Q

Previsão do tempo

19° C
  • Thursday 26° C
  • Friday 28° C
  • Saturday 27° C
19° C
  • Thursday 27° C
  • Friday 29° C
  • Saturday 28° C
20° C
  • Thursday 29° C
  • Friday 31° C
  • Saturday 30° C

Concha Hotel “ideal para quem quer ficar perto do mar”

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Situado próximo da baía de São Martinho do Porto, o Concha Hotel é o mais emblemático três estrelas da região. A poucos metros da praia, a antiga Pensão Concha dispõe de 26 quartos, incluindo quatro apartamentos de diferentes tipologias, e uma suite adaptada a pessoas com mobilidade reduzida, sendo “um hotel com todas as comodidades e ideal para quem quer ficar perto do mar e no centro da vila”.
Luísa Graça, proprietária do hotel

Situado próximo da baía de São Martinho do Porto, o Concha Hotel é o mais emblemático três estrelas da região. A poucos metros da praia, a antiga Pensão Concha dispõe de 26 quartos, incluindo quatro apartamentos de diferentes tipologias, e uma suite adaptada a pessoas com mobilidade reduzida, sendo “um hotel com todas as comodidades e ideal para quem quer ficar perto do mar e no centro da vila”.

Há cinco anos o Concha Hotel foi completamente renovado, com um ambiente mais moderno e acolhedor, com intuito de “marcar a diferença em termos de oferta hoteleira, na região”, sublinhou Luísa Graça, proprietária da “mais nova e remodelada unidade hoteleira” de São Martinho do Porto.
O edifício, que foi “pensado para ser um local ideal para receber os hóspedes e as suas famílias”, conta com 26 quartos mais quatro apartamentos, que foram pensados nas famílias, que assim podem partilhar o mesmo espaço, com tipologias T1 e T2, estando ambos equipados com kitchenette e casa de banho privativa.
Além disso cada piso tem uma cor associada e corredores acompanhados de fotografias das paisagens da vila, tiradas pelo fotógrafo Ni Francisco. Nos quartos predominam os tons neutros e alegres, bem como a luz natural e mobiliário mais moderno.
As restantes áreas do hotel também foram remodeladas, ficando maiores e mais confortáveis. “Tudo isso faz com que hoje sejamos, na vila, o mais novo e remodelado hotel em São Martinho do Porto”, explicou a proprietária, que desde 2017 se esforça para dar a quem visita aquele alojamento “todo o mimo e conforto que necessita”.
Já no exterior, a unidade hoteleira destaca-se pelos elementos de decoração em cortiça, que existem tanto nas varandas como no interior do hotel. No exterior, tem a função de melhorar o isolamento acústico e térmico.
O hotel não tem serviço de restaurante diário, mas o bar está aberto todos os dias para os clientes externos, servindo snacks e bebidas. Dispõe ainda de acesso gratuito à internet em todo o hotel, aluguer de bicicletas, serviço de transfers entre o aeroporto e a vila, e parcerias com empresas locais, que promovem atividades de lazer.
Nos últimos anos, o hotel tem sido procurado sobretudo por portugueses, durante a época balnear, como “local de alojamento familiar”. “À exceção dos meses de inverno, agosto e setembro tem corrido muito bem ao nível de reservas”, frisou Luísa Graça, que espera que este ano corra melhor do que nos últimos dois.
Apesar da pandemia, a responsável, que embarcou nesta aventura sem qualquer experiência na área, sublinhou que “o negócio tem corrido muito bem e tem sido uma experiência enriquecedora, pois tenho tentado implementar um bom serviço no mercado”

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Oeste Lusitano regressa com maior presença de criadores de cavalos

O Festival Oeste Lusitano está de regresso ao Parque D. Carlos I, com um programa de 27 a 29 de maio recheado de atividades, entre as quais as tradicionais provas de obstáculos, os batismos de cela, assim como o desfile equestre, largadas de touros e ainda vai contar “a maior presença de criadores de cavalo lusitano desde o início da feira”. Esta nona edição também vai apostar na sustentabilidade, disponibilizando um QR Code que remete para o programa, evitando, assim, o gasto de papel.

oeste lusitano

“Caça à Beata” recolheu pontas de cigarro pela cidade

Quinze voluntários participaram na manhã do passado sábado na ação cívica “Caça à Beata”, que decorreu pelas ruas da cidade. Esta iniciativa cívica, que juntou o movimento cívico #CALDASSempreLimpa e a União de Freguesias das Caldas da Rainha, Nossa Senhora do Pópulo, Coto e São Gregório, recolheu em duas horas, pontas de cigarro colocadas em sete garrafões no total de 20 litros.

caca a beata