Q

Previsão do tempo

15° C
  • Thursday 26° C
  • Friday 28° C
  • Saturday 27° C
15° C
  • Thursday 27° C
  • Friday 29° C
  • Saturday 28° C
16° C
  • Thursday 29° C
  • Friday 32° C
  • Saturday 31° C

Suspeito da morte de arrumador de carros fica em prisão preventiva

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O suspeito da autoria do esfaqueamento que tirou a vida a um arrumador de carros no passado sábado, no parque de estacionamento do Bairro Lisbonense, junto ao centro comercial La Vie das Caldas da Rainha, ficou em prisão preventiva, depois de ter sido presente na segunda-feira a um juiz de instrução criminal em Leiria para determinação das medidas de coação enquanto decorre o inquérito, tendo sido indiciado da prática de um crime de homicídio qualificado.
O local do crime foi alvo de perícias

O suspeito da autoria do esfaqueamento que tirou a vida a um arrumador de carros no passado sábado, no parque de estacionamento do Bairro Lisbonense, junto ao centro comercial La Vie das Caldas da Rainha, ficou em prisão preventiva, depois de ter sido presente na segunda-feira a um juiz de instrução criminal em Leiria para determinação das medidas de coação enquanto decorre o inquérito, tendo sido indiciado da prática de um crime de homicídio qualificado.

O detido, de 27 anos, e um irmão, de 21 anos, igualmente arrumadores de carros, tinham sido intercetados na cidade pela equipa de intervenção rápida da PSP poucas horas depois do crime, depois de terem fugido e a faca com nove centímetros de lâmina sido escondida. Na esquadra foram entregues aos inspetores do Departamento de Investigação Criminal de Leiria da Polícia Judiciária.

Apenas o mais velho ficou na ocasião detido, por ser o suspeito de ter dado uma facada no peito da vítima, Maksym Holeha, que estava a um dia de completar 32 anos. O homem assassinado era natural de Vatutine, na Ucrânia, e vivia em Portugal há cerca de quinze anos. Tinha uma filha menor.

O crime aconteceu na sequência de um desentendimento quanto ao número de carros que cada um estava a arrumar, como relatou uma testemunha. “Normalmente arruma-se à vez, para dar para todos. No entanto, o mais novo andou à porrada com o que morreu e apareceu o irmão dele por detrás do Maksym e deu-lhe uma facada no peito com uma faca de cozinha”, contou.

Foi dado o alerta pelo 112, cerca das 19 horas, e a vítima, que estava estendida no chão, foi socorrida pela equipa da viatura médica de emergência e reanimação das Caldas da Rainha, que se deparou com o homem em estado muito grave, procurando reverter a sua condição cardíaca.

Seria transportado pelos bombeiros para o hospital das Caldas da Rainha, onde acabou por ser confirmado o óbito.

A PSP foi a primeira força policial a comparecer no local, preservando o cenário do crime para a recolha de vestígios até à chegada dos inspetores da Polícia Judiciária, para quem transitou o caso.

A investigação é dirigida pelo Ministério Público da 1ª Secção das Caldas da Rainha do Departamento de Investigação e Ação Penal de Leiria, com a coadjuvação da Departamento de Investigação Criminal de Leiria da Polícia Judiciária.

Perto do local do crime, nas imediações da entrada para o parque subterrâneo do centro comercial, pouco depois da saída das autoridades policiais da zona deflagraram chamas que destruíram um ecoponto, apagadas pelos bombeiros. A situação não terá relacionamento com o caso de homicídio.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Aluna caldense “Embaixadora UC à Frente” 

A caldense Beatriz Lopes, estudante do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas na Universidade de Coimbra, recebeu o prémio “UC à Frente”, atribuído pela Reitoria da Universidade de Coimbra (UC).

premio 1

Vigília com “abraço” ao hospital das Caldas da Rainha

Uma vigília que terminou com um cordão humano em frente à urgência do hospital das Caldas da Rainha foi a forma encontrada pela população para exigir medidas do Governo para melhorar as condições em que trabalham os profissionais de saúde. O alerta foi feito na noite da passada sexta-feira.

vigilia2

Barco de pesca encalhou na Consolação

Um barco de pesca encalhou na madrugada desta terça-feira a sul da Consolação, ao largo de Peniche, com cinco pescadores a bordo, que conseguiram chegar a terra sem problemas numa balsa salva-vidas.

barco3