Q

Previsão do tempo

14° C
  • Thursday 26° C
  • Friday 28° C
  • Saturday 27° C
14° C
  • Thursday 26° C
  • Friday 29° C
  • Saturday 28° C
15° C
  • Thursday 28° C
  • Friday 32° C
  • Saturday 30° C

Carnaval espontâneo levou milhares à Nazaré

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A animação de carnaval encheu a avenida marginal e a praça principal da vila da Nazaré, no passado fim-de-semana, e mesmo não tendo havido desfile, há muito cancelado devido à pandemia, não foram precisos os habituais carros alegóricos preparados ao longo de vários meses, uma vez que espontaneamente saíram à rua grupos com vestimentas do entrudo.
Um dos grupos participantes

A animação de carnaval encheu a avenida marginal e a praça principal da vila da Nazaré, no passado fim-de-semana, e mesmo não tendo havido desfile, há muito cancelado devido à pandemia, não foram precisos os habituais carros alegóricos preparados ao longo de vários meses, uma vez que espontaneamente saíram à rua grupos com vestimentas do entrudo.

É um evento com grande tradição na vila e milhares de pessoas acabaram por visitar a Nazaré para ver os grupos a dançarem ao som das músicas carnavalescas produzidas na localidade, onde o horário de funcionamento dos bares, discotecas, restaurantes e associações foi alargado para o carnaval, podendo prolongar-se até às seis da manhã.

“Carnaval a reboque” foi o lema de um “Trio Elétrico”, numa iniciativa do Grupo de Danças e Cantares Mar Alto – Círculo Cultural da Nazaré Mar-Alto e Rancho Folclórico Tá-Mar da Nazaré, com apoio do município no valor de 6.436 euros, que percorreu as ruas da Nazaré, animando a vila com a música de carnaval ao vivo, tendo obtido parecer favorável da Direção-Geral da Saúde.

“Lamentavelmente estivemos em guerra com um inimigo invisível e agora há uma guerra com um inimigo visível, mas os nazarenos não são capazes de ficar em casa, porque o carnaval está-lhes no sangue”, manifestou Tânia Robalo, uma das participantes.

“Não vivemos só do trabalho e um bocadinho de folia já fazia falta. A Nazaré tem uma marca a defender, porque é a nossa forma de estar”, sublinhou Henrique Hilário.

“As pessoas andavam doentes de não haver carnaval. Está um mar de gente, a ver e a participar”, completou Júlia Quinzico. “Temos de voltar à normalidade”, sustentou Nelson Caseiro, sendo completado por Natália Conceição: “Nós precisamos disto para alimentar o resto do ano, é como se fosse uma vitamina”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Vigília com “abraço” ao hospital das Caldas da Rainha

Uma vigília que terminou com um cordão humano em frente à urgência do hospital das Caldas da Rainha foi a forma encontrada pela população para exigir medidas do Governo para melhorar as condições em que trabalham os profissionais de saúde. O alerta foi feito na noite da passada sexta-feira.

vigilia2

Barco de pesca encalhou na Consolação

Um barco de pesca encalhou na madrugada desta terça-feira a sul da Consolação, ao largo de Peniche, com cinco pescadores a bordo, que conseguiram chegar a terra sem problemas numa balsa salva-vidas.

barco3