Q

Previsão do tempo

17° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 22° C
17° C
  • Saturday 27° C
  • Sunday 23° C
  • Monday 22° C
17° C
  • Saturday 29° C
  • Sunday 25° C
  • Monday 23° C

Cantor nazareno Hugo Piló lança novo EP

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O músico nazareno e vocalista dos Blister, Hugo Piló, lançou no passado dia 21 o seu novo disco, “Engaço”, que conta com cinco temas inteiramente originais, incluindo o primeiro single, intitulado “Faltas Tu”. O EP tem a produção de Ricardo Pêgo (Dikk) e coprodução de Miguel Camilo e será apresentado ao vivo no dia 21 de maio, no Casino da Nazaré. Hugo Piló foi entrevistado no programa “Expresso da dez”, da Rádio Mais Oeste.
Hugo Piló foi entrevistado na Rádio Mais Oeste

O músico nazareno e vocalista dos Blister, Hugo Piló, lançou no passado dia 21 o seu novo disco, “Engaço”, que conta com cinco temas inteiramente originais, incluindo o primeiro single, intitulado “Faltas Tu”. O EP tem a produção de Ricardo Pêgo (Dikk) e coprodução de Miguel Camilo e será apresentado ao vivo no dia 21 de maio, no Casino da Nazaré. Hugo Piló foi entrevistado no programa “Expresso da dez”, da Rádio Mais Oeste.

Habituado à rotina de músico desde os 15 anos, Hugo Piló fez parte de vários grupos ao longo da sua carreira musical. Começou por integrar a banda Ínclita Geração e ao mesmo tempo, o grupo de cantores ‘Amigos para Sempre’, dirigido por Porfírio do Carmo Laborinho, que permitiu ao cantor da Nazaré “absorver uma palete de estilos musicais diferentes, mas fundamentais para o meu percurso musical, que é bastante diversificado”, sublinhou.
Aos 18 anos foi finalista do programa ‘Chuva de Estrelas’ da SIC e mais tarde convidado para ingressar no grupo ‘SantaClaus’, alcançando sucesso em Portugal, com concertos um pouco por todo o país e encontros com as comunidades portuguesas na Europa e América. “A verdade é que nunca fiz tantos espetáculos durante um ano e meio”, recordou o músico da Nazaré, que posteriormente integrou os Blister, uma banda portuguesa constituída por quatro elementos, com vários temas referenciados no panorama rock português.
Antes de decidir mudar de ares para Toronto (2012), o cantor interpretou o tema ‘Vivo por Ti’, integrado na banda sonora de uma novela.
Apesar de ter colocado durante uns tempos a carreira musical em “suspenso”, a verdade é que a música nunca o deixou “quieto”, e por isso nos últimos anos Hugo Piló apostou numa carreira em seu nome, editando através das plataformas digitais alguns temas como “Nada Pessoal”, “Cliente Habitual” ou a “Trova do Vento que passa”.
Além desses temas, o nazareno vive intensamente o carnaval na sua terra, onde já participou em várias marchas de carnaval do Mar-Alto.
Mais recente, o artista nazareno, que se tenta “manter na luta pela música”, lançou um novo EP, “Engaço”, que inclui cinco novos temas inteiramente originais, contando todos com a participação ativa do cantor na criação das letras e de Ricardo Pêgo na produção das músicas.
“Após dois anos difíceis devido à pandemia da Covid-19 decidi apostar na produção de um novo EP”, explicou o artista, que além de músico também é responsável pelo café Oceano, situado na vila.
O novo trabalho discográfico conta com temas feitos no final do verão do ano passado, incluindo o primeiro single, intitulado “Faltas Tu”, que acaba por ser “uma reflexão daquilo que estava a sentir no momento, bem como uma forma de dar um alento a quem tenha perdido alguém durante a pandemia”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Oeste Lusitano regressa com maior presença de criadores de cavalos

O Festival Oeste Lusitano está de regresso ao Parque D. Carlos I, com um programa de 27 a 29 de maio recheado de atividades, entre as quais as tradicionais provas de obstáculos, os batismos de cela, assim como o desfile equestre, largadas de touros e ainda vai contar “a maior presença de criadores de cavalo lusitano desde o início da feira”. Esta nona edição também vai apostar na sustentabilidade, disponibilizando um QR Code que remete para o programa, evitando, assim, o gasto de papel.

oeste lusitano

“Caça à Beata” recolheu pontas de cigarro pela cidade

Quinze voluntários participaram na manhã do passado sábado na ação cívica “Caça à Beata”, que decorreu pelas ruas da cidade. Esta iniciativa cívica, que juntou o movimento cívico #CALDASSempreLimpa e a União de Freguesias das Caldas da Rainha, Nossa Senhora do Pópulo, Coto e São Gregório, recolheu em duas horas, pontas de cigarro colocadas em sete garrafões no total de 20 litros.

caca a beata