Q

Previsão do tempo

26° C
  • Friday 28° C
  • Saturday 26° C
  • Sunday 22° C
27° C
  • Friday 29° C
  • Saturday 27° C
  • Sunday 23° C
29° C
  • Friday 32° C
  • Saturday 29° C
  • Sunday 24° C

Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste leva 50 alunos à BTL

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) é um evento aproveitado pela Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste (EHTO) para mostrar aos seus alunos as possibilidades do setor ao nível de oportunidades de estágios e carreiras profissionais.   Por outro lado, sendo uma montra muito importante de novas tendências de mercado, a escola está interessada em acompanhar os novos caminhos da formação.
Daniel Pinto, diretor da EHTO

A Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) é um evento aproveitado pela Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste (EHTO) para mostrar aos seus alunos as possibilidades do setor ao nível de oportunidades de estágios e carreiras profissionais.   Por outro lado, sendo uma montra muito importante de novas tendências de mercado, a escola está interessada em acompanhar os novos caminhos da formação.

Daniel Pinto, diretor da EHTO, admite que após dois anos de interregno, o regresso da BTL gera expetativas a quem está no setor, uma vez que “pode ajudar ao relançamento do turismo em Portugal e alimentar a esperança relativamente ao futuro, num setor de atividade que foi tão duramente afetado pelo impacto da pandemia Covid-19”. 

Segundo faz notar, sendo a BTL “uma enorme referência nacional para todos aqueles que têm funções profissionais e já trabalham no âmbito das atividades turísticas e hoteleiras”, é também importante “para os alunos que têm o sonho de carreira profissional no turismo”.

É por isso que a escola vai organizar uma visita de estudo à BTL com 50 alunos dos Cursos de Gestão de Turismo, Gestão de Restauração e Bebidas e Técnicas de Cozinha/Pastelaria. O objetivo é “facilitar a todos os alunos o acesso à informação e conhecimento, o estabelecimento de relações, ajudar a abrir novos horizontes, e aproximar da escola e dos futuros profissionais do setor as empresas, autarquias e entidades regionais de turismo”.

Os alunos vão ter, por exemplo, a possibilidade de participar na Bolsa de Empregabilidade, um dos maiores eventos de contratação e divulgação de oportunidades de estágios e carreiras profissionais no setor do turismo.    

Por outro lado, Daniel Pinto aponta que a BTL “é uma montra muito importante de novas tendências de mercado, pelo que a escola deve acompanhar e perceber quais são os novos caminhos da educação e formação e antecipar as necessidades associadas à valorização das pessoas”.

A EHTO prepara-se para a retoma do turismo, ainda que depois da pandemia tenha aparecido mais uma adversidade, o recente conflito militar no leste europeu.

“Infelizmente parece-me que ainda vamos ter de resistir e lutar perante estas duas realidades, a pandemia e a guerra na Ucrânia. O turismo é um setor que precisa de estabilidade, confiança e segurança no processo de decisão de compra, e as viagens e o consumo turístico só acontecem se os turistas sentirem que existe um ambiente propício de paz e tranquilidade”, argumenta Daniel Pinto.

Apesar de tudo, a EHTO está a participar ativamente no desenvolvimento e concretização de algumas medidas do programa “Reativar o Turismo”, através da medida “Formação + Próxima”, que tem como objetivo acrescentar valor ao tecido empresarial regional e aos respetivos territórios, captar talento, valorizar e capacitar as pessoas.

Igualmente através do programa Tourism Explorers, de estímulo à inovação e empreendedorismo no setor, proporciona mentoria e consultoria ao nível da ideação e aceleração de novos produtos e serviços turísticos para o setor.

Apostada em apoiar a economia do turismo a desenvolver-se, a EHTO tem procurado aprofundar o seu projeto educativo, numa lógica de grande proximidade às pessoas, organizações e principais stakeholders. “É fundamental captar e fixar talento no setor, valorizar as pessoas, fidelizar a sua permanência nas organizações e investir na qualificação da oferta. Por outro lado, apostar numa estratégia de internacionalização da escola, procurando novos públicos, bem como estimular o crescimento de novas ofertas de formação contínua/avançada de ativos”, refere Daniel Pinto.

A EHTO tem vindo a desenvolver algumas ofertas de formação inovadoras e únicas a nível nacional, como são os casos do Curso de Turismo Literário, Curso de Turismo de Saúde e Bem-Estar e Curso de Padaria Avançada. Outra aposta é o Curso de Escanção – Enologia e Serviço de Vinhos.

Ao nível da oferta de formação inicial, vai manter no próximo ano letivo os mesmos cursos de nível IV – Técnicas de Cozinha/Pastelaria e Técnicas de Restaurante/Bar, e de nível V – Gestão de Turismo, Gestão de Produção de Pastelaria e Gestão e Produção de Cozinha, e apresentar a novidade do Curso de Turismo de Natureza e Aventura. Mantendo-se nas Caldas da Rainha nas mesmas instalações, já em Óbidos está a tratar com a Câmara Municipal a mudança para um novo edifício, encontrando-se neste momento na fase de projeto e candidatura aos apoios financeiros.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Suspeito de esfaqueamento detido pela Judiciária

Um homem de 24 anos que tentou matar outro com uma faca, no ano passado em Rio Maior, foi detido no dia 24 de maio pelo Departamento de Investigação Criminal de Leiria da Polícia Judiciária em Ferrel, no concelho de Peniche.

pj

João Almeida com Covid-19 desiste do Giro d’Italia

A 18ª etapa do Giro d’Italia, nesta quinta-feira, fica marcada pela ausência do ciclista caldense João Almeida, que acusou positivo à Covid-19, sendo assim forçado a abandonar a prova, quando ocupava o quarto lugar, a 1 minuto e 54 segundos do líder e a 49 segundos do pódio.

almeida 3

Aluna caldense “Embaixadora UC à Frente” 

A caldense Beatriz Lopes, estudante do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas na Universidade de Coimbra, recebeu o prémio “UC à Frente”, atribuído pela Reitoria da Universidade de Coimbra (UC).

premio 1