ter sentido mal, cerca das cinco da manhã.

Foi assistido no local pela equipa de emergência e socorro da Sporjovem, que afirma ter prestado “imediato auxílio no hotel, não logrando inverter o rumo dos acontecimentos”. O estudante acabou por morrer no Hospital General Universitari de Castelló, para onde foi transportado numa ambulância dos serviços médicos espanhóis. O óbito foi ali declarado e agora espera-se que a autópsia ajude a perceber a causa da morte.

A Sporjovem disponibilizou o apoio necessário, tanto à família do jovem falecido, como a todos os colegas que viajavam juntamente com o aluno.

Para reforçar o apoio aos colegas estudantes que estavam na viagem de finalistas, seguiu ontem numa carrinha de nove lugares uma equipa que incluiu três psicólogos, dois vereadores da Câmara Municipal de Alcobaça e um professor representante do Agrupamento de Escolas de Cister, do qual faz parte a Escola Secundária D. Inês de Castro, em que Xavier Rodrigues estudava.

Os alunos sentem uma grande tristeza perante esta tragédia, muito difícil de superar, pelo que o estado emocional dos jovens de Alcobaça que foram nesta viagem de finalistas é uma preocupação.

Xavier Rodrigues frequentava o 12.º ano de Ciências e Tecnologias, sendo um aluno do quadro de excelência.

Diversas notas de pesar pela morte do jovem foram tornadas públicas, a primeira da própria Câmara Municipal de Alcobaça, onde o pai do jovem, Hermínio Rodrigues, cumpre o primeiro mandato como presidente. Pêsames transmitidos ao autarca, à sua mulher, que é professora, e à restante família.

Os pais do jovem estão em Espanha e no hospital onde foi declarado o óbito procuraram recolher informações sobre a morte do filho, cujo corpo pretendem trazer rapidamente para Portugal, para a realização das cerimónias fúnebres.

O grupo de finalistas, cuja viagem de regresso estava prevista para esta quarta-feira, pelas 12 horas, antecipou a vinda para Portugal, partindo na madrugada de hoje com destino a Alcobaça, num autocarro com dois motoristas.

“Profundo pesar” e “choque”, são as reações mais frequentes. “A vida não é justa e, mais uma vez, não foi”, manifestou Isabel Fonseca, presidente da União de Freguesias de Alcobaça e Vestiaria.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Suspeito de esfaqueamento detido pela Judiciária

Um homem de 24 anos que tentou matar outro com uma faca, no ano passado em Rio Maior, foi detido no dia 24 de maio pelo Departamento de Investigação Criminal de Leiria da Polícia Judiciária em Ferrel, no concelho de Peniche.

pj

João Almeida com Covid-19 desiste do Giro d’Italia

A 18ª etapa do Giro d’Italia, nesta quinta-feira, fica marcada pela ausência do ciclista caldense João Almeida, que acusou positivo à Covid-19, sendo assim forçado a abandonar a prova, quando ocupava o quarto lugar, a 1 minuto e 54 segundos do líder e a 49 segundos do pódio.

almeida 3