Q

Previsão do tempo

21° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 27° C
  • Saturday 27° C
22° C
  • Thursday 25° C
  • Friday 27° C
  • Saturday 27° C
23° C
  • Thursday 27° C
  • Friday 30° C
  • Saturday 30° C

Aprovado primeiro orçamento e plano de ação da nova direção do Montepio

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A assembleia geral do Montepio Rainha D. Leonor (MRDL) aprovou o orçamento, plano de ação e de atividades para 2022, apresentada pelo Conselho de Administração. A aprovação foi feita por maioria, com cinco votos contra, em reunião que decorreu no dia 30 de março nas novas instalações da associação mutualista, na Rua Columbano Bordalo Pinheiro, com a presença de 42 associados.
Assembleia geral do Montepio Rainha D. Leonor

A assembleia geral do Montepio Rainha D. Leonor (MRDL) aprovou o orçamento, plano de ação e de atividades para 2022, apresentada pelo Conselho de Administração. A aprovação foi feita por maioria, com cinco votos contra, em reunião que decorreu no dia 30 de março nas novas instalações da associação mutualista, na Rua Columbano Bordalo Pinheiro, com a presença de 42 associados.

A associação mutualista apresentou um saldo negativo de 512 mil euros em 2021, segundo o relatório de contas. Um pior resultado comparativamente ao saldo negativo de 408 mil euros de 2020. Isto porque o Conselho de Administração optou por não vender no ano passado três apartamentos (vendeu só um) do Condomínio Residencial (140 mil euros cada), quando em 2020 a direção vendeu quatro imóveis. 

O plano de ação e orçamento agora aprovados prevê, para 2022, um saldo negativo de 93 mil euros (com a venda de dois apartamentos do Condomínio Residencial).

Este foi o primeiro orçamento e plano de ação integralmente gizado por este conselho de administração, que tomou posse em maio do ano passado e que segundo o presidente da direção, Francisco Rita, tem agora a oportunidade de pôr em prática as suas opções “ainda que condicionadas com todos os fatores exógenos e com as prudência que os tempos exigem”. 

Segundo o orçamento e plano de ação para 2022 a consolidação das atividades do MRDL poderá gerar um volume de vendas e serviços prestados projetado em 6.935.083,44 euros (incluindo a quotização e ainda que estrategicamente é desejo manter o atual conjunto de apartamentos na esfera patrimonial do MRDL).

O volume de subsídios à exploração e doações estão calculados em 422 mil euros.  

Quanto aos gastos com o pessoal, calculados em 3.720.196,13 euros, contemplam a atualização do salário mínimo nacional para os 705 euros e integram ainda, o que não acontecia em anteriores demonstrações de resultados, a remuneração auferida pelo conselho de administração.

Dar-se-á continuidade ao ciclo de formação iniciado em 2019, estando previstas outras ações num ciclo formativo de 3 anos.

Estão reconhecidos encargos financeiros no montante de 35.875,00 e 45.000,00 euros de juros referentes aos financiamentos do edifício para a nova clínica e terreno “Caldeano”, sendo que terminará em outubro o período de carência relativo ao financiamento do edifício para a nova clínica.

Tendo em conta a autorização já concedida pela assembleia geral para a alienação do terreno e da casa no Campo e tendo consciência dos riscos e atos de vandalismo e degradação acelerada a que está sujeita, a administração vai promover a sua venda, publicitando a mesma no valor de 160 mil euros, que a concretizar-se a respetiva mais-valia concorrerá para a melhoria dos resultados. 

Sendo o MRDL atualmente proprietário de 41 frações das 97 que compõem o Condomínio Residencial, Francisco Rita destacou o facto de ter-se chegado a um consenso para a partir deste ano “os condomínios começarem a suportar parte das despesas deste equipamento, tendo em consideração as respetivas permilagens”. 

Quanto à informação sobre o processo da nova clínica, o dirigente esclareceu que “a parceria que o MRDL estabeleceu com o Grupo Luz Saúde é de apoio à área médica (consultas, internamento e fornecimento de equipamentos) para facilitar o contacto entre os profissionais de saúde”. “Se houver uma situação complexa no podemos enviar o doente diretamente para um hospital do grupo privado”, explicou.

Revelou ainda que o conselho de administração continua a desenvolver o projeto para a nova clínica no edifício da EDP para que haja “condições de podermos concorrer aos fundos comunitários que possam existir para a área social”.

Na sessão foi também aprovado com uma abstenção o relatório de gestão de contas de 2021.

O MRDL tem atualmente 7051 associados.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Festival das Adiafas nos Vidais

Música, gastronomia, fogo de artifício, showcooking, demonstrações de alfaias e equipamentos agrícolas no terreno, palestras sobre agricultura, artesanato, aula de zumba, missa campal, bênção de colheitas, passeio de tratores e bênção dos mesmos, fizeram parte da primeira edição do Festival das Adiafas Vidais'2022, um novo evento nesta localidade do concelho das Caldas da Rainha.

vidais3

Dia Internacional do Idoso festejado na Misericórdia

A mesa administrativa da Santa Casa da Misericórdia das Caldas da Rainha celebrou no passado sábado o Dia Internacional do Idoso com uma missa e lanche-convívio no edifício sede da instituição, com a participação de utentes e familiares, e animado pelos Cavaquinhos das Gaeiras.

santa1

Grupo Académico da ESAD.CR dinamiza evento solidário

“#CALDASSempreLimpa” é uma iniciativa cívica que “pretende sensibilizar a população para a importância da limpeza urbana e de como esta reside não apenas no ofício da recolha do lixo, mas acima de tudo no exemplo que podemos dar aos outros”, descreve o Grupo...